Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Apple admite superaquecimento no iPhone 15 Pro e promete atualização do iOS

Por| Editado por Wallace Moté | 03 de Outubro de 2023 às 07h29

Link copiado!

Apple
Apple

Após alguns usuários relatarem o superaquecimento em unidades do iPhone 15 Pro, a Apple fez declarações oficiais sobre o tema ao portal da revista Forbes. Além de identificar as causas da situação, a empresa ainda prometeu que deve amenizar o problema em breve.

Em sua declaração, a companhia disse que “encontrou um bug no iOS 17, que está afetando alguns usuários e será resolvido com uma atualização de software”. Este update já estaria em fase Beta, e não deve causar redução de performance para o controle de temperatura.

Continua após a publicidade

Ainda de acordo com a empresa, a atualização de alguns aplicativos de terceiros também tem causado problemas, já que estariam sobrecarregando o sistema. A Apple apontou que está trabalhando em conjunto com os desenvolvedores destes apps, e correções estão em processo de implementação.

O Instagram é um dos aplicativos que estaria causando o aquecimento dos celulares, em que atividades como a simples rolagem dos posts e a abertura de Reels estariam ativando todo o poder de processamento do aparelho — algo que não seria necessário com as devidas otimizações.

Uma atualização do Instagram já foi liberada no dia 27 de setembro, com melhorias voltadas para o iPhone 15 Pro. Outros apps devem fazer o mesmo ao longo dos próximos dias.

Celular tende a esquentar mais nos primeiros dias

A Apple ainda relembrou que é normal o aquecimento mais evidente do dispositivo nos primeiros dias após seus ajustes iniciais, ou restauração. Afinal, nestes momentos o iPhone está em um período de “aumento nas atividades em segundo plano”.

A empresa se refere ao download de fotos, vídeos e aplicativos, caso o usuário tenha escolhido realizar a transferência destes itens dos iPhones anteriores. Se este for o caso, a temperatura do celular pode voltar a níveis normais em algumas horas ou dias.

Finalmente, a Maçã reiterou que não há risco de segurança ou problemas de longo prazo atribuídos ao superaquecimento. Caso as temperaturas detectadas sejam maiores que a faixa normal, os dispositivos ativam um sistema de prevenção que inclui a exibição de um alerta na tela.

Continua após a publicidade

Superaquecimento do iPhone 15 Pro gerou debate

A fala da Apple contraria afirmações anteriores feitas pelo analista Ming-Chi Kuo, que atribuiu o superaquecimento à construção interna do dispositivo — tópico que não foi citado pela declaração oficial.

Segundo Kuo, o problema estaria relacionado com a redução nas placas de dissipação de calor dentro do smartphone. Além disso, a presença das novas laterais em titânio teria reduzido a eficiência energética do dispositivo.

Continua após a publicidade

Além do novo material, o iPhone 15 Pro também trouxe o chip A17 Pro com melhorias significativas de performance, especialmente em jogos ou outros aplicativos pesados.

Os modelos iPhone 15/15 Plus, que não trazem o novo processador e nem o titânio, não parecem trazer tantos problemas de superaquecimento — mesmo que alguns relatos do tipo também tenham sido relacionados a estes aparelhos.

Um fator adicional que se somaria às causas citadas é a chegada da porta USB-C, com a possibilidade de aquecimentos temporários em adaptadores de 20 W ou mais. Contudo, a segurança na utilização destes carregadores é garantida, desde que eles tragam a tecnologia PD para regulação de potência.

Fonte: Forbes