Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

15 reality shows mais improváveis e sem noção da Netflix

Por| Editado por Durval Ramos | 24 de Novembro de 2023 às 14h15

Link copiado!

Divulgação/Netflix
Divulgação/Netflix
Tudo sobre Netflix

Não é segredo para ninguém que a Netflix possui um dos maiores e mais diversos catálogos dos serviços de streaming. Além de produções muito famosas, a plataforma esconde algumas jóias preciosas em sua programação, especialmente quando o assunto são reality shows — um dos gêneros mais baratos de serem produzidos e que, em contrapartida, têm uma enorme demanda de público.

Exatamente por essa facilidade, é comum que realities de diversos formatos ganhem passe livre para serem gravados. Uma produção feita em larga escala que permite que até as ideias consideradas mais absurdas consigam sair do papel e, muitas vezes, emplacar pela sua originalidade.

De programas de competição a títulos de sobrevivência, culinária ou expressão artística, essa lista possui alguns desses reality shows nada convencionais. Seja para descobrir de um móvel é real ou um bolo, um reality de relacionamento em que todo mundo está fantasiado de animal ou a simulação de um apocalipse zumbi, são desafios e situações que você nem imaginava serem possíveis de encarar, mas que estão disponíveis a apenas um play de distância.

Continua após a publicidade

15. Isso é um bolo?

Imagine se a trend que se espalhou pelas redes sociais de bolos em formatos de objetos se transformasse em uma competição de verdade. Bom, parece que foi exatamente isso que a produção de Isso é um Bolo — reality show da Netflix apresentado pelo comediante Mikey Day — pensou quando estava planejando a atração.

A série, atualmente com duas temporadas, reúne dez confeiteiros hiper-realistas que têm como missão criar bolos que ninguém diria que são reais. O objetivo é que os profissionais enganem as celebridades convidadas, faturando assim parte de um prêmio que chega a US$ 120 mil. Para isso, vale bolos em formato de bolsa, de ferramentas, de flores e de qualquer outro tipo de objeto que você possa imaginar.

14. Jogo da Lava

Para quem gosta de um pouco de ação e muita criatividade, o reality Jogo da Lava é uma ótima pedida. Já com três temporadas disponíveis, ele é uma competição em que três grupos de participantes precisam atravessar um cômodo que está soterrado em “lava”. Para isso, eles precisam pular, rastejar e até mesmo se pendurar pelos móveis e objetos do lugar.

O intuito é que o trio (ou ao menos um da equipe) chegue até o outro lado sem cair no líquido vermelho. Quem conseguir completar o desafio no menor tempo possível leva um prêmio de US$ 10 mil para casa. O problema, é claro, é que os caminhos para isso não são nada fáceis e é possível que você perca o fôlego apenas assistindo ao show do seu sofá.

Continua após a publicidade

É uma atração divertida não só pelos tombos e pelo desespero dos participantes ao se depararem com a gosma que emula a lava, mas por ser o tipo de brincadeira fácil de ser replicada em casa com crianças pequenas — exceto pela parte da sujeira.

13. Vidrados

Já pensou em uma competição de esculturas de vidro? Pois ela existe! Vidrados, reality que já tem três temporadas, além de um especial de Natal, é um dos programas mais impressionantes e artísticos que você vai encontrar na Netflix. Apresentado pelo host Nick Uhas, youtuber e ex-Big Brother USA, ele conta ainda com a artista Katherine Gray, responsável por avaliar os trabalhos apresentados.

Continua após a publicidade

O show reúne dez mestres artesãos, especialistas em soprar, moldar e modelar vidro, para competir por US$ 60 mil em prêmios. O objetivo é que eles criem esculturas em vidro de acordo com os temas propostos, o que pode ir de invenções importantes feitas pela humanidade até os sete pecados capitais.

Ao contrário de outros exemplos dessa lista Vidrados é bem mais sério e não chega a ser bizarro, mas incomum. Até porque você nunca imaginaria que criar uma peça de vidro seja algo tão hipnotizante assim.

12. Não Durma no Ponto

Continua após a publicidade

Se você é do time que não consegue ser produtivo se não tiver dormido bem, você seria um dos que se dariam mal neste game show da Netflix. Não Durma no Ponto, programa de uma temporada com oito episódios disponíveis, é uma disputa na qual os participantes, após ficarem 24 horas sem dormir, são submetidos a uma série de desafios físicos e mentais.

Apresentado pelo humorista James David, o reality coloca seus participantes para contarem centavos nas primeiras 24 horas e, os que conseguem sobreviver, enfrentam de vez a competição, mesmo já exaustos. Tudo pela chance de embolsar algum dinheiro, que pode chegar até o valor de US$ 1 milhão.

11. Sexy Beasts: Amor Desmascarado

Continua após a publicidade

Realities de relacionamento são um dos estilos mais famosos do gênero, mas Sexy Beasts foge bastante do que se espera de uma produção como essa. A ideia aqui é que para encontrar um amor verdadeiro, que não se apegue a atributos físicos, os participantes se conheçam em encontros às cegas em que estão maquiados e vestidos como animais ou figuras míticas.

Em cada episódio, um(a) solteiro(a) se encontra com outros três parceiros, entre os quais deve decidir com quem deseja ficar. Como resultado, assistimos a conversas bastante inusitadas, que vão de uma panda com um homem-de-lata até um castor com um zumbi. E as fantasias são tão bem feitas que chega a ser um pouco perturbador.

10. Brincando com Fogo

Continua após a publicidade

Outro programa de relacionamento que foge do comum é Brincando com Fogo, reality show da Netflix que já conta com cinco temporadas, além de versões por outros lugares do mundo, como Brasil, Alemanha e América Latina. O game acompanha um grupo de jovens bonitos que acreditam estar indo para um “programa de pegação”, mas que se surpreendem quando chegam ao local.

Ao invés de romances superficiais, eles estão ali para criarem relações mais duradouras, o que deve ser feito se abstendo de beijos, carinhos mais intensos e práticas sexuais. Para estimulá-los a atingir a meta, há um prêmio de R$ 500 mil reais em jogo, mas esse valor vai diminuindo há cada infração cometida. Será que eles vão resistir até o final?

9. Batalha das Flores

Continua após a publicidade

Arranjos florais costumam fazer sucesso em festas e casamentos, mas e se essa arte fosse levada para outro nível? Em Batalha das Flores, competição da Netflix que possui uma temporada, dez duplas de floristas se enfrentam em desafios bastante criativos, nos quais precisam criar esculturas belas e grandiosas com flores e plantas.

Apresentado pelos comediantes Vic Reeves (Shooting Stars) e Natasia Demetriou (What We Do in the Shadows), e julgado pelo florista das estrelas Kristen Griffith-VanderYacht, o show dá a dupla vencedora a oportunidade de criar uma escultura exclusiva no Jardim Botânico Real de Londres de Kew.

É mais um exemplo de competição que você não esperava ver, mas que se surpreende ao perceber o quão impressionante é a habilidade dos participantes na hora de criar obras de arte com flores.

8. Grite, Você Está Sendo Filmado

Continua após a publicidade

Quadros de pegadinhas fazem parte da história da TV brasileira, mas se engana quem pensa que essas produções só fazem sucesso por aqui. Em Grite, Você Está Sendo Filmado, reality de duas temporadas apresentado pelo ator Gaten Matarazzo (Stranger Things), as pranks (como são chamadas em inglês) tomam outra proporção.

Em cada episódio, uma ou mais vítimas são escolhidas para viver uma pegadinha, muito bem construída e com vários atores envolvidos. Os sustos e momentos bizarros não são poucos, mas ao final a verdade é revelada e todo mundo pode respirar aliviado.

Matarazzo não é um João Kleber, mas consegue comandar bem o programa, que surpreende pelo tipo de situação que as pegadinhas constroem — como simular que a casa em que todos estão hospedados é invadida por um criminoso ou que eventos paranormais começam a acontecer com brinquedos de casa.

Continua após a publicidade

7. Round 6: O Desafio

Inspirado na série de mesmo nome, que se tornou um sucesso mundial, Round 6: O Desafio é uma competição de jogos físicos e mentais com o maior prêmio da história dos reality shows: aproximadamente R$ 21 milhões. Embora o seu formato seja parecido ao de muitas outras disputas do gênero, assim como na série, suas provas são inspiradas em brincadeiras infantis da Coreia do SUl, como bolinha de gude e Batatinha Frita 1,2,3.

Composto por 456 participantes, dos quais no final só resta um, o show tem atualmente uma temporada de dez episódios. Polêmico, ele causou burburinho antes mesmo de sua estreia, tanto pelas denúncias feitas pelas condições cruéis dos bastidores, quanto por incentivar algumas das principais críticas sociais feitas pela série original.

Continua após a publicidade

6. Criadores de Diversão

Toda criança já sonhou com algum tipo de brinquedo inusitado, que não existia na vida real. Em Criadores de Diversão, no entanto, essas fantasias se transformam em realidade graças ao designer de brinquedos, Jimmy Diresta. Aposentado e vivendo em uma fazenda onde tem liberdade para criar seus próprios projetos, o construtor e seus ajudantes são as estrelas dessa atração.

No reality, sua missão é a de construir um brinquedo nada comum, mas desejado por algum pequenino. Isso faz com que, ao longo do show, que conta com uma temporada, acabemos nos deparando com bicicletas de unicórnio que soltam puns de glitter e até um barco-violão que toca música e flutua de verdade.

É um reality que se destaca por não ser uma competição, mas o esforço de transformar a imaginação de crianças em realidade.

5. Zumbiverso

Para quem é adepto dos realitys de terror, Zumbiverso é um programa que não pode ficar de fora do seu radar. Produção sul-coreana original da plataforma, o game show simula um apocalipse zumbi pelas ruas de Seul. Nele, seus dez competidores precisam usar de sua inteligência física e mental para desvendar os enigmas do jogo e escapar da praga mutante.

Composto por uma temporada de oito episódios, o show conta com personalidades da mídia entre seus participantes, como a atriz Lee Si-young (Sweet Home) e a cantora Tsuki, do grupo de K-Pop Billie. Meio assustador, meio engraçado, o programa coloca seus jogadores em situações inesperadas e desafiadoras — e que prova que ninguém está preparado para um apocalipse zumbi, mesmo os mais experientes em filmes do gênero.

4. Ilhados com a Sogra

Formato original da Netflix Brasil, Ilhados com a Sogra é um reality show apresentado pela atriz Fernanda Souza (Chiquititas), que conquistou os assinantes do serviço de streaming. Top 10 entre as produções de língua não-inglesa na semana de sua estreia, o título tem uma proposta bastante original.

Em uma ilha paradisíaca, seis casais são confinados em uma vila de luxo, sem saber que suas sogras também estarão no local. Ao longo dos oito episódios, os participantes são testados — além de sua paciência e convivência, —, em provas nas quais precisam trabalhar em equipe. Ao final da temporada, a família que conquistar mais pontos ganha um prêmio de R$ 500 mil.

3. Mandou Bem

Se o assunto é reality show que não se leva muito a sério, Mandou Bem não pode faltar nessa lista. Já com sete temporadas na conta, o game show de culinária reúne confeiteiros amadores que competem entre si recriando sobremesas desafiadoras. Ao final do episódio, quem conseguir o melhor resultado leva R$ 10 mil para casa.

Além de ser apresentado pela comediante Nicole Byer e julgado pelo chef confeiteiro Jacques Torres, a produção traz muitas vezes convidados e competidores famosos, sem nunca perder seu bom humor de vista. Além da série principal, a franquia também conta com especiais de Natal e o spin-off Desafio dos Confeiteiros.

É um dos programas mais divertidos desta lista, já que as criações dos confeiteiros são terríveis, o que sempre rende grandes risadas. Sem contar que é um alento saber que há alguém que cozinha pior do que você disposto a se humilhar na TV.

2. O Jogo do Diabo

Uma das produções mais interessantes lançadas pela Netflix em 2023, O Jogo do Diabo é um reality show de competição em que doze concorrentes se enfrentam em jogos de lógica, dedução, tabuleiro e cartas. Confinados em uma casa, eles precisam encarar provas de alto nível, vencendo individualmente para chegar até a final, mas também ganhando desafios em equipe para engordar o prêmio da disputa.

E ele é bizarro porque o seu nível de dificuldade é tão elevado que parece ser feito para quebrar os participantes. Eles são levados ao limite mental e psicológico de forma que você entende o porquê do nome do programa.

Produção sul-coreana, seu elenco é formado majoritariamente por celebridades da Coreia, conhecidas por seu talento artístico ou intelectual. Com uma primeira temporada de doze episódios, o show tem direção de Jung Jong-yeon, famoso no país pela produção do reality The Genius.

1. É amor ou falsidade?

Embora tenha tudo para ser um clássico reality show de teste de confiança, É Amor ou Falsidade? conta com um diferencial que muda completamente o rumo de sua história. Neste reality espanhol, cinco casais são separados em duas casas, onde convivem com solteiros em busca de muita diversão e pegação.

Até aí, nada novo. O ponto é que, de tempos em tempos, cada casal consegue assistir aos vídeos do que o seu parceiro está fazendo na outra casa, mas com um plot twist: alguns desses vídeos são fakes gerados por inteligência artificial, e o participante precisa acertar o que é realidade e o que é ficção para acumular pontos. No final da temporada, quem mais pontuar leva uma bolada para casa e, dependendo do que assistiu, um amor para a vida toda.

É uma proposta bizarra não apenas pelo fator tecnológico — que é realmente assustador —, mas por crair situações um tanto quanto perturbadoras. Basicamente, é acompanhar os participantes sendo torturados com imagens de seu par na maior pegação e ser consumido pela dúvida e pela desconfiança. É de um sadismo que chega a ser genial.