Saiba por que Queda dos Mutantes foi a saga mais sombria dos X-Men

Saiba por que Queda dos Mutantes foi a saga mais sombria dos X-Men

Por Claudio Yuge | 10 de Outubro de 2021 às 11h00
Marvel

Os X-Men vivem um excelente momento, na atual fase de Jonathan Hickman, que, na verdade, está prestes a deixar os títulos X em dezembro. O escritor reformulou e reposicionou os mutantes em sua própria nação, resolveu problemas de continuidade, criou uma cultura própria e tornou os Filhos do Átomo em imortais. Mas, antes disso, os “mutunas” sofreram muito, durante o tempo do sonho de convivência pacífica com os humanos. E a saga mais sombria que mostra como a esperança por dias melhores se tornou um pesadelo foi Queda dos Mutantes.

Antes de falar sobre o evento de 1988, vamos contextualizar o período. Os X-Men vinham ganhando popularidade junto ao público, e a Marvel estava disposta a apostar na propriedade como a próxima grande estrela de seu catálogo. O sucesso da saga Massacre de Mutantes havia mostrado o potencial da franquia e o apego dos leitores por mais crossovers entre os títulos X, que aos poucos começam a se multiplicar nas bancas.

Imagem: Reprodução/Marvel Comics

Vale lembrar que os anos 1980 desencadearam a decadência da figura do “herói”, com histórias mais realistas e sombrias, a exemplo de Watchmen e Batman: O Cavaleiro das Trevas. Então, a Marvel aproveitou essa onda e, antes de realizar uma revolução na linha mutante, basicamente matou todos os X-Men em seu período mais sombrio, em Queda dos Mutantes.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O que levou à Queda dos Mutantes

Em 1988, a linha mutante era composta por três principais títulos, que, assim como Massacre de Mutantes, dividiu suas páginas em um evento contínuo entre as revistas. Em Uncanny X-Men, Tempestade perdeu os poderes devido a uma arma neutralizadora criada por Forge, e, mesmo assim, passou a liderar os X-Men.

Em X-Factor, o Anjo havia sido espancado durante as batalhas nos túneis Morlocks, em Massacre de Mutantes. Warren Worthington III teve suas asas amputadas e vivia um momento de depressão, que se tornou ainda mais sombrio quando seu avião foi sabotado, o que, aparentemente, causou sua morte. A equipe, que reunia os X-Men originais, também passava por um momento turbulento. Embora secretamente usasse a imagem pública do governo para salvar mutantes, o grupo entrou em atrito com os X-Men e com os Novos Mutantes.

Imagem: Reprodução/Marvel Comics

Já em New Mutants, o antes maior inimigo dos X-Men, Magneto, tornou-se o professor dos jovens mutantes que ainda estavam em treinamento. Nessa época, o Professor Xavier estava muito doente e precisou deixar a Terra para se tratar com tecnologia Shi’ar no espaço. E, a contragosto de muita gente, Magnus se tornou o mentor dos Novos Mutantes.

Como dá para notar, em todos os títulos as tramas tratavam sobre perda e instabilidade na liderança de suas equipes. E a coisa ainda ficaria ainda mais difícil para os Filhos do Átomo.

O que aconteceu em Queda dos Mutantes

Os X-Men vão para Dallas, em busca de Tempestade, e se deparam com o grupo governamental Força Federal (que em inglês se chamava Freedom Force). Uma grande batalha acontece aos olhos do público, com a participação de demônios, criaturas esquisitas e homens das cavernas (é sério). Tanto os X-Men quanto a Força Federal estranharam essa “participação surpresa” e uniram forças para investigar isso — vale destacar que a cobertura da mídia foi algo bastante importante na história, especialmente em uma época sem internet, em que o noticiário chegava aos lares majoritariamente pela TV.

Mais tarde, a trama conta que as criaturas vieram para a Terra por culpa de Forge, que, com seus rituais místicos indígenas, havia invocado por engano tais seres durante a Guerra do Vietnã, para vingar os colegas que morreram. Para conseguir enviar os demônios de volta ao lugar de origem, Forge vence o vilão Adversário com uma importante e surpreendente participação de Colossus, que consegue derrubar o oponente com o aço frio de seu corpo — vale lembrar que, assim como Kitty Pride e Noturno, Colossus estava fora de batalha, ainda se curando dos confrontos de Massacre de Mutantes.

Imagem: Reprodução/Marvel Comics

Contudo, no final, para selar a passagem, Forge precisa sacrificar nove almas — adivinhe, o número exato de almas dos integrantes dos X-Men na época. Assim, Tempestade, Wolverine, Colossus, Longshot, Vampira, Cristal, Psylocke, Destrutor e Madelyne Prior (esposa de Ciclope que era um clone de Jean Grey e mãe de Cable) morrem no noticiário ao vivo.

Enquanto isso, o X-Factor é sequestrado pelo vilão Apocalipse, que oferece uma aliança contra a humanidade. Os heróis recusam a proposta e veem Warren Worthington III, que havia sido dado como morto na explosão de seu avião, reformulado como um dos Quatro Cavaleiros de Apocalipse. O antes Anjo havia se tornado Morte, ou Arcanjo, com garras afiadas disparadas por suas novas asas. Ele foi o pivô para a derrota de seus ex-colegas de equipe.

Imagem: Reprodução/Marvel Comics

Antes que os Quatro Cavaleiros pudessem devastar Nova York, Homem de Gelo consegue sensibilizar o pouco que ainda havia de seu amigo dentro do Arcanjo, fazendo com que Morte recuasse e o X-Factor pudesse celebrar uma pequena vitória, ao impedir a destruição da Big Apple. Mas a sensação era mais de derrota, principalmente para Ciclope, ao se culpar pela transformação de Worthington III em um aliado de Apocalipse.

Imagem: Reprodução/Marvel Comics

Para aumentar o baixo-astral, os Novos Mutantes se envolveram em uma crise em uma ilha com várias criaturas e com o grupo extremista chamado de A Direita, liderado por Cameron Hodge. Na conclusão, Magia consegue transportar os inimigos para o Limbo, mas o então carismático e sorridente Cifra é brutalmente assassinado. A morte choca Magneto, que culpa a humanidade e deixa a Escola Xavier, abandonando os jovens mutantes à própria sorte, tendo que lidar com o luto e sem mentor algum.

O que aconteceu depois de Queda dos Mutantes

Depois de serem dados como mortos, os X-Men são secretamente ressuscitados pela deusa Roma. Durante algum tempo, eles vivem na Austrália e se tornam invisíveis aos sistemas de vigilância de todo o mundo — o que deixa o status de “mortos-vivos” do grupo ainda mais sombrio. No X-Factor, Worthington III se torna Arcanjo, uma faceta muito mais violenta do Anjo, que mais tarde seria controlada pelo seu lado “bonzinho”. E os Novos Mutantes passaram por um momento de rápido amadurecimento, porque tiveram que crescer sozinhos, sem um mentor.

Imagem: Reprodução/Marvel Comics

Isso abriu espaço para a chegada da grande fase de Chris Claremont e Jim Lee nos X-Men, com o retorno de Charles Xavier para a Terra, no início dos anos 1990. O Professor X reuniu os X-Men e o X-Factor em duas equipes, que tinham como grande primeiro inimigo um poderoso Magneto. Lembram-se que ele deixou os Novos Mutantes por conta da chocante morte de Cifra? Então, Magnus criou um reduto em um asteroide, ao lado de vários acólitos, e jurou destruir a humanidade.

Imagem: Reprodução/Marvel Comics

E os Novos Mutantes, que ansiavam por uma liderança desde que Xavier e Magneto deixaram a equipe, tiveram em um viajante do futuro uma nova referência. Cable chegaria de um destino trágico dos mutantes, centenas de anos à frente, para se tornar o novo mentor dos jovens mutantes no presente. E assim nascia a X-Force, grupo militarizado que teria entre seus inimigos um hoje popular Deadpool.

Como dá para notar, a conclusão de cada arco dentro da trama é bastante trágica, e nenhum outro evento mutante foi tão depressivo quanto Queda dos Mutantes. A boa notícia é que a saga serviu como um “soft reboot” para os X-Men e para a sua grande fase nos anos 1990, quando a equipe teria sua maior popularidade diante do público, que até mesmo pôde ver os heróis em um dos desenhos animados mais lembrados da história da Marvel.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.