O que esperar da Apple para 2022

O que esperar da Apple para 2022

Por Victor Carvalho | Editado por Wallace Moté | 19 de Dezembro de 2021 às 20h00
Apple

A Apple teve um grande ano com anúncio de iPhones poderosos, novos Macs com enorme avanço em desempenho graças aos processadores M1, M1 Pro e M1 Max, filmes e séries premiados em sua plataforma de streaming e importantes atualizações para todos os iPads. Agora as atenções se voltam para 2022, que pode ser ainda maior para a Gigante de Cupertino graças às grandes melhorias em todas as suas linhas de produtos e estreia de um acessório que pode mudar a indústria.

Os óculos de realidade mista da Apple

Conceito imagina design dos óculos da Apple com base em desenho revelado anteriormente (Imagem: Canaltech/Ian Zelbo)

Comecemos por ele, aquele que promete ser um dos maiores destaques de 2022 — se não o maior — para a Apple: seus óculos de realidade virtual e aumentada.

Esperado como o maior lançamento da Apple desde o anúncio do iPhone em 2007, o acessório pode ser um divisor de águas na indústria e vazamentos cada vez mais constantes levantam suspeitas a respeito do podemos esperar.

Já vimos rumores indicando que os óculos inteligentes da marca teriam foco em jogos e multimídia com telas de altíssima qualidade, múltiplos processadores e App Store proprietária.

O aparelho é esperado com acabamento premium e preço alto, podendo custar facilmente mais de US$ 1.000 (cerca de R$ 5.500).

Esquema revela possível design final dos óculos AR/VR da Apple (Imagem: Reprodução/Antonio De Rosa)

Uma versão mais acessível (ou menos cara) do acessório também é esperada, e uma segunda geração pode chegar ao mercado apenas em 2024.

A Apple já se vangloria em possuir a “maior plataforma de realidade aumentada do mundo” com milhares de aplicativos na App Store e grande variedade de aparelhos compatíveis.

A inclusão do sensor LiDAR de reconhecimento espacial no iPad Pro e depois no iPhone 12 Pro seria uma forma da empresa treinar seu sistema de realidade aumentada durante anos para chegar ao mercado oferecendo medição precisa em um dispositivo que depende de tal recurso.

Apple deve focar ainda mais em realidade aumentada durante todo o ano de 2022 (Imagem: Reprodução/Apple)

E enquanto é relativamente fácil teorizar a respeito da plataforma de realidade aumentada da Apple, o ambiente mais envolvente da realidade virtual é um mistério.

Com o Facebook apostando tudo na tecnologia e o metaverso sendo previsto como o futuro da internet, a Apple pode estar trabalhando em seu próprio metaverso, mas a plataforma da marca ainda é desconhecida.

Não sabemos se o ambiente virtual completo será lançado já em 2022 ou pode ser deixado para anos seguintes com o intuito de refinamento.

iPhone 14: quatro modelos, dois tamanhos

iPhone de 5,7 polegadas será substituído por versão maior com tela de 6,7 polegadas (Imagem: Reprodução/Canaltech)

A Apple deve manter seus quatro principais modelos de iPhone com anúncio em setembro, mas em 2022 teremos o fim da versão de 5,4 polegadas após dois anos.

Sem uma versão Mini, a espera fica para a adoção de novo padrão para seus smartphones, resultando em dois modelos de 6,1 polegadas e dois modelos de 6,7 polegadas.

Design do iPhone 13 deve ser levado ao iPhone 14 e 14 Max (Imagem: Reprodução/Apple)

Rumores apontam que o iPhone 14 e iPhone 14 Max vão manter o mesmo entalhe do iPhone 13 e devem oferecer tela de 6,1 e 6,7 polegadas, respectivamente.

Não está claro se a Apple já deve implementar um sensor LiDAR no conjunto de câmeras traseiras ou manter os tradicionais sensores de 12 MP para a câmera principal e para a ultrawide.

iPhone 14 Pro e 14 Pro Max se distanciam pelo novo design e exclusivo entalhe em formato de "i" mantendo Face ID (Imagem: Victor Carvalho/Canaltech)

Já os novos iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max devem apostar em um grande salto de design com câmeras alinhadas ao corpo e painel frontal com entalhe circular centralizado no alto da tela, com o sistema Face ID posicionado sob o display. O uso do Touch ID por baixo da tela ainda é incerto.

Há rumores de novos sensores com altas resoluções para oferecer gravações em resolução 8K e novos recursos exclusivos para a dupla mais cara.

Dupla iPhone 14 Pro e 14 Pro Max teriam câmeras niveladas na tampa traseira (Imagem: Reprodução/Jon Prosser)

Como sempre, o quarteto deve compartilhar do mesmo processador A16 Bionic, agora projetado em 4 nanômetros para velocidade superior, gráficos mais poderosos e consumo energético inferior.

É esperado que a Apple mantenha a GPU de 4 núcleos para a dupla iPhone 14 e 14 Max, utilizando uma GPU de 5 núcleos mais poderosa no iPhone 14 Pro e 14 Pro Max.

Novo iPhone SE: o mais barato da Apple com 5G

iPhone SE de 2022 pode manter design da geração atual (Imagem: Reprodução/Apple)

Em março a Apple deve apresentar a terceira geração do iPhone SE com o objetivo de vender o aparelho como "o celular mais barato da Apple com 5G."

Para isso o modelo deve manter o design do iPhone SE de segunda geração, oferecendo mesma tela de 4,7 polegadas, única câmera traseira câmera com 12 MP e Touch ID físico, mas agora atualizando o processador para o A14 Bionic (mesmo chip do iPhone 12) ou A15 Bionic (mesmo do iPhone 13).

A atualização deve reduzir os custos de fabricação, uma vez que vai reaproveitar a cadeia de produção do atual iPhone SE, sem necessidade de grandes modificações, ao mesmo tempo que oferece um chip mais eficiente para melhorias em desempenho, câmera e bateria, mesmo que não apresente novidades nestes componentes.

Macs com novo design e avanços em desempenho

O ano de 2022 marcará o fim da transição dos processadores Intel para os chipsets projetados e desenvolvidos pela própria Apple, e com eles esperamos que versões ainda mais poderosas de Macs sejam apresentadas.

Rumores indicam o lançamento de um novo MacBook Air no início do ano com novo design, corpo fino e processador M2, sucessor direto do chip M1 de 2020.

MacBook Air de 2022 pode chegar com chip M2, MagSafe e tela de bordas brancas com entalhe (Imagem: Jon Prosser/Ian Zelbo)

O modelo deve apostar no mercado consumidor padrão, oferecendo um produto com foco em estética para se destacar onde quer que o usuário vá.

Assim como o iMac de entrada, esperamos uma boa variedade de cores e não seria impossível que a Apple apresentasse o novo MacBook Air com bordas brancas ao redor da tela e entalhe para abrigar a nova webcam Full HD.

Com boa parte dos Macs já oferecendo processadores Apple Silicon, ainda faltam alguns computadores que precisam de atualização, incluindo produtos de enorme potência como Mac Pro e iMac Pro (cuja versão Intel já foi descontinuada).

Mac Pro teria design mais compacto com chip de poder extremo de até 40 núcleos (Imagem: Reprodução/Jon Prosser)

Para o Mac Pro, esperamos que a Apple apresente um corpo extremamente compacto, visto que o consumo de energia e necessidade de refrigeração de seus processadores são muito inferiores em relação aos modelos com Intel.

Há rumores de que o novo Mac Pro chega em 2022 com design semelhante à peça de metal do Power G4 Cube (acima), sendo basicamente um Mac Mini mais alto.

Fotos já revelaram que o poderoso M1 Max pode ser combinado para formar um megaprocessador de até 40 núcleos de CPU e até 128 núcleos de GPU, sendo mais do que ideal para estrear em máquinas poderosas como Mac Pro.

Novo Mac Mini será ainda menor, mais fino e mais poderoso (Imagem: Reprodução/Jon Prosser)

A Apple também trabalha em um Mac Mini ainda menor que a geração atual com processador M1.

O computador contaria com quatro portas USB-C, duas USB-A, conector Ethernet, HDMI e MagSafe.

Suas laterais seriam de alumínio e o painel superior seria de vidro, permitindo uma combinação de cores semelhante ao adotado no iMac.

Novo iMac com tela maior será mais poderoso e pode adotar cores mais sóbrias com mudanças no design frontal (Imagem: Divulgação/Apple)

O iMac maior e mais potente, por sua vez, deve apostar em uma tela de 27 polegadas ou mais e poderia se beneficiar da combinação de dois processadores M1 Max, oferecendo 20 núcleos de CPU e deixando o poder extremo para o Mac Pro.

Em relação ao design, há indícios de que a Apple pode adotar o formato do monitor Pro Display XDR com corpo quadrado e bordas finas, mas não sabemos se a região inferior mais grossa presente no iMac de 24 polegadas vai permanecer.

iPad: mudanças grandes e pequenas

A atual estratégia da Apple aliada aos excelentes aplicativos presentes no iPadOS garante o domínio da empresa em relação aos tablets Android. E para manter sua posição a Maçã não deve realizar grandes alterações na estrutura de iPads em 2022.

Por marcar a chegada da décima geração do iPad esperamos um novo design de laterais retas e tela de bordas simétricas, levando o suporte para Apple Pencil 2 ao modelo mais simples da linha.

iPad de entrada é único modelo da atual geração com design clássico (Imagem: Reprodução/Apple)

Um novo iPad Mini também estaria nos planos, mantendo o design atual e agora oferecendo com suporte para tela Pro Motion de 120 Hz, armazenamento inicial de 128 GB em vez de 64 GB e chip A15 Bionic.

Com a insatisfação da Apple em relação ao desempenho das telas OLED, o novo iPad Air de 2022 deve manter a tela LCD com alto brilho, atualizando poucos componentes como o processador para garantir suporte ao 5G e câmera frontal com Center Stage.

Em relação ao iPad Pro, há indícios que a Apple deve reposicionar o sistema de Face ID, câmera frontal e logo da maçã da vertical para a horizontal, uma vez que o principal método de uso de tal versão do iPad se tornou, primariamente, no modo horizontal, com o intuito de substituir um notebook.

Como objetivo de substituir um notebook, iPad Pro pode adaptar corpo para uso focado na horizontal (Imagem: Victor Carvalho/Canaltech)

Para o corpo, a Apple trocaria o acabamento de alumínio na tampa traseira pelo vidro, podendo oferecer suporte para carregamento sem fio via MagSafe.

É esperado que ambos os modelos de iPad Pro de 2022 ofereçam tela Mini LED — presente apenas no iPad Pro de 12,9 polegadas de 2021 — agora sem o conhecido problema de blooming.

Com o chip M1 sendo levado ao iPad Pro de 2021, é esperado que seu sucessor também seja portado aos tablets mais poderosos da Apple no próximo ano.

Há possibilidade também para que a Apple adapte o atual processador M1 para oferecer desempenho ligeiramente superior, sendo posicionado abaixo do M1 Pro, do M1 Max e do futuro M2.

AirPods e HomePod

Apple deve descontinuar AirPods Pro de primeira geração com anúncio de novo modelo em 2022 (Imagem: Reprodução/Apple)

Com o novo AirPods 3 já anunciado em 2021, é esperado que a próxima versão atualizada de um fone de ouvido da Apple seja o AirPods Pro.

Antes do anúncio do AirPods Max existiam rumores a respeito de uma versão mais barata, mas tal dispositivo segue sem previsão de lançamento e com informações extremamente escassas.

Não sabemos se a Apple deve apresentar uma nova versão do HomePod Mini, apenas atualizar o modelo com novas opções de cor ou apresentar alguma caixa de som inteligente mais poderosa.

Apple Watch

Apple Watch Series 8 deve trazer algumas novidades que não ficaram prontas para o Series 7 (Imagem: Reprodução/LeaksApplePro)

Após muitas expectativas criadas por rumores de um Apple Watch Series 7 redesenhado para aderir ao padrão de design atual da Apple, fomos surpreendidos com o anúncio do relógio sem grandes alterações estéticas e mesmo processador do ano anterior. E para 2022 as mudanças podem continuar mínimas.

Indícios recentes apontam que o corpo do Series 8 permanecerá essencialmente o mesmo do Apple Watch Series 7, com uma singela mudança nos furos do alto-falante. Em vez de dois recortes lado a lado, teríamos dois furos mais largos um em cima do outro.

Sem mudanças significativas em design, a Apple deve então apostar em um novo conjunto de sensores para medição de glicose e de álcool no sangue, além de atualizar o processador.

Apple Watch 3 de 2017 pode ser enfim descontinuado (Imagem: Reprodução/Apple)

Rumores apontam que uma segunda geração do Apple Watch SE pode ser anunciada em 2022, oferecendo pequenas melhorias e recursos mais avançados, como o oxímetro herdado do Series 6.

Assim, o velho Watch Series 3 de 2017 seria finalmente descontinuado junto com a primeira geração do Apple Watch SE.

Outro modelo também pode ser anunciado em 2022: o Apple Watch Explorer ou Adventure ofereceria maior durabilidade e resistência a arranhões com objetivo de atrair atletas e esportistas.

Não sabemos se este seria o Watch Series 8 ou uma edição modificada de algum modelo atual ou do próprio Watch SE 2 ou Series 8.

A Apple de 2022

(Imagem: Reprodução/Apple)

Nos últimos anos a empresa tem focado cada vez mais em serviços, oferecendo planos de assinatura para diversos tipos de categoria: música (Apple Music), filmes e séries (Apple TV+), jogos (Apple Arcade), armazenamento em nuvem (iCloud+) e plataforma de atividades físicas (Fitness+).

Para 2022 a empresa deve manter e expandir o foco com novidades que ainda desconhecidas. Dezenas de séries, filmes e minisséries estão em produção prometendo elenco de peso com diretores extremamente renomados.

Com grandes avanços como seus aguardados óculos de realidade mista, enormes mudanças no iPhone e salto de desempenho em Macs, o próximo ano parece ser um dos maiores para a Apple até agora.

E estamos animados para acompanhar junto com você cada um destes lançamentos. Que venha 2022.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.