Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

MacBook Air pode ganhar tela OLED e iMac de 27" não deve ser atualizado

Por| Editado por Wallace Moté | 07 de Novembro de 2023 às 20h38

Link copiado!

Apple
Apple
Tudo sobre Apple

A Apple apresentou recentemente sua nova família de processadores para Mac, com a chegada dos chips Apple M3. Com eles, a marca atualizou também o MacBook Pro e o iMac de 24 polegadas. Agora, novos rumores ajudam a entender quais os planejamentos da Gigante de Cupertino sobre sua família de Macs.

O informante Revegnus, conhecido como @Tech_Reve no X/antigo Twitter, compartilhou uma imagem com o suposto planejamento da empresa para novos Mac. Nesse cronograma, por exemplo, existe a indicação de que a Apple vai revelar um MacBook Air com tela OLED em algum momento em 2027.

Continua após a publicidade

Além disso, diversos produtos da empresas podem ser atualizados para ter display OLED, como é o caso do iPad Pro — que rumores já anteciparam para essa possibilidade anteriormente —, supostamente entre 2024 e 2025 em versões com 11 polegadas e 13 polegadas. Um iPad Pro com tela de 20,3 polegadas e tela dobrável pode chegar entre 2026 e 2027.

O MacBook Pro deve manter seus tamanhos de tela, mas passando a adotar o painel OLED a partir de 2026. Por outro lado, o iMac também é citado, curiosamente com tela de 21,5 polegadas e 27 polegadas.

É aí que entram novas informações do site The Verge que podem indicar que esse planejamento não é correto. Aparentemente, a Apple não deve lançar um novo iMac de 27 polegadas com processador Apple Silicon, com uma representante da empresa encorajando os usuários a comprar um Mac Mini ou Mac Studio com um Studio Display.

Considerando que o iMac atual tem display de 24 polegadas, substituindo o modelo de 21,5 polegadas desde 2021, é possível que pelo menos parte do roadmap compartilhado por Revegnus esteja errado.

Continua após a publicidade

Seja como for, ainda faltam muitos meses até a revelação desses produtos. Assim, é possível que as coisas mudem até lá.

Fonte: The Verge