SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Fabricantes estão utilizando chips de baixa qualidade em drives USB

Por| Editado por Jones Oliveira | 12 de Fevereiro de 2024 às 16h25

Link copiado!

Reprodução: ibrandify/Freepik
Reprodução: ibrandify/Freepik

Empresa alemã especializada em recuperação de dados afirma que fabricantes estão produzindo pendrives defeituosos com chips NAND de baixa qualidade ou remanufaturados. Segundo a CBL, o volume de drives USB que apresentam problemas é crescente, e mesmo algumas marcas conhecidas parecem estar utilizando dessa prática em alguns segmentos mais baratos.

Em entrevista ao The Register, a empresa revela ter identificado chips NAND com a identificação raspada, sugerindo se tratar de memórias remanufaturadas que falharam em testes de qualidade de fabricantes como Samsung e SK Hynix

“Ao abrirmos drives USB defeituosos ao longo do ano passado, identificamos um número alarmante de chips inferiores com capacidades reduzidas e logos das fabricantes removidos.”, afirma Conrad Heinicke, Diretor da CBL.
Continua após a publicidade

Cuidado com pendrives muito baratos

Naturalmente, a maioria dos pendrives que apresentaram problemas foram modelos genéricos, como os oferecidos como brindes. É bastante comum empresas de produtos não relacionados à tecnologia adquirirem lotes baratos dos chamados “white label” e apenas aplicarem suas marcas para presentear consumidores em ações promocionais e de divulgação.

Boa parte desses drives USB sequer traziam chips NAND com microcontroladores, mas os famosos adaptadores de microSDs com cartões genéricos inseridos. Evidentemente, produtos assim não oferecem tecnologias embarcadas para garantir a integridade de dados, e muitas vezes também apresentam capacidade inferior à descrita.

Continua após a publicidade

Contudo, marcas especializadas em dispositivos de armazenamento também estão vendendo produtos legítimos, mas de baixíssima qualidade e com chips NAND remanufaturados. Apesar de a CBL não ter revelado quais marcas e modelos foram os mais problemáticos, fica o alerta para evitar salvar itens importantes em drives USB, ou mesmo cartões de memória, especialmente nos modelos mais baratos.

O ideal é utilizar a solução apenas para transporte temporário e acesso rápido em máquinas que não dispõem de conectividade de rede, e optar por um bom serviço de nuvem para um armazenamento mais seguro.

Continua após a publicidade

Fonte: The Register