Publicidade

O Galaxy S21 ainda vale a pena em 2023?

Por| Editado por Léo Müller | 15 de Fevereiro de 2023 às 14h40

Link copiado!

Erick Teixeira/Canaltech
Erick Teixeira/Canaltech

Muitas pessoas podem não gostar do Galaxy S21 5G por ter chipset Exynos em vez de Snapdragon, ou pela construção de plástico vista como “indigna” de celular top de linha, mas acho seguro dizer que ele ainda é uma boa opção em 2023 por alguns fatores que gostaria de pontuar neste artigo.

Nós já produzimos inúmeros materiais a respeito do Galaxy S21, como review, comparativos e teste de câmera, então o intuito dessa pauta não é analisar o smartphone novamente. A ideia, aqui, é mostrar se vale a pena comprá-lo agora, após o lançamento da família Galaxy S23.

Continua após a publicidade

Galaxy S21 5G envelheceu bem

O Galaxy S21 envelheceu muito bem com dois anos de vida. A tela Full HD Super AMOLED 2X de 120 Hz continua uma das melhores que já testei num top de linha; já o design, apesar de ser de plástico, ainda é muito bonito — e acho a cor violeta com dourado é excepcional.

Quanto ao desempenho, sei que os chipsets Exynos não caíram nas graças dos consumidores por vários problemas de desempenho e inferioridade em relação ao Snapdragon ao longo dos anos — acredite, também sofri com Galaxy S20 equipado com o esquentadinho Exynos 990.

Continua após a publicidade

Mas o Galaxy S21 felizmente solucionou muitos dos problemas do Galaxy S20. Eu usei o aparelho como principal por mais de um ano e, apesar de se manter com Exynos, no caso o processador Exynos 2100, notei um desempenho e eficiência energética bem melhores. Além do chipset melhor, ele tem 8 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno.

Não direi que ele continuará rodando tudo com os “pés nas costas”, pois jogos mais pesados já não funcionarão muito bem no Galaxy S21 por conta da idade. Entretanto, se seu perfil de uso for mais casual como o meu — com bastante rede social, fotografia e games menos exigentes — o smartphone ainda dá conta do recado.

Mais algumas versões do Android à vista

Importante mencionar que o top de linha antigo da Samsung faz parte da lista de smartphones da marca que receberão quatro versões do Android e cinco anos de atualizações de segurança. Isto é, considerando que o S21 chegou ao mercado em 2021 com Android 11, ele deve ser atualizado até o Android 15, o que é excelente.

Continua após a publicidade

Inclusive, no finalzinho do ano de 2022 ele já havia sido atualizado para o Android 13 com One UI 5, introduzindo tela de bloqueio personalizável, mais opções de temas dinâmicos, agrupamento de widgets, melhorias na integração com o Windows 11 e uma série de mudanças internas herdadas do Android 13 do Google.

Câmeras ainda muito competentes

As câmeras traseiras do Galaxy S21 estão entre as coisas que mais gosto nele, mesmo após dois anos de vida. Estamos falando de um conjunto ainda bem atual, com três lentes traseiras — principal e ultrawide de 12 MP, telefoto de 64 MP — e câmera frontal de 10 MP.

Como já adiantamos no nosso review completo, o Galaxy S21 5G se sai muito bem em diversas condições de iluminação graças às boas correções de ruído e textura do algoritmo de inteligência artificial. Já o HDR eficaz ajuda a evitar que as fotos fiquem estouradas.

Continua após a publicidade

Melhor que o S21 FE… na situação certa

Quem acompanha o mercado de celulares, mais especificamente os lançamentos da Samsung, sabe que as variantes FE (Fan Edition) substituem o modelo padrão da linha Galaxy S após algum tempo. É o caso do Galaxy S21 FE 5G, que já tomou o lugar no S21 e é o único da família vendido oficialmente.

Continua após a publicidade

No entanto, se seu orçamento for mais limitado, de forma que não seja possível gastar mais de R$ 2.500 num Galaxy S21 FE 5G novo, adquirir um S21 usado é a melhor opção. Ele tem câmeras, configurações e tela melhores, perdendo apenas na autonomia de bateria.

Quanto ao preço, pesquisei tanto na OLX quanto no Marketplace do Facebook, duas das plataformas de troca e venda de produtos mais populares no Brasil, e encontrei o Galaxy S21 5G em boas condições por menos de R$ 2.000.

Por outro lado, o Galaxy S21 FE novo custa, em média, R$ 2.600, como mostrado na página do produto do comparador de preços Zoom. É um valor considerado alto para o aparelho, ainda mais por já ter sido visto por menos de R$ 2.500 algumas vezes em 2022.

Galaxy S21 5G vale a pena em 2023?

Continua após a publicidade

O Galaxy S21 5G ainda é um baita aparelho e conheço pessoas muito felizes com ele. O desempenho é agradável, a tela e as câmeras são de qualidade, o carregamento super-rápido de 25 W é ótimo, as atualizações de software por mais dois anos são suficientes. Resumindo, tudo ainda deve funcionar muito bem para a maioria dos usuários.

Entretanto, vale considerar que o S21 5G já não é mais vendido oficialmente pela Samsung, portanto você tem apenas a opção de comprá-lo usado ou seminovo, normalmente custando em torno de R$ 2.000. O aparelho até pode ser encontrado em estado de novo em alguns varejistas, mas não o recomendo dessa maneira porque os preços tendem a ser mais altos.

Caso você não queira comprar o Galaxy S21 usado, seja por receio ou simplesmente vontade, mas também possui um orçamento limitado, minha recomendação é comprar um smartphone intermediário premium da Samsung, como o Galaxy A53 5G. Ele é um modelo muito competente em sua categoria e deve ser manter atualizado por bastante tempo.