CEO do Dropbox e amigo de Zuckerberg, Drew Houston é novo diretor do Facebook

Por Wagner Wakka | 04 de Fevereiro de 2020 às 13h40
AP
Tudo sobre

Facebook

Saiba tudo sobre Facebook

Ver mais

Após o escândalo do Cambridge Analytica, acionistas do Facebook começaram a demonstrar descontentamento com Mark Zuckerberg, pedindo, inclusive, a saída do fundador. Contudo, a mesa diretora da companhia sempre vota pela permanência do CEO. Agora, ele pode estar até mais protegido dentro da companhia com a chegada de outro aliado.

A diretoria do Facebook anunciou nesta segunda-feira (3) a entrada de Drew Houston como novo integrante. Ele não só é conhecido como um dos fundadores e CEO do Dropbox, mas também um dos amigos mais próximos de Zuckerberg.

Esta é a segunda mudança na mesa após a saída de Susan Desmond-Hellmann em outubro de 2019. Ela era a líder independente do grupo, o que, dentro da companhia, é relativo a assuntos financeiros não ligados a negócios. Pela aproximação entre Zuckerberg e Houston, o CEO do Dropbox não pode assumir a posição, que permanece vazia.

Em entrevista à Bloomberg, Houston revelou que ficou muito próximo do chefão do Facebook depois de eles passarem por um quadro semelhante de abertura de capital na Bolsa de Valores. Zuckerberg teria ajudado Houston com dicas no processo de tornar o Dropbox uma empresa pública.

Drew Houston, novo diretor do Facebook (Foto: Divulgação/Facebook)

Com conhecimento em armazenamento em nuvem e segurança de dados, Houston pode ajudar a aprimorar os sistemas de criptografia da empresa, principalmente para o Messenger e WhatsApp.

Acionistas pediram a saída de Zuckerberg do cargo duas vezes nos últimos dois anos: no fim de 2018, após o Cambridge Analytica, e no meio do ano passado. A crítica é de que o CEO não saberia lidar com os problemas de segurança e privacidade da plataforma. Ainda, os acionistas reclamam que o Zuckerberg tem excesso de poder dentro da empresa.

Apesar disso, a mesa diretora decidiu por manter o executivo na liderança mesmo assim. Além da entrada de Houston, a saída do CEO da Netflix, Reed Hastings, da diretoria no ano passado também foi um passo em favor de Zuckerberg. O líder da empresa de streaming era conhecido por ser crítico com a liderança do Facebook.

Atualmente, fazem parte do conjunto de diretores: Zuckerberg, Peggy Alford do PayPal, Marc Andreessen da Andreessen Horowitz, Kenneth I. Chenault do General Catalyst, Sheryl K. Sandberg do Facebook, Peter A. Thiel do Founders Fund, Jeffrey D. Zients do the Cranemere Group, além de Houston agora.

Fonte: Facebook, Bloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.