Google compra startup britânica de inteligência artificial DeepMind

Por Redação | 27.01.2014 às 13:05
photo_camera Divulgação

A noticia de que o Google quer investir na robótica parece promissora. Nos últimos meses, a empresa adquiriu uma série de startups e outras companhias do setor para ampliar sua participação nessa indústria, entre elas a Boston Dynamics, que fabrica robôs humanoides para o Pentágono (Estados Unidos), e mais recentemente a Nest Labs, que produz termostatos inteligentes para casas.

E as aquisições da gigante das buscas não acabam por aí. De acordo com informações dos sites Re/code e 9to5Google, a companhia confirmou no último domingo a compra da startup britânica de inteligência artificial DeepMind Technolgies. Não foram revelados valores exatos, mas a informação é que as negociações foram concretizadas entre US$ 400 e US$ 500 milhões. Larry Page, CEO do Google, teria conduzido pessoalmente a transação.

Fundada em 2012 na cidade de Londres, no Reino Unido, a DeepMind é conhecida por desenvolver algoritmos que permitem que vários tipos de software, como simuladores, sites de comércio online e jogos eletrônicos consigam aprender e se adaptar ao comportamento dos usuários. No entanto, não foram as criações da startup que chamaram a atenção do Google, mas sim os talentos que integram o time da DeepMind.

Segundo especialistas estrangeiros, o motivo da aquisição é trazer os quase 50 funcionários da empresa para trabalhar no Google. Entre eles está Jaan Tallinn, desenvolvedor de aplicativos como Skype e o serviço de música Kazaa, Demis Hassabis, um dos neurocientistas mais respeitados pela comunidade científica, e o pesquisador Shane Legg. Os três são os fundadores da DeepMind.

Planos

Ainda não está claro o que o Google pretende fazer com tantas startups de tecnologia futurista. O que se sabe até o momento é que a companhia quer construir uma nova geração de robôs para automatizar vários setores da indústria nos próximos anos. A divisão de robótica será comandada por ninguém menos que Andy Rubin, o engenheiro por trás do sistema operacional móvel Android.

Ao longo do ano passado até agora, o Google adquiriu sozinho mais de doze empresas ligadas a hardware e software de robótica e inteligência artificial. Além da Boston Dynamics e da Nest Labs, figuram na lista a Holomni, especialista em design e produção de rodas inteligentes, e a Makani Power, que fabrica turbinas eólicas.

Também vale lembrar que, em 2012, a companhia contratou Ray Kurzweil, considerado um dos principais nomes da inteligência artificial. No ano seguinte, em maio, anunciou uma parceria com a Agência Espacial Americana (NASA) e com várias universidades para lançar o Quantum Artificial Intelligence Lab.