Publicidade

iPhone mais seguro: 3 novas funções de privacidade do iOS 18

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 13 de Junho de 2024 às 11h00

Link copiado!

Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Tudo sobre Apple

A Apple levou novas funções de privacidade ao iOS 18 para deixar o iPhone mais seguro. Além do bloqueio de apps com Touch ID ou Face ID, o sistema ganhou um gerenciador de senhas e conta com um sistema para rodar os modelos do Apple Intelligence na nuvem sem coletar dados. Confira agora três recursos do novo sistema da Maçã que fortalecem sua segurança e privacidade no dia a dia.

3 novas funções de privacidade do iOS 18

O Canaltech listou as principais novidades de privacidade do novo iOS:

Continua após a publicidade

1. Bloqueio de apps

Assim como em celulares Android, o iOS 18 oferece um recurso nativo para bloquear o acesso a aplicativos. A ferramenta é habilitada através da tela inicial e exige a autenticação pelo reconhecimento facial (Face ID) ou pelo leitor de digitais (Touch ID) para abrir o software.

Além disso, os proprietários do iPhone conseguem esconder o app na pasta conhecida como “Oculta”. Essa área mantém os programas que precisam de uma camada de proteção extra, como aplicativos de banco, do trabalho e afins. Para manter a segurança e privacidade, o diretório também depende de uma autenticação para ser acessado.

O Canaltech está no WhasApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

2. Gerenciador de senhas

Gerenciadores de senhas são ferramentas importantes para criar acessos seguros a sites e apps. Anteriormente, esse serviço era oferecido pelo iCloud Keychain, que sincronizava as credenciais salvas entre os dispositivos da Apple. Agora, a empresa separou o recurso das configurações dos sistemas para disponibilizá-lo em um app independente: o Senhas.

O app segue os passos de outros serviços populares, como o 1Password e LastPass, e oferece um cofre para guardar senhas de sites e apps, passkeys, códigos de autenticação em duas etapas (2FA), dados de redes Wi-Fi e muito mais. Também há uma opção para compartilhar as credenciais com a família e uma área com recomendações de segurança.

Continua após a publicidade

3. Private Cloud Compute

O Apple Intelligence vai priorizar o processamento dos dados e requisições no próprio celular, tablet ou computador. Contudo, dependendo da tarefa, o dispositivo não tem a capacidade necessária para atender a requisição. Para esses casos, a Apple revelou o Private Cloud Compute com o objetivo de rodar os modelos na nuvem com privacidade.

Em termos gerais, o Private Cloud Compute permite que os modelos hospedados em servidores sejam utilizados pelos usuários sem armazenar dados. Dessa forma, segundo a Apple, a arquitetura na nuvem apenas utiliza essas informações apenas para atender às requisições.