O que é virtualização?

Por Ultradownloads
Máquinas virtuais

Virtualização é uma técnica que permite que uma aplicação de um sistema operacional (ou mesmo um sistema operacional inteiro) rode dentro de outro sistema. É o mesmo que abrir uma distribuição do Linux no Windows e rodá-lo como um software, ou instalar um aplicativo de Windows, como o Photoshop, dentro do Linux.

Complicado? Nem tanto. Existem muitos programas ou mesmo particularidades de um sistema operacional úteis a um determinado público (programadores, ou aqueles que usam plataformas diferentes simultaneamente), e a virtualização é a solução mais simples para ter todos os softwares e recursos necessários em uma máquina só, tornando-a mais fácil de gerenciar. Quase todos os computadores vendidos atualmente possuem recursos mais que suficientes para hospedar dois (ou mais) sistemas operacionais ao mesmo tempo, sem perda de desempenho significativa.

O próprio Windows 7 possui um recurso de virtualização embutido, que permite que softwares desenvolvidos para rodar no Windows XP e até mesmo do bom e velho DOS sejam executados sem modificação. Para experimentar, clique no Menu Iniciar, digite "cmd" na busca, tecle Enter e você terá acesso ao DOS com todas as suas funcionalidades. =)

Embora a visão mais comum que as pessoas têm da aplicação dessa técnica seja a de um grande servidor ou datacenter rodando vários sistemas operacionais ao mesmo tempo, com configurações complicadas e voltado para empresas, o usuário comum também pode se beneficiar dela. Mas como?

Se seu computador for relativamente recente, você pode fazer isso em casa. E por que fazer isso? Por exemplo, muitas impressoras um pouco mais antigas só possuem drivers e funcionam apenas no Windows XP, e imagine que você comprou um computador com o Windows 7. Utilizando softwares como o Oracle VirtualBox ou o VMware Player, ambos gratuitos, você pode rodar o Windows XP como uma máquina virtual dentro do Windows 7 e instalar os drivers nele, utilizando a sua impressora normalmente. Pode também testar um outro sistema operacional, como o Linux ou o Unix, sem fazer qualquer modificação no seu computador. Essas são apenas algumas das aplicações que a virtualização oferece.

Mas como essa técnica funciona?

Vejamos um exemplo na indústria, onde a virtualização é utilizada para extrair o máximo de desempenho com o hardware disponível, já que raras são as vezes em que um servidor está utilizando 100% de sua capacidade de trabalho (processamento, memória, disco, etc). Agora imagine que um servidor possui um processador dual-core e quatro discos rígidos, e uma empresa precise disponibilizar dois sistemas operacionais ao mesmo tempo, como o Windows XP e o Windows 7.

Porém, antes de decidir pela compra do novo equipamento, esta empresa observa que o servidor atual utiliza em média somente 40% do poder de processamento da máquina e apenas 10% da capacidade de disco. É aí que pode entrar a virtualização. Com a ajuda de um software, duas máquinas virtuais são criadas em cima de uma camada de emulação, que diz para cada sistema operacional que ele tem um processador de apenas um núcleo e dois discos. Supondo também que o Windows XP e o Windows 7 exijam os mesmos requisitos, teremos o mesmo computador rodando os dois sistemas ao mesmo tempo, dividindo os recursos por dois e utilizando 80% do processamento e 20% do disco. Isso tudo foi possível sem gastar nada, utilizando somente a tecnologia de virtualização!

Sobrou alguma dúvida sobre virtualização? Tem algo a acrescentar? Fale para nós!

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.