Samsung prepara nova geração de chips Exynos para 2023

Samsung prepara nova geração de chips Exynos para 2023

Por Lupa Charleaux | Editado por Wallace Moté | 25 de Maio de 2022 às 16h40
Samsung

A Samsung já está trabalhando na próxima geração dos processadores Exynos, mostrando que segue firme na luta para entregar uma alternativa para soluções de Qualcomm e MediaTek em seus produtos. Segundo informações do portal holandês Galaxy Club, a empresa sul-coreana estaria desenvolvendo um chipset intermediário e um modelo premium, que deve ser usado na linha Galaxy S23 em mercados selecionados.

As primeiras informações indicam que o SoC com o número de série S5E8535 já passa por testes internos. O suposto chipset de médio porte pode ser o sucessor do Exynos 1280, modelo usado no Galaxy A33 e Galaxy A53 e que possui o código interno S5E8525.

Na categoria premium, o processador S5E9935 deve suceder ao S5E9925 — hoje conhecido como Exynos 2200. Com detalhes ainda escassos, não há informações se o chipset contará com uma atualização da GPU Xclipse 920 desenvolvida em parceria com a AMD, mas é provável que grandes mudanças sejam feitas para corrigir pontos criticados no modelo atual.

O Galaxy Club também não informou as possíveis específicações técnicas dos futuros chips, como o processo de fabricação e a velocidade de clock das CPUs. Contudo, é esperada uma considerável evolução comparada com a geração atual.

O chipset Exynos 2200 entregou um resultado bem abaixo do esperado mesmo em celulares da própria Samsung (Imagem: Reprodução/Samsung)

O futuro dos processadores Exynos

A recente notícia é uma pequena prévia sobre o futuro dos chips Exynos da Samsung. Recentemente, as divisões de smartphones e de processadores da sul-coreana anunciaram uma parceria para o desenvolvimento de chipsets dedicados para a linha Galaxy.

Essa mudança de estratégia ocorre após os problemas de desempenho dos processadores Exynos 2200 e Exynos 1280 nos celulares da própria marca. Anteriormente, o setor de semicondutores atuava de maneira “independente”, como apenas mais um fornecedor, sem idealizar projetos pensados especialmente para os dispositivos da própria casa.

Previsto para 2025, o primeiro processador dedicado para a série Galaxy deve ampliar a integração entre software e o hardware da marca, algo semelhante ao que é feito pela Apple e recentemente pelo Google com o SoC Tensor dos celulares Pixel.

Chips Exynos ainda devem continuar dividindo espaço com os modelos Snapdragon da Qualcomm (Imagem: Divulgação/Samsung)

Exynos seguiriam como alternativa aos chips Snapdragon

Recentes rumores sugerem que a Samsung poderia adotar os processadores Snapdragon da Qualcomm nos telefones topo de linha. Entretanto, é possível que a série Galaxy S23 possa ser lançada em alguns mercados com o chipset S5E9935 em 2023.

Então, esse processo deve continuar acontecendo até a conclusão do desenvolvimento dos processadores totalmente proprietários da sul-coreana. Como mencionado, a produção em larga escala desses modelos não deve ser iniciada antes de 2025.

Fonte: Galaxy Club (em holandês)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.