Publicidade

Intel vPro é atualizada e ganha versões para Chromebooks e pequenas empresas

Por| Editado por Wallace Moté | 03 de Março de 2022 às 13h10

Link copiado!

Renan da Silva Dores/Montagem Canaltech
Renan da Silva Dores/Montagem Canaltech
Tudo sobre Intel

Plataforma para empresas focada em segurança e no gerenciamento de múltiplas máquinas, a Intel vPro acaba de ser atualizada recebendo diversos novos recursos pensados para fortalecer a proteção dos usuários, facilitar o controle dos dispositivos e expandir o acesso ao serviço. Além de ganhar suporte aos processadores Alder Lake de 12ª geração, a nova versão da vPro atende agora companhias que utilizam Chromebooks, bem como pequenos e médios negócios.

Novidades da nova geração Intel vPro

A primeira grande novidade da nova geração da Intel vPro é a chegada das máquinas equipadas com processadores Alder Lake de 12ª geração, munidos de arquitetura híbrida. Segundo a Intel, a estreia dos componentes proporciona saltos de até 27% em desempenho e responsividade para notebooks em comparação a um Core i7 de 11ª geração Tiger Lake, e até 41% melhor performance frente ao Ryzen 7 PRO 5850U.

Continua após a publicidade

Nos desktops, o avanço seria ainda maior, especialmente diante dos concorrentes, com 21% melhor desempenho contra um Core i9 da 11ª geração Rocket Lake, e até 46% em comparação com um Ryzen 7 5700G.

Os ganhos seriam visíveis principalmente na edição de planilhas, análise de dados e durante videoconferências, bem como em situações em que essas tarefas estão sendo executadas simultaneamente, momento em que as CPUs são mais requisitadas.

A chegada dos chips Alder Lake também turbinaria as capacidades de colaboração e conectividade, com destaque para o segmento de laptops, que agora trazem Wi-Fi 6E (Gig+) e portas Thunderbolt 4. Além disso, a certificação Intel Evo retorna em sua 3ª geração, complementando os recursos de segurança e gerenciamento da plataforma vPro com a responsividade e os recursos premium dos desktops e notebooks Evo para oferecer "o melhor do melhor".

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Outra novidade é a atualização do Intel Threat Detection, reforçado por Inteligência Artificial para detectar ameaças de maneira mais eficiente que soluções concorrentes. A Intel destaca como, durante uma demonstração na CES 2022, um sistema Intel vPro com a versão atualizada do Threat Detection detectou instantaneamente a instalação de uma ameaça, graças à análise de IA, enquanto uma máquina concorrente não acusou a invasão.

Melhorias também foram feitas no Intel Hardware Shield, a camada de proteção aplicada no silício dos processadores. Entre as novidades estão recursos de segurança a nível de hardware para máquinas virtuais, aprimoramentos no chipset para aumentar a proteção contra injeção de códigos maliciosos, fortalecimento das proteções contra ataques abaixo da camada do sistema operacional e mais.

Um ponto interessante esclarecido pela gigante é a ausência do Microsoft Pluton, chip de segurança desenvolvido em parceria da Intel com Microsoft, AMD, Qualcomm e outras fabricantes. Segundo a empresa, ainda que a solução não tenha sido implementada, a maioria dos recursos de proteção já está disponível em processadores vPro há muito tempo.

Continua após a publicidade

A Intel diz ainda ter trabalhado para garantir que os clientes tenham uma experiência de configuração e gerenciamento bastante facilitada, prometendo, por exemplo, que a transição do Windows 10 para o Windows 11 seja feita sem problemas. A empresa diz ainda oferecer melhor integração com o novo cenário de trabalho global, agora baseado no home office ou em abordagem híbrida, agilizando a colaboração entre os funcionários, onde quer que estejam.

Intel vPro chega ao Chrome OS e pequenas empresas

Outra novidade trazida pela companhia é a Intel vPro for Chrome que, como o nome sugere, é uma edição da vPro para Chromebooks, uma das principais solicitações de potenciais clientes da gigante.

Continua após a publicidade

O lançamento traz todos os recursos da vPro para Windows ao Chrome OS, incluindo proteção a nível de hardware, e promete turbinar a produtividade, facilitar o trabalho conjunto entre colaboradores e oferecer a alta proteção pela qual a plataforma é reconhecida.

Assim como a versão tradicional, a vPro for Chrome também ganhou acesso aos novos chips Alder Lake de 12ª geração, e por aqui as promessas de ganho de desempenho são ainda mais marcantes, especialmente frente aos concorrentes. A companhia afirma que os novos Chromebooks com CPUs Alder Lake serão até 48% mais responsivos para navegação, e 6% mais potentes para aplicações web que um Core i7 de 11ª geração.

Em comparação ao AMD Ryzen 7 3700C, chip mais potente da rival para Chromebooks no momento, ainda baseados nos antigos núcleos Zen+, os números são mais expressivos — os processadores de 12ª geração seriam até 2,11 vezes mais responsivos em navegação, e 50% mais potentes para execução de aplicativos web.

Continua após a publicidade

Concluindo o pacote de novidades, a Intel anunciou a Intel vPro Essentials, versão da plataforma de gerenciamento e segurança destinada a pequenas e médias empresas. A gigante disse também ter recebido inúmeras solicitações para que o serviço fosse disponibilizado em negócios de menor tamanho, respondendo então com a novidade, que traz ajustes pensados para as estruturas menores.

Basicamente, todos os recursos de segurança da Intel vPro tradicional são mantidos na versão Essentials, mas cortes foram realizados nos recursos de gerenciamento, considerando que o número de máquinas presentes em companhias menores não justificaria o suporte às funcionalidades mais robustas.

Entre as funções mantidas estão o acesso remoto via DASH, bem como o gerenciamento via Intel Wi-Fi e através da nuvem com o Intel EMA, em redes conhecidas.

Continua após a publicidade

Novos modelos Intel vPro estreiam em março

Os novos dispositivos atendidos pelas plataformas Intel vPro, vPro for Chrome e vPro Essentials começam a ser disponibilizados já a partir desta quinta-feira, 3 de março, com modelos desenvolvidos por parceiras como Acer, ASUS, Dell, Fujitsu, HP, Lenovo, Panasonic e Samsung, entre diversas outras.

Durante o ano, serão lançados mais de 150 designs comerciais diferentes, em formatos de notebooks tradicionais, variantes com certificação Evo e desktops com verificação do Projeto Athena, utilizando Windows e Chrome OS.