Intel exibe GPU Xe-HPG DG2, chip que equipará placas de vídeo gamer da empresa

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 02 de Junho de 2021 às 17h10
Intel

Enquanto batalha para reconquistar o mercado de processadores após sofrer com os avanços da AMD no segmento, a Intel também trabalha na expansão das GPUs da família Xe. Com um início promissor na forma da linha Iris Xe nos processadores Tiger Lake de 11ª geração, os chips gráficos mais robustos da Intel ainda ensaiam a chegada em desktops, com lançamentos como a modesta Iris Xe MAX.

Nesta quarta, no entanto, uma novidade importante foi divulgada pelo arquiteto-chefe da divisão de gráficos da companhia, Raja Koduri: a primeira foto oficial da Xe-HPG DG2, GPU que equipará as placas de vídeo gamer da fabricante, previstas para estrear ainda neste ano. Apesar de não divulgar muitos detalhes, Koduri trouxe algumas informações interessantes sobre o chip.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Intel Xe-HPG DG2 ganha primeira foto oficial

A GPU mostrada pelo arquiteto é identificada como DG2-512, em referência ao número de unidades de execução (EUs) inclusas no chip, 512 no total. Ao que se sabe, essa é a variante mais poderosa da GPU gamer da empresa, com 4.096 núcleos, 16 GB de memória GDDR6 e clocks na casa dos 2,2 GHz. Ao que parece, o desenvolvimento está em estágio avançado, na etapa de produção e otimização dos drivers para programas e games.

O ponto mais interessante, no entanto, foi a resposta de Raja Koduri a um dos comentários na postagem. Um usuário questionou o executivo se a linha Intel Xe-HPG receberá suporte ao FidelityFX Super Resolution (FSR), que respondeu estar "definitivamente estudando a possibilidade", garantindo que esforços serão feitos para implementar soluções abertas a uso como a tecnologia da rival.

A recém-anunciada FidelityFX Super Resolution da AMD é tida como a concorrente do DLSS da Nvidia, e utiliza Inteligência Artificial para aumentar a resolução de games e reduzir a carga de processamento. Diferente do DLSS, no entanto, o FSR usa um algoritmo para os cálculos em vez de hardware dedicado, e está disponível para inúmeras GPUs modernas e populares, incluindo placas da própria Nvidia, como a GTX 1060.

Koduri destaca também as capacidades da Xe-HPG em Deep Learning (DL), um ramo da Inteligência Artificial, que deve contar ainda com uma função própria para aprimorar a qualidade de imagem e o desempenho, chamada XeSS. É provável que a tecnologia esteja relacionada com recente demonstração feita pela Intel em GTA V, utilizando IA para tornar o game mais realista.

Placa da Intel pode ter desempenho próximo ao da RTX 3080

Paralelo a isso, o canal do YouTube Moore's Law is Dead, conhecido por vazar detalhes de hardware geralmente acertados, divulgou informações sobre o suposto desempenho da DG2. Segundo o rumor, o chip será fabricado no processo de 6 nm da TSMC e deve apresentar consumo na casa dos 235 W, valor relativamente baixo quando comparado às rivais.

A DG2 pode entregar desempenho próximo à RTX 3080, e trazer preço competitivo (Imagem: Moore's Law is Dead/YouTube)

A DG2 deve estar posicionada entre a RTX 3070 e a RTX 3080 em desempenho, sendo referida como uma espécie de "3070 Ti". A placa também trará suporte a Ray Tracing, entregando resultados "competitivos", ainda que a Nvidia deva seguir na liderança nesse quesito. Espera-se que a novidade seja oficializada no último trimestre do ano, entre os meses de outubro e dezembro.

O canal também indica que há a possibilidade de vermos as placas chegarem aos consumidores ainda no final do ano, mas o esperado é que grandes volumes sejam lançados apenas no início de 2022. Por fim, os rumores tratam do preço, que deve ficar entre US$ 349 (cerca de R$ 1.780, em conversão direta) e US$ 499 (R$ 2.550), valor bastante competitivo caso o desempenho oferecido atenda ao esperado.

Fonte: WCCFTech, NotebookCheck

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.