iPhones com Fortnite instalado estão sendo vendidos a preço de ouro

Por Felipe Demartini | 20 de Agosto de 2020 às 11h38

O banimento de Fortnite da loja de aplicativos da Apple levou a um fenômeno, no mínimo, peculiar: iPhones com o game instalado estão sendo vendidos a valores exorbitantes, ultrapassando a marca dos alguns milhares de dólares e de olho em atender os usuários que foram deixados órfãos pela briga entre a Maçã e a Epic Games, que levou ao banimento do título da App Store.

Quem já tinha o game instalado no celular consegue jogar as partidas, pelo menos, até o fim da atual temporada de conteúdo. E até lá, o eBay se tornou a casa desta venda paralela de smartphones, que também vem ganhando corpo no Brasil, com alguns modelos com o título instalado ultrapassando a marca dos R$ 10 mil no Mercado Livre.

Em uma pesquisa rápida, a reportagem do Canaltech encontrou ofertas de até R$ 17 mil por um iPhone 6s com o título rodando. Mais modestos, outros vendedores fixaram preços mais “camaradas” para seus aparelhos — um iPhone XR de 64 GB com o título na memória, por exemplo, pode ser encontrado a partir de R$ 5,5 mil, enquanto um iPhone 11 sai por R$ 10.999. Oficialmente, os aparelhos são vendidos por, respectivamente, R$ 4.299 e R$ 4.999.

Fora do país, preços igualmente altos, com um iPhone X de 256 GB em leilão até o fim da próxima semana e lance atual de US$ 1.550 (aproximadamente R$ 8.500), enquanto um iPhone 7 tem lance inicial de US$ 100, mas preço de venda direta de US$ 8 mil. Caso você prefira um aparelho de tamanho menor, pode optar pelo iPhone SE, que sai por incríveis € 1.900, ou aproximadamente R$ 12,4 mil.

Modelos de iPhone com Fortnite instalado estão sendo vendidos por valores, muitas vezes, acima do dobro praticado por um aparelho novo na loja oficial da Apple (Imagem: Reprodução/Felipe Demartini)

Fenômeno semelhante, por outro lado, não está atingindo os smartphones com Android. No sistema operacional, Fortnite também foi banido da Play Store, mas marketplaces oficiais da Samsung ou da própria Epic Games, por exemplo, ainda permitem a instalação do título. Além disso, sempre é possível fazer a instalação direta do aplicativo nos dispositivos.

Quem acompanha o mercado de games deve se lembrar que esta também não é a primeira vez que algo assim acontece. Em 2015, ao anunciar o cancelamento de Silent Hills, a KONAMI também tirou do ar a demo jogável do game, batizada de P.T., o que fez com que unidades do PlayStation 4 com o game instalado também ganhassem valor em sites de leilão. Da mesma forma, só conseguia jogar o título por meios oficiais quem ainda o tinha instalado no HD do console, apesar de métodos alternativos permitirem isso, também, para aqueles que baixaram a demonstração na época de seu lançamento.

Enquanto isso, a pendenga entre Epic Games, Apple e Google segue. A desenvolvedora de Fortnite abriu processo contra ambas na justiça dos Estados Unidos e acusa as duas de monopólio pelas supostas práticas predatórias praticadas em suas lojas de aplicativos, que obrigam o uso de meios de pagamentos próprios e o pagamento de comissões para a venda de softwares e conteúdo dentro do próprio game.

Em resposta, a Apple anunciou nesta semana o banimento da Epic Games, também, do ambiente de desenvolvimento da Maçã, revogando o acesso da empresa a ferramentas de produção que são utilizadas para a criação de softwares não apenas no iOS, mas também no macOS. Mais uma vez, a discussão se tornou tema de batalha judicial, cujo andamento ainda deve demorar um bocado para acontecer.

Enquanto isso, os jogadores seguem na iminência de ficarem sem Fortnite de forma definitiva em seus dispositivos, a não ser que alguém recue, o que não parece provável diante da situação atual. A compra de um aparelho usado não é recomendada, e muito menos a venda do seu celular com o game instalado, já que para que ele funcione, sua conta de usuário precisa acompanhar o aparelho e, junto com ela, seus dados pessoais.

Fonte: The Next Web

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.