Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Objeto se choca com Júpiter e é registrado em vídeo de astrônomo amador

Por| Editado por Patricia Gnipper | 22 de Novembro de 2023 às 15h43

Link copiado!

NASA, ESA, A. Simon, M.H. Wong
NASA, ESA, A. Simon, M.H. Wong

Mais um objeto atingiu Júpiter. O evento foi registrado em um vídeo de um astrônomo amador do Japão, que capturou o momento em que uma luz brilhou após um objeto se chocar com o gigante gasoso.

Heidi Hammel, cientista que faz parte da equipe do telescópio James Webb, comentou que “o flash brilhante era um bólido, uma estrela cadente na atmosfera de Júpiter”. Não se sabe exatamente se a nova colisão foi causada por pedaços de algum cometa ou, quem sabe, de um asteroide.

Seja o que for o causador do fenômeno, é certo que o objeto mergulhou na atmosfera joviana e foi aquecido pela fricção com os gases. Depois, explodiu e emitiu a luz visível no vídeo.

Continua após a publicidade

Confira:

Segundo Hammel, o objeto era pequeno demais para deixar rastros como aqueles de outras colisões — uma delas aconteceu em 1994, quando pedaços do cometa Shoemaker-Levy 9 atingiram a atmosfera do planeta.

Os impactos deixaram marcas escuras na atmosfera, e contribuíram para que plumas escuras e aquecidas subissem para sua estratosfera. “[O impacto dos pedaços do cometa Shoemaker-Levy 9] realmente renovou nossa compreensão do quão importante é monitorar nossa vizinhança local”, comentou ela.

Continua após a publicidade

Objetos que se chocaram com Júpiter

Júpiter é o planeta mais massivo do Sistema Solar, e, sozinho, tem massa 2,5 vezes maior que todos os planetas da nossa vizinhança — para comparação, a massa do gigante gasoso equivale a 318 vezes aquela da Terra.

Assim, a atração gravitacional do planeta é tão intensa que acaba capturando objetos; alguns colidem com a atmosfera joviana, enquanto outros são lançados por nossa vizinhança no espaço. Por isso, este não vai ser o último impacto observado no planeta.

Continua após a publicidade

Em agosto, outro astrônomo amador do Japão publicou um vídeo de um brilho na atmosfera de Júpiter, também causado pelo impacto de algum objeto. Em 2021, José Luis Pereira, outro astrônomo amador, capturou um evento semelhante no planeta.

Fonte: NASA