Publicidade

Madame Teia | 5 coisas que o trailer revela sobre a história do filme

Por| Editado por Durval Ramos | 16 de Novembro de 2023 às 15h20

Link copiado!

Reprodução/Sony Pictures
Reprodução/Sony Pictures

Madame Teia é a nova tentativa da Sony Pictures de emplacar um filme do universo expandido do Homem-Aranha. O longa estrelado por Dakota Johnson (50 Tons de Cinza) chega aos cinemas no próximo dia 14 de fevereiro e o primeiro trailer divulgado pelo estúdio mostra como ele deve conectar essa história com o passado do herói ao mesmo tempo em que cria ligações com títulos como Venom, Morbius e o vindouro Kraven, o Caçador.

Ainda que um tanto confusas pela mistura de presente e futuro, as primeiras cenas de Madame Teia deixaram bem mais claros quais os rumos que a trama deve seguir. A ideia de termos uma heroína idosa, cega e imóvel foi descartada de vez e sabemos agora que a história deve focar em uma protagonista com capacidade de ver o futuro, criando um clima de urgência e perigo constante que lembra bastante a franquia Premonição. E essas habilidades vão conectá-la não só a uma equipe de Mulheres-Aranha como também a um vilão que parece um Homem-Aranha do mal.

Continua após a publicidade

São detalhes que, à primeira vista, até parecem desconexos, mas que servem de peças de um quebra-cabeça maior e cuja imagem já começa a ser revelada e dar pistas do que está por vir.

5. Madame Teia não é mais uma idosa

O primeiro impacto do trailer é mostrar que Cassandra Webb não é mais uma senhora cega que está sempre sentada em uma cadeira, usando seus poderes psíquicos para manter segura a Teia da Vida. No filme que chega aos cinemas em 2024, ela é uma jovem de franjinha interpretada por Dakota Johnson, uma mudança que pouca gente deve reclamar.

Continua após a publicidade

Essa mudança já era esperada desde o momento em que a atriz foi escalada para viver a protagonista, mas ninguém sabia como ela seria apresentada dentro da trama. Imaginava-se que ela seria alguém com uma doença degenerativa que viria a se tornar a idosa que conhecemos dos quadrinhos, o que o trailer fez questão de descartar.

Ao transformá-la em uma paramédica com poderes de clarividência, Madame Teia encontra uma ótima saída para conectar a personagem às demais heroínas do filme ao mesmo tempo que a torna alvo desse vilão misterioso que se veste como o Homem-Aranha. É a partir desses seus novos poderes, das situações que eles trazem e do interesse que isso desperta no vilão é que devemos ver Cassandra assumir o papel de heroína de fato.

Um detalhe interessante é que, no momento em que vemos todas as demais protagonistas devidamente vestidas como super-heroínas, Cassandra Web não aparece. Isso pode indicar que ela morre ou mesmo que acaba tendo o destino que as HQs lhe reservam de protetora das Teias da Vida, quase como uma guardiã do destino. É uma sinal bem claro de que a personagem deve mesmo desempenhar esse papel central conectando todas as tramas desse universo compartilhado, mesmo que por trás dos panos.

4. A Mulher-Aranha está mesmo no filme

Continua após a publicidade

Sydney Sweeney (Euphoria) já havia confirmado que sua personagem em Madame Teia seria Julia Carpenter, que se transforma na Mulher-Aranha nos quadrinhos. E o trailer revela que ela, de fato, vai aparecer em cena como a heroína nesse filme, com direito a uma roupa bastante fiel à sua contraparte dos gibis.

O trailer apresenta muito pouco da história da personagem. Ela faz pate do grupo de jovens cuja vida parece estar conectada à de Cassandra Webb, conhecendo-a nos corredores de um hospital. Contudo, as teias do destino parecem reservar mais coisas para o seu futuro — até por ser, ao lado da personagem-tíitulo, a figura mais famosa da história.

Não está claro se Madame Teia vai colocar Carpenter como essa super-heroína clássica ou se o trecho que vemos no trailer é somente um vislumbre do futuro e do que a jovem poder se tornar a ser. Só que, independente da abordagem, mostra como a Sony está usando o longa não só para amarrar suas produções, mas também para apontar novos caminhos e possíveis spin-offs. Até por que Sweeney é uma atriz que vem em um ótimo momento da carreira, fazendo muito sucesso em Euphoria, e o estúdio deve estar se apoiando nisso em seus próximos projetos.

Continua após a publicidade

Nas HQs, Carpenter é enganada por uma amiga e é exposta a um soro com veneno de várias aranhas que acaba dando poderes parecidos com os do Homem-Aranha. Ela chegou a participar das Guerras Secretas e fez parte do Vingadores da Costa Oeste, coisas que certamente não acontecerão com a versão dos cinemas.

3. Opa, tem mais Mulher-Aranha

Martha "Mattie" Franklin, sobrinha de J.Jonah Jameson, se torna uma Mulher-Aranha nos quadrinhos após participar de um ritual que poderia trazer poderes, ganhando superforça e capacidade de voar. Uma grande fã do Homem-Aranha, ela começa a se passar por ele e recebe o título de Jessica Drew, a Mulher-Aranha original — que não está no filme.

Continua após a publicidade

Interpretada por Celeste O’Connor (Ghostbusters: Mais Além), o trailer também mostra a jovem Mattie com poderes, que sabe-se lá como ela ganhou, e um uniforme parecido com o do Aranha de Ferro, com braços mecânicos que ajudam no combate.

As cenas divulgadas pela Sony também revelam a presença de Anya Corazon, interpretada por Isabela Merced (Superman: Legacy), que nos quadrinhos já usou o nome de Araña e depois de Spider-Girl. Ela ganha poderes através da Sociedade da Aranha, um grupo que adorava o totem sobrenatural dos deuses-aranha — e que podem estar presentes em Madame Teia.

Depois de perder boa parte de seus poderes, ela assume a alcunha de Spider-Girl após receber o uniforme antigo de Julia Carpenter quando ela se transforma na nova Madame Teia.

Continua após a publicidade

Essas conexões com os quadrinhos podem ser confusas, mas parecem apontar o rumo que o roteiro de Madame Teia deve seguir. Levando em conta essa história dos poderes totêmicos e todo o elemento místico envolvendo a clarividência da protagonista, pode ser que as três novas Mulheres-Aranha ganhem seus poderes graças a essa pegada sobrenatural — ou seria multiversal?

Por serem personagens menores que a própria Madame Teia, é bem possível que elas elas não tenham uma origem tão fiel assim aos gibis. E nem precisam, já que é muito fácil alterar a fonte desses poderes e conectá-los a essa raiz mais transcendental envolvendo a protagonista e que, mais uma vez, serviria como uma ótima conexão com o próprio Homem-Aranha e demais filmes derivados.

O Totem da Aranha é algo que a Marvel trouxe para os quadrinhos em meados da década de 2000 e que deu uma aura mais mística aos poderes de Peter Parker e isso é algo que o filme pode utilizar muito bem. Ao mostrar como as teias do destino estão estrelaçadas, o roteiro dá força à figura de Cassandra Webb ao mesmo tempo em que coloca essas outras heroínas no mesmo patamar daquele que virá a se chamar Homem-Aranha.

2. O vilão é quase um Homem-Aranha

Continua após a publicidade

É revelado no trailer que o grande vilão será Ezekiel Sims, um personagem que existe nos quadrinhos e tem poderes idênticos aos do Homem-Aranha. Nas HQs, é ele quem revela a Peter Parker que seus poderes podem ter surgido de totens sobrenaturais, entrando em uma jornada contra seres que caçam os avatares desses deuses na Terra. Assim, ele não é bem um inimigo, mas um tipo de mentor espiritual do herói.

Já no filme, Ezekiel parece ter ligação com a mãe de Cassandra, que pesquisava aranhas na Amazônia e foi assassinada. Sendo bem diferente dos quadrinhos, em que ele é um homem na casa dos 50 anos, o filme mostra Ezekiel mais jovem, interpretado por Tahar Rahin (O Profeta) e usando um uniforme bem parecido com o do Homem-Aranha. Ainda assim, é possível vê-lo mais velho em determinado momento.

Continua após a publicidade

Segundo Cassandra, Ezekiel pode prever o futuro, já que ele comenta no que as garotas vão se transformar. Isso pode significar que todas as cenas que vemos com as três já com seus uniformes se passam mesmo no futuro. Além disso, essa habilidade pode ser um spoiler imenso do filme, que de fato pode conectá-lo ao universo do Homem-Aranha, por mais absurdo que isso possa parecer.

Outra possibilidade que a origem nas HQs sugere é que, ao contrário do que o trailer dá a entender, Ezekiel pode não ser um vilão querendo acabar com Cassandra e as demais garotas-aranha. Caso Madame Teia siga a lógica dos gibis, ele seria a pessoa que vai apresentar à protagonista sua real vocação como mediadora das teias do destino e mostrar que há uma verdadeira ameaça pairando sobre o mundo.

1. Os Parkers estão no filme?

Logo no começo do trailer, vemos Cassandra tentando salvar pessoas dentro de um carro prestes a cair da ponte. Ela recebe a ajuda de um socorrista, mas o carro cai com ela dentro, fazendo com que a jovem tenha uma visão do nascimento de uma criança. Mas o que isso significa?

Continua após a publicidade

Apesar de o trailer não deixar muito claro, o filme aparentemente não se passa nos dias atuais, mas no começo dos anos 2000. As várias fotos no set de filmagem indicavam isso e, no trailer, há uma cena em que vemos um dos passageiros está jogando um PSP, o videogame portátil da Sony lançado em 2005.

Existe também um rumor que o socorrista parceiro da protagonista, interpretado por Adam Scott (Parks and Recreation), seria Ben Parker. Sim, aquele Ben Parker que nos ensinos que, com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades.

Em fotos tiradas no set de filmagem, ele conversava com a personagem de Emma Roberts (American Horror Story: Coven), que estaria grávida. A principal suspeita é que ela interpretaria Mary Parker, irmã de Ben e mãe de Peter Parker. Assim, a criança do trailer pode ser ninguém menos do que o nosso pequeno Peter.

Continua após a publicidade

Dessa forma, Madame Teia poderia ser uma espécie de prequel de, por exemplo, O Espetacular Homem-Aranha ou mesmo criar um pano de fundo que poderia ser explorado pelo Aranha de Tom Holland ou até mesmo uma nova versão do personagem. Agora, apostamos que você deve ter ficado um pouco mais interessado no filme (por bem ou por mal).

Madame Teia tem previsão de estreia nos cinemas do Brasil para o dia 14 de fevereiro de 2024.