Publicidade

Tesla faz recall de 2 milhões de carros por problemas no piloto automático

Por| Editado por Jones Oliveira | 15 de Dezembro de 2023 às 10h23

Link copiado!

Milan Csizmadia/Unsplash
Milan Csizmadia/Unsplash
Tudo sobre Tesla

A Tesla, aparentemente, vai encerrar 2023 do mesmo modo que passou por todo o ano: envolvida em polêmicas. A montadora do bilionário Elon Musk, que já se envolveu em escândalos sobre assédio moral e sexual, agora terá um enorme abacaxi para descascar. Ou melhor: 2 milhões deles.

De acordo com um relatório da NHTSA, órgão regulador de segurança no trânsito dos Estados Unidos, cerca de 2 milhões de carros da Tesla terão que passar por recall por conta de problemas no sistema de condução autônoma da marca, o Auto Pilot (ou FSD — Full Self-Driving).

Segundo o órgão, a decisão foi tomada após uma vasta investigação sobre uma série de defeitos que o Auto Pilot vem apresentando desde 2021. A NHTSA pontuou que “o design exclusivo da Tesla de seu sistema Auto Pilot pode fornecer engajamento inadequado do motorista e controles de uso que podem levar ao uso indevido".

Continua após a publicidade

“A tecnologia automatizada é uma grande promessa para melhorar a segurança, mas apenas quando for implantada de forma responsável”, disse a NHTSA, em comunicado oficial postado em sua conta no X, antigo Twitter.

Histórico de acidentes

Continua após a publicidade

A preocupação da NHTSA com o sistema de condução autônoma dos carros da Tesla vem de longa data, bem antes de uma investigação formal ter sido aberta. No fim de 2016, após um acidente fatal, a primeira bandeira de atenção foi levantada.

Os casos envolvendo acidentes se acentuaram em 2021 e 2022, com carros autônomos da Tesla colidindo contra policiais e outros veículos parados em rodovias. A partir daí, a investigação ganhou corpo.

Desde então, o órgão regulatório registrou mais de 50 investigações especiais de acidentes que teriam acontecido por conta de falhas no Auto Pilot, o sistema de piloto automático presente nos carros da Tesla.

Continua após a publicidade

A convocação para um recall de quase 2 milhões de carros, anunciada nesse mês de dezembro, é, por enquanto, a cartada final para tentar colocar um fim nas preocupantes falhas de segurança.

Tesla promete atualização e novos controles

A Tesla se posicionou oficialmente sobre a ordem para convocar o recall e já adiantou o que pretende consertar para evitar problemas futuros (e mais graves) em relação ao Auto Pilot em seus carros.

Segundo a montadora, ela vai implementar um software com atualização remota (over-the-air) que irá incorporar controles e alertas adicionais ao sistema Auto Pilot dos carros. A ideia, de acordo com a marca, é "incentivar ainda mais os motoristas a aderirem às suas responsabilidades de direção".

Continua após a publicidade

A Tesla quer, com isso, reforçar que, apesar de o piloto automático dos carros ter "capacidade" para dirigir sem intervenção humana, os sistemas "ainda exigem um motorista completamente atento para assumir o controle do volante a qualquer momento".