Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Stellantis promete produzir carro inédito em Porto Real (RJ)

Por| Editado por Jones Oliveira | 28 de Maio de 2024 às 10h06

Link copiado!

Divulgação/Stellantis
Divulgação/Stellantis

A Stellantis continua revelando, pouco a pouco, como pretende investir os R$ 32 bilhões na indústria automotiva brasileira no ciclo entre 2025 e 2030. Depois de anunciar um aporte de R$ 14 bi para desenvolver motores híbridos em Betim (MG), a novidade, agora, diz respeito à planta de Porto Real, no Rio de Janeiro. E que novidade!

O grupo, dono de marcas como Fiat, RAM, Citroën, Peugeot e Jeep, emitiu um comunicado oficial confirmando que investirá R$ 3 bilhões na região e, dentro deste montante, parte será destinada à produção de um carro inédito no mercado brasileiro.

“O Polo Automotivo Stellantis de Porto Real é estratégico para os planos da nossa empresa na região, contribuindo no desenvolvimento de uma mobilidade segura, sustentável e acessível. Anunciamos mais este importante ciclo de investimentos que apoiará o lançamento de um novo produto, inédito, e que certamente será um forte competidor em nosso mercado”, avisou Emanuele Cappellano, presidente da Stellantis para a América do Sul.

Continua após a publicidade

Além do inédito modelo, que não teve qualquer pista divulgada pelo principal executivo da Stellantis, a planta de Porto Real também será responsável pela produção do Citroën Basalt, SUV coupé que chega ainda este ano para completar a família C-Cubed, hoje representada pelo C3 e pelo Aircross.

Qual será o inédito carro da Stellantis?

Apesar de Emanuele Cappellano não ter revelado nada a respeito do inédito carro que em breve entrará nas linhas de produção da Stellantis em Porto Real, as apostas sobre qual será o modelo que terá a planta carioca como casa já começaram.

O simples fato de ter afirmado que o modelo será “um forte competidor em nosso mercado” foi suficiente para fazer os boatos apontarem para uma possível nacionalização do Jeep Avenger, apontado como sucessor natural do Renegade no Brasil.

A aposta tem sentido, principalmente pelo fato de o SUV compacto utilizar a mesma plataforma dos modelos da Citroën que hoje utilizam de forma exclusiva as linhas de produção de Porto Real: o C3, o Aircross e, em breve, o Basalt.

Na Europa, o Jeep Avenger é vendido em duas versões: uma híbrida, com motor 1.2 turbo e sistema elétrico de 48 volts, e outra 100% elétrica. O modelo tem dimensões menores que as do Renegade, e mede o mesmo que um Fiat Pulse, com 4,08 metros de comprimento e 2,56 m de entre-eixos. Será que é o Avenger o carro inédito prometido para Porto Real? Comente conosco em nossas redes sociais.

Continua após a publicidade