Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review Porsche Taycan 4S Cross Turismo | Uma “perua” de respeito

Por| Editado por Jones Oliveira | 26 de Junho de 2023 às 08h25

Link copiado!

Review Porsche Taycan 4S Cross Turismo | Uma “perua” de respeito
Review Porsche Taycan 4S Cross Turismo | Uma “perua” de respeito

“E aí, doutor: esse é híbrido ou 100% elétrico? É bem diferente dos outros Porsche”. Essas foram as frases mais ouvidas pela reportagem do Canaltech em praticamente todos os lugares pelos quais passamos durante os dias de teste ao volante do Porsche Taycan 4S Cross Turismo.

O modelo, na verdade, é realmente diferente dos outros Porsche, inclusive dos elétricos da mesma família já testados por nós, como o Taycan 4S e o Taycan Turbo S. E por que? Porque o Taycan 4S Cross Turismo é um dos últimos representantes de um segmento que hoje praticamente inexiste no Brasil — o das station wagons, por aqui conhecidas como “peruas”.

Lançado no mercado verde-amarelo em 2021, o Taycan 4S Cross Turismo não lembra em nada (e nem poderia, obviamente) as “peruas” que costumavam passear pelas ruas brasileiras, como a Belina (Ford), a Caravan (Chevrolet) ou a Variant (Volkswagen). Afinal, ele é derivado do sedan que carrega em seu DNA toda a esportividade da icônica marca alemã.

Continua após a publicidade

É bom frisar que a perua elétrica da Porsche não é tão potente quanto o Taycan GTS ou o Turbo S, pois herdou as configurações do 4S, versão de entrada da linha do sedan. Isso não significa, porém, que os dois motores elétricos, instalados um em cada eixo, decepcionam. Muito pelo contrário.

O Taycan 4S Cross Turismo também é uma verdadeira máquina sobre rodas, que entrega ao motorista 490cv de potência (571 com controle de largada) e 66,3 kgf/m de torque imediato. Números suficientes para mostrar que a perua não nega ser um verdadeiro Porsche.

Confira a seguir todas as impressões do Canaltech a respeito do modelo.

Conectividade e Segurança

O Porche Taycan 4S Cross Turismo não deve nada aos demais membros da família no pacote Conectividade e Segurança. Afinal, também apresenta o painel com três telas multimídia, além de uma quarta no console e uma outra dedicada aos passageiros do banco de trás, mas com menos funções disponíveis.

Em termos de segurança, o pacote básico já é digno de elogios. A perua da família elétrica da Porsche oferece 6 airbags, sensores de estacionamento traseiro, câmera traseira, controle eletrônico de amortecimento, assistente de estacionamento semiautomático, leitor de placas de trânsito e muito mais.

Continua após a publicidade

Segundo a Porsche, o suporte de estacionamento ativo remoto, que permite ao condutor descer do carro e observar o Taycan 4S Cross Turismo parar sozinho na vaga, não está disponível para os modelos à venda no Brasil. Por lá, ele funciona em conjunto com o MyPorscheapp e o Porsche Connected.

Por falar em conectividade, o Porsche Taycan 4S Cross Turismo também brilha nesse departamento. O modelo oferece as já citadas 5 telas (no pacote mais completo) para infotenimento e controle de climatização do carro. Além disso, tem os seguintes itens:

  • Carregamento wireless para smartphones
  • Sistema de som High End Surround 3D da Burmester
  • Pacote Sport Chrono
  • Ronco simulado de motor
  • Bancos esportivos com 18 níveis de ajustes
Continua após a publicidade

Conforto e Experiência de uso

O calcanhar de Aquiles para quem pensa em ter o Taycan 4S Cross Turismo como principal carro da família (e tem condições financeiras para isso) é a autonomia. Durante o tempo que a reportagem do Canaltech passou com o Porsche, a cada acelerada mais forte (e você VAI querer acelerar forte muitas vezes), um calafrio subia pela espinha ao ver a carga da bateria se esvaindo rapidamente.

A montadora alemã declara que a perua da família Taycan pode rodar entre 415 e 488 quilômetros em percurso misto e 370 em trajetos de longo alcance, como nas rodovias, mas, na prática, foi um sufoco conseguir passar um pouquinho dos 260 quilômetros, incluindo 150 de uma viagem ida e volta para Jundiaí, sem temer que a bateria terminasse.

Continua após a publicidade

Autonomia à parte, a experiência de uso do Taycan 4S Cross Turismo foi um deleite, muito por conta do conforto que a perua elétrica da marca alemã proporciona a todos os ocupantes. O espaço é generoso, tanto para o motorista e seu acompanhante da frente quanto para os passageiros do banco de trás.

E não é para menos, já que as dimensões do carro são bastante imponentes — 4,97 metros de comprimento, 1,96 m de largura, 1,30 m de altura e com 2,90 m de entre-eixos. Esses números fazem do Taycan 4S Cross Turismo um carro confortável em qualquer um dos assentos que você esteja.

A tocada da perua Porsche também é digna de aplausos, pois seus motores elétricos de 190cv de potência entregam, de forma combinada, 490cv (571cv no controle de largada) e 66,3 kgf/m de torque ao motorista, números suficientes para fazer o carro sair do 0 absoluto aos 100 km/h em apenas 4,1 segundos (no controle de largada), de acordo com a montadora. A velocidade máxima real declarada é de 240 km/h.

Continua após a publicidade

A ideia, porém, até por conta do problema relacionado à autonomia, é usar o Taycan 4S Cross Turismo com “moderação”. E o elétrico alemão, até por conta da suspensão mais elevada que os demais membros da família, torna a tarefa de encarar o trânsito do dia-a-dia muito mais prazerosa. E se você pensa que pode sentir falta do ronco de um motor 6 cilindros, basta ligar o “simulador”, diretamente na central multimídia, para ser envolvido por um som futurista, mas hipnotizante.

Design e Acabamento

Continua após a publicidade

Falar do design do Taycan 4S Cross Turismo chega a ser covardia. Afinal, esse modelo da Porsche foi eleito o carro “mais desejado e mais bonito do Brasil” com preços acima de R$ 300 mil pelo júri especializado da Exame.

O prêmio não foi dado por acaso, e isso fica nítido já à primeira olhada. As linhas da carroceria do Taycan 4S Cross Turismo têm a assinatura esportiva da Porsche, mas com uma elegância superior aos modelos esportivos a combustão da marca alemã.

A linha do teto menos inclinada torna o carro mais confortável para os ocupantes, principalmente no banco traseiro, e o visual é mais ousado do que o Taycan tradicional, com a possibilidade de ficar ainda mais “nervoso” com o “Off Road Design”, recurso que aumenta a distância do solo em 1 centímetro.

Continua após a publicidade

Por dentro, o acabamento é característico dos carros elétricos da Porsche, com destaque para as 5 telas enormes formando o sistema de infotenimento — três à frente, uma no console e uma para os passageiros do banco de trás.

O acabamento das portas, painéis e demais componentes é feito com material de primeira qualidade, e o capricho pode ser notado nos mínimos detalhes. Algo que o cliente da marca já se acostumou em outros modelos.

Concorrentes

Continua após a publicidade

O Porsche Taycan 4S navega sozinho no segmento das peruas elétricas no Brasil, mas há um modelo que pode ser apontado como concorrente, apesar de ser um representante da família dos SUVs.

Estamos falando da BMW iX XDrive50, que também já testamos aqui no Canaltech. O imponente modelo alemão leva vantagem sobre o Porsche no quesito autonomia, pois oferece até 528 quilômetros de alcance por carga, segundo a marca.

Em termos de esportividade, porém, a perua da Porsche leva a melhor, pois tem em suas linhas agressivas a característica marcante da família. O modelo da BMW também leva a pior quando o assunto é preço, pois custa R$ 846.950 em sua variante topo de linha, quase R$ 100 mil a mais que o Taycan 4S Cross Turismo.

Continua após a publicidade

Porsche Taycan 4S Cross Turismo: vale a pena?

A conclusão após passar um tempo de posse do Porsche Taycan 4S Cross Turismo é simples e direta: se você tem condições financeiras para comprar a perua elétrica e não se importa de ficar meses na fila de espera, SIM, o investimento vale a pena.

Continua após a publicidade

Afinal de contas, quem desembolsar o mínimo de R$ 775 mil pelo modelo terá em mãos um carro belíssimo, recheado de tecnologia, gostoso de dirigir, muito potente e, ainda por cima, ecologicamente correto.

*A unidade do Porsche Taycan 4S Cross Turismo avaliada neste review foi gentilmente emprestada ao Canaltech pela Porsche do Brasil.