Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Matar o Windows Phone foi um erro segundo CEO da Microsoft

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 25 de Outubro de 2023 às 12h10

Link copiado!

Microsoft
Microsoft
Tudo sobre Microsoft

A tentativa da Microsoft para competir no mercado de celulares contra Android e iOS foi conturbada e terminou em 2019, com o fim do suporte oficial da empresa para o Windows 10 Mobile (antigo Windows Phone). O CEO da Gigante de Redmond, Satya Nadella, considera que esse fim foi um erro.

Em entrevista ao Business Insider, Nadella foi perguntado sobre algum erro estratégico pelo qual se arrependia, e o executivo logo lembrou da experiência com celulares:

A decisão que eu penso que muitas pessoas falam sobre — e uma das decisões mais difíceis que eu fiz quando me tornei CEO — foi a nossa saída do que considero o celular, como era definido na época. Eu acho que poderiam existir jeitos para fazer isso funcionar, talvez ao reinventar a categoria de computação entre computadores, tablets e celulares.

Continua após a publicidade

Não é a primeira vez que alguém do alto escalão da empresa fala sobre um arrependimento com o mercado de smartphones — o próprio fundador Bill Gates já ressaltou que seu maior erro foi ter perdido o Android para o Google.

O que aconteceu com o Windows Phone?

A Microsoft tentou concorrer com Android e iOS com um sistema operacional próprio que recebeu os nomes de Windows Phone 7, Windows Phone e Windows 10 Mobile durante a jornada. Apesar de oferecer boas opções de personalização numa interface similar à dos computadores, a plataforma começou a ficar para trás pela falta de atualizações e ausência de aplicativos populares.

Desde o lançamento da primeira versão, em 2010, a empresa não conseguiu acertar a compatibilidade com novas versões para modelos antigos — quem tinha a versão 7 não conseguiu atualizar o celular para a versão 8, e o mesmo erro foi repetido para a versão 10. No meio do caminho, a gigante ainda se envolveu com a compra da divisão de Dispositivos e Serviços da Nokia em 2013, no final da gestão de Steve Ballmer como CEO. A negociação teve um resultado péssimo para a empresa e culminou na demissão de 7.800 funcionários dois anos depois.

A Microsoft, então, encerrou o suporte oficial ao sistema para celulares no final de 2019. Atualmente, a empresa possui a linha de dobráveis Surface Duo, que roda o Android, e oferece diferentes opções para integrar o Sistema do Robô ao Windows 11.


Fonte: Business Insider