Bill Gates acredita que seu maior erro foi ter deixado Google comprar Android

Por Wagner Wakka | 24 de Junho de 2019 às 12h58
Captura/YouTube
Tudo sobre

Bill Gates

Saiba tudo sobre Bill Gates

Bill Gates, um dos fundadores da Microsoft, deu uma entrevista em um painel da empresa de investimentos Village Global e abriu seu coração sobre o passado da companhia. Para o executivo, um dos maiores erros da vida dele foi deixar que a Microsoft perdesse o Android para a Google.

Em meio ao papo, ele foi questionado sobre sistemas operacionais e passado, quando citou o concorrente.

“No mundo de softwares, em especial de plataformas, estes são mercados de tudo ou nada. Então, o maior erro da minha vida foi toda falha de gerenciamento que eu tomei que resultou na Microsoft não ser o que o Android é. Isto é, o Android é o padrão de smartphones para aparelhos não-Apple. Para a Microsoft, era uma mercado óbvio. É realmente tudo ou nada. Se você está com metade dos apps ou 90% dos apps, só depende de você o seu destino. Há espaço para somente um sistema operacional que não seja da Apple e quanto vale isso? US$ 400 bilhões que seriam transferidos da empresa G [Google] para a M [Microsoft]”, disse o executivo.

Claro que a Microsoft não está disposta a pagar esse montante para a concorrente. A Google comprou o Android em 2005, na época por uma negociação milionária de US$ 50 milhões. Em 2012, o ex-CEO do Android, Eric Schmidt, falou em entrevista que a proposta era realmente pegar o mercado da Microsoft e se fortalecer nos smartphones antes da gigante dos PCs.

Depois de tentar entrar no mercado de smartphones com o Windows Phone, a Microsoft ficou conhecida por não se dar bem no setor. No ano passado, o seu sistema operacional mobile foi descontinuado oficialmente, decretando o fim da empresa no setor.

A falha da companhia já é conhecida há tempo. Uma das frases mais antigas é de Steve Ballmer, ex-CEO da Microsoft, que negou que o mercado de smartphones daria certo. Ele chegou a rir em uma entrevista dizendo que o iPhone não iria vingar por não conter teclado.

Agora, contudo, a Microsoft parece cada vez mais próxima de sua concorrente, pelo menos no mercado de PCs. No ano passado, já surgiram rumores de que o navegador Edge seria reformado, usando o Chromium como base para o novo formato. Este é o setor em que a Microsoft perdeu espaço para concorrentes, apesar da supremacia sobre o Netscape no início do século.

Além disso, o novo Surface deve vir com um novo sistema operacional compatível com aplicações Android. Chamado de Centaurus, o novo tablet teria uma loja específica compatível com os apps da Play Store.

Fonte: Village Global

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.