Windows 11 pode virar compatível com CPUs Samsung, MediaTek e até Apple em breve

Windows 11 pode virar compatível com CPUs Samsung, MediaTek e até Apple em breve

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 23 de Novembro de 2021 às 12h12
Divulgação/Microsoft

Afinal de contas, o Windows 11 pode realmente sair para o Apple M1, mesmo que este não seja um “cenário suportado” como diz a Microsoft. Atualmente, um acordo de exclusividade com a Qualcomm é o que aparentemente segura o sistema de figurar em processadores ARM de rivais. Essa parceria, porém, estaria prestes a acabar, descobriu o site XDA Developers.

Atualmente, a versão ARM do Windows 11 está amplamente presente em processadores da Qualcomm — exemplo é o Surface Pro X, o HP 14 e o Samsung Galaxy Book Go. Ambas as empresas devem ter colaborado no desenvolvimento do sistema operacional para esses processadores a fim de garantir o melhor desempenho possível e, em troca, a fabricante de chips teria exclusividade temporária sobre o software.

O Surface Pro X da Microsoft é equipado com um processador baseado no Snapdragon 8cx (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Não se sabe exatamente quando esse acordo deixará de vigorar, mas nada impede que ele seja renovado. O processo deve acontecer de forma sigilosa, já que é um acordo comercial entre as companhias, mas uma vez que a Microsoft e a Qualcomm não entrarem num novo consenso, os efeitos do fim da parceria seriam evidentes para o segmento de dispositivos com processadores ARM.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Fim da parceria movimentaria o mercado

Isto é, mais empresas poderiam adotar o sistema operacional e, assim, existiriam bem mais opções de processadores e modelos de computadores focados em portabilidade com o sistema da Microsoft. Essa abertura daria espaço, inclusive, para o Windows 11 ser desenvolvido para o Apple M1, o processador ARM da Maçã.

Hoje, a única forma de rodar o sistema da Microsoft em um sistema Apple com CPU ARM é por meio de virtualização. O Parallels, por exemplo, é um dos softwares cuja proposta é colocar o Windows para rodar em sistemas da Apple e, mesmo que a integração do programa seja bem refinada, não se compara com a experiência de rodar o software nativamente.

A introdução do Windows 11 para o CPU da Apple pode demorar, ou até mesmo não acontecer, mas outras fabricantes de chips (Samsung e MediaTek, por exemplo) podem já estar de olho no fim dessa exclusividade. Até agora, porém, nada garante que essas marcas já estariam em movimento para lançar novos dispositivos com o novo sistema operacional, então resta esperar por mais novidades.

Fonte: XDA Developers

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.