Windows 11 no Mac? Agora este sonho é possível — e meio caro

Windows 11 no Mac? Agora este sonho é possível — e meio caro

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 11 de Agosto de 2021 às 09h46
Reprodução/Parallels

O Windows 11 pode ter uma rigorosa lista de pré-requisitos para ser instalado no computador, mas isso não impediu que ele chegasse aos Macs. Graças ao Parallels, software conhecido por virtualizar o sistema da Microsoft em dispositivos Apple, as portas foram abertas para rodar até as prévias do SO sem muita dificuldade.

Assim como nas outras versões, o Parallels 17 utiliza uma máquina virtual para levar os recursos do Windows ao Mac — então, tenha em mente que a performance não é convertida em sua totalidade. A plataforma proporciona uma experiência “invisível” ao levar ícones e atalhos de programas para o ambiente nativo e introduz recursos interessantes, como o “arrasta e solta” de arquivos entre sistemas operacionais.

Suporte ao Apple M1 precisa melhorar

Entretanto, a questão dos processadores ARM se mantém: se o Mac é equipado com uma CPU Apple M1, somente sistemas operacionais projetados para essa arquitetura serão compatíveis. A emulação do Windows nesses sistemas não é das melhores, mas a atualização promete dar uma boa impulsionada em desempenho.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Módulo TPM não é um problema

E o melhor: uma versão virtualizada do TPM garante compatibilidade com os recursos que dependem do (por vezes detestado) módulo. Então, o BitLocker e o Secure Boot estão presentes e, lógico, o Windows 11 deve rodar sem grandes dificuldades ou quebra-cabeças.

Ficou interessado? Então, é bom estar disposto a gastar: o Parallels para desktop é pago e vendido somente em dólares americanos — US$ 79,99 (R$ 415,50, em conversão direta). O custo é alto para a realidade do Brasil, portanto o investimento precisa ser bem pensado.

O Windows 11 ainda não tem data de lançamento, mas você não precisa esperar esse evento para testá-lo no Mac. Se já for um assinante, basta atualizar para o Parallels 17 e cadastrar sua conta Microsoft no programa Windows Insider. Até que a Microsoft oficialize a estreia do sistema para outubro, o que resta é continuar na espera e aproveitando as prévias.

Fonte: The Verge, Parallels

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.