Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Videochamadas no Windows 11 ganharão reforço de inteligência artificial

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 06 de Abril de 2022 às 14h56

Link copiado!

Divulgação/Microsoft
Divulgação/Microsoft

Em mais um conjunto de melhorias para incrementar o trabalho remoto, a Microsoft anunciou novidades que serão incorporadas no Windows 11. Primeiramente exclusivas para computadores equipados com processadores Qualcomm, as ferramentas inteligentes aprimorarão videochamadas com supressão de ruído, contato visual via software, melhor enquadramento e desfoque de fundo.

Diferente das funções embarcadas no Microsoft Teams, essas serão incorporadas diretamente no Windows 11, servindo como vantagem para usuários do sistema operacional da Microsoft. A exclusividade dos CPUs ARM se dá pela presença das unidades de processamento neural (NPU), atualmente necessário para rodar as adições.

Contato visual por IA

Continua após a publicidade

A mais interessante das ferramentas é o contato visual via software, batizada pela MS de "Eye contact" ("Contato visual", em português). Trata-se de uma ferramenta alimentada por inteligência artificial que automaticamente detecta para onde os olhos do usuário estão voltados e simula em vídeo como se ele estivesse olhando para a câmera.

Junte essa função com o novo enquadramento automático e as videochamadas feitas no Windows 11 serão ainda mais naturais, mesmo se o usuário estiver numa posição desfavorável. Em demonstrações, os recursos parecem cumprir a tarefa sem distorcer o rosto ou interferir nas expressões faciais.

Cancelamento de ruído

Continua após a publicidade

Por fim, a Voice Clarity é o tratamento sonoro capaz de eliminar ruídos e eco de videochamadas feitas em espaços abertos. O recurso poderá ser utilizado em aplicativos como Teams e Discord nos Surface Laptop Studio, aproveitando as capacidades dos Studio Mics equipados nesses aparelhos.

Considerando a exclusividade, as ferramentas devem desembarcar em modelos equipados com o Qualcomm 8cx Gen 3, por exemplo. Dificilmente essas mesmas funções serão adaptadas para computadores com CPUs tradicionais, já que o custo em performance e bateria seria bem mais alto devido à ausência de hardware dedicado.