Xiaomi Mi Pad 5 pode chegar em três versões com Snapdragon e tela de 120 Hz

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 12 de Abril de 2021 às 21h20
Divulgação/Xiaomi

O ano de 2021 tem sido marcado por algumas mudanças e lançamentos de destaque para a Xiaomi. A gigante chinesa está entrando em sua segunda década de vida e, além de modificar o seu logo para focar agora na "ideia de agilidade", a fabricante anunciou que estreará no mercado de veículos elétricos e que resgataria a linha Mi Mix para lançar seu primeiro dobrável, o Mi Mix Fold.

A Xiaomi não deve parar por aí, e também deve resgatar neste ano sua linha de tablets Mi Pad. A família teve seu último grande lançamento em junho de 2018, com a estreia do Mi Pad 4 e de sua versão Plus, não recebendo mais novidades desde então. O Mi Pad 5, como está sendo chamado o novo aparelho, já havia sido confirmado pelo CEO da companhia, Lei Jun, e recebe agora mais detalhes de suas especificações.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Mi Pad 5 chega em três modelos distintos

De acordo com informações dos leakers Digital Chat Station e Xiaomiui, o Mi Pad 5 chegará ao mercado em três modelos diferentes, cada um configurado de maneira a atender faixas de preço distintas. O modelo mais poderoso, protagonistas dos vazamentos anteriores, será equipado com chipset Snapdragon 870, enquanto as duas novas variantes contariam com os mais modestos Snapdragon 860 e Snapdragon 780G.

No mais, os modelos contariam com especificações bastante semelhantes, incluindo tela IPS LCD de 11 polegadas com taxa de atualização 120 Hz e amostragem de toque de 240 Hz, conectividade 5G, conjunto de câmeras com lentes macro, ultra wide e auxiliar de profundidade com sensores principais de 48 MP ou 12 MP e mais.

Um ponto curioso é que o Snapdragon 860 não suporta taxas de atualização acima dos 90 Hz. Digital Chat Station aponta que a Xiaomi utilizaria um driver especial, desenvolvido pela empresa especializada em displays Novatek, para contornar essa limitação.

Design do Mi 11 com funções do Mi Mix Fold

Vazamentos anteriores já haviam mostrado que o Mi Pad 5 deve seguir a mesma linha de design adotada na família de smartphones Mi 11, sendo o aumento de tamanho a principal diferença. O tablet deve contar com tela ampla com bordas relativamente finas, sem interrupções, além de traseira com acabamento fosco e o módulo de câmeras com três sensores, sendo dois abrigados em "uma pílula" preta no lado esquerdo, e o terceiro sensor junto ao flash de LED em relevo de nível mais baixo.

O Mi Pad 5 deve chegar com visual do Mi 11 e recursos do Mi Mix Fold (Imagem: Reprodução/Weibo/Gizchina)

Outra novidade apontada por rumores é a presença de alguns dos recursos anunciados para o Mi Mix Fold, pensados para tirar proveito da tela maior do dobrável. Assim como o topo de linha premium, o Mi Pad 5 contaria com modo desktop, suporte a janelas paralelas, recurso para tocar e arrastar arquivos para transferi-los entre aplicativos e mais. A nova interface seria rebatizada para "MIUI fo Pad", de maneira similar ao feito pela Apple nos iPads.

Ainda não há previsão de lançamento para os novos tablets da companhia, mas já se especula que as mudanças drásticas feitas nas especificações e no design do aparelho seriam refletidos em seu preço. Ao que se sabe, a variante mais poderosa, munida do Snapdragon 870,poderia chegar ao mercado com preço sugerido de 3.999 yuan (algo em torno de R$ 3.481, em conversão direta).

Fonte: GSMArena, Gizchina, Xiaomiui

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.