Xiaomi lançará novo tablet e Mi Mix 4 em 2021, confirma CEO

Por Diego Sousa | 08 de Fevereiro de 2021 às 10h20
Divulgação/Xiaomi

O CEO da Xiaomi Lei Jun confirmou neste domingo (7) que pretende reviver duas linhas de produtos em 2021: o Mi Pad, família de tablets de baixo custo da marca, e a Mi Mix, celulares topos de linha que se destacam pelas inovações na tela. As informações foram confirmadas em um vídeo publicado na conta oficial da empresa no microblog chinês Weibo.

Embora ainda não haja informações sobre a ficha técnica do tablet, é bastante provável que ele mantenha a estratégia da linha Mi Pad, cujo lançamento mais recente ocorreu em 2018. Os Mi Pad 4 e 4 Plus, foram lançados com especificações intermediárias, incluindo chip Snapdragon 660 e bateria de 8.620 mAh, e preço atraente.

Atualmente, não há muitas fabricantes grandes apostando no segmento de tablets Android — para ser mais específico, a Samsung é a única do mercado que continua lançando alternativas à altura dos iPads, da Apple.

Mi MIX de volta

Outra revelação que animou os fãs da marca foi o retorno da linha Mi MIX para este ano. O primeiro modelo da família, lançado em 2016, foi muito elogiado por possuir uma das primeiras telas quase sem bordas do mercado, com aproveitamento frontal de cerca de 83%. Já o Mi Mix 2, de 2017, manteve as principais características da linha, mas com peças ainda mais premium — como o aro da câmera banhado a ouro.

O aparelho mais recente foi o Mi Mix 3, de 2018, trazendo uma tela com cerca de 93% de aproveitamento frontal e conexão 5G. O Mi Mix Alpha, por sua vez, foi uma grande surpresa por possuir um display que envolvia quase todo o dispositivo, elevando o conceito de “tela infinita” a outro nível. No entanto, ele nunca chegou a ver a luz dia.

Como o foco da família Mi MIX é tela, é bastante provável que a Xiaomi aposte em uma solução nunca antes usada em um de seus portáteis — o mais provável seria o uso da câmera frontal sob a tela e um aproveitamento frontal ainda maior. Recentemente, a empresa apresentou um conceito de celular com quatro bordas curvadas estilo "cachoeira", mas essa novidade não deve chegar ao mercado tão cedo.

Na última semana, Lin Jun perguntou aos fãs se eles comprariam um celular com preço acima de 10 mil yuan chinês, algo em torno de US$ 1,5 mil (mais de R$ 8 mil, na conversão direta com a cotação de hoje). — considerando que a linha Mi MIX sempre foi mais premium que a Mi, será que o executivo estava se referindo ao novo Mi MIX 4? Deixe sua opinião abaixo, no campo de comentários.

Fonte: Xiaomi (Weibo)  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.