SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Xiaomi, Huawei e Honor podem usar novos sensores da OmniVision em suas câmeras

Por| Editado por Wallace Moté | 17 de Novembro de 2023 às 09h42

Link copiado!

Divulgação/Xiaomi
Divulgação/Xiaomi

Algumas marcas chinesas como a Xiaomi, Huawei e Honor devem intensificar o uso de sensores de câmeras da OmniVision em seus celulares. De acordo com informações recentes do conhecido informante Digital Chat Station, a novidade deve ser vista nos modelos mais avançados das três empresas, já na sua próxima geração.

Afinal, o Honor Magic 6 e o Xiaomi 14 Ultra viriam com o sensor OV50K em suas câmeras principais, enquanto o Huawei P70 deve ter o OV50H. Ambos trazem resolução de 50 MP, mas se diferenciam pelas suas dimensões — com 1/1,3 polegada no “H”, e 1 polegada completa no “K”.

Continua após a publicidade

Para referência, os modelos antecessores diretos trazem sensores Sony IMX, mas uma mudança em relação aos novos componentes LYTIA da nova geração da Sony também pode acontecer entre essas marcas.

Os primeiros celulares a serem anunciados com o sensor OmniVision OV50H fazem parte da linha iQOO 12 da Vivo, que foi lançada no início deste mês com grande foco na qualidade fotográfica. Seu sistema de câmeras se destacam pelo zoom máximo de 100x na câmera periscópio de 64 MP, além dos componentes para a principal e ultrawide com 50 MP e lentes assinadas pela ZEISS.

Disputa entre Sony, Samsung e OmniVision pode esquentar

Por outro lado, a OPPO deve ir na contramão de suas rivais chinesas, já que anunciou recentemente um acordo com a Sony para uso dos sensores LYTIA na linha Find X7 de celulares topo de linha. Os novos smartphones devem ser anunciados nas últimas semanas deste ano.

Continua após a publicidade

Além disso, notícias anteriores já mostraram que a Huawei poderia até mesmo começar a produzir os seus próprios sensores para a linha P70, em um movimento para aumentar a independência da marca e assim fugir das sanções impostas pelo governo dos Estados Unidos.

Na prática, a mudança de tantas fabricantes importantes a nível global para os componentes da OmniVision pode representar um salto de relevância da empresa, que costuma aparecer apenas em alguns modelos específicos de smartphone com foco maior nos nichos de entrada e intermediário — ou em câmeras auxiliares como ultrawide e telefoto.

Levantamentos mostram que, em 2022, Sony e Samsung somaram 61% da fatia de mercado de sensores de câmeras para smartphones, com 42% e 19% respectivamente. Já a OmniVision aparece na terceira colocação, com 11%. Será que teremos uma reviravolta em 2024? É esperar para ver.

Continua após a publicidade

Fonte: GSMChina, eeNews