SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Huawei P70 pode ter sensor de câmera produzido pela própria marca

Por| Editado por Wallace Moté | 06 de Novembro de 2023 às 09h55

Link copiado!

(Imagem: Reprodução/Huawei)
(Imagem: Reprodução/Huawei)

A Huawei pode adicionar um novo capítulo na busca da pela independência de fornecimento de peças para smartphones. Após o lançamento da série Mate 60 com o polêmico processador Kirin 9000s, rumores apontam que a linha P70 deve trazer um sensor de câmera fabricado internamente.

De acordo com publicações feitas por leakers na rede social Weibo, a Sony teria encerrado seu contrato com a Huawei, mas a marca chinesa já estaria projetando seus próprios sensores para entrar como uma nova concorrente.

Continua após a publicidade

O estágio de desenvolvimento destes componentes ainda não é conhecido, e por isso não há como saber qual será a qualidade frente a rivais da Sony, Samsung e OmniVision, que já estão no mercado há mais tempo.

Para efeito de comparação, o Huawei P60 Pro tem um conjunto de câmeras de 48+13+48 MP na parte traseira, mas o modelo exato dos sensores não é confirmado pela marca.

De qualquer forma, os resultados foram bons o suficiente para colocar o aparelho na primeira colocação do ranking do portal especializado em câmeras DXOMARK. Ou seja, a Huawei precisará realizar um trabalho bastante avançado para evitar um downgrade entre as gerações de câmeras.

Continua após a publicidade

Além das câmeras, outros componentes montados na China ainda incluiriam o chip Kirin de desempenho, o processador de imagem e mais. Funcionários internos teriam dito que 100% das peças teriam fabricação local, mas a informação ainda carece de confirmação.

Ainda não foi divulgada uma data específica para o lançamento da linha P70, mas rumores anteriores apontavam que as primeiras unidades já estariam com produção em massa iniciada. Caso a marca siga o cronograma de um ano entre cada geração, é possível esperar pelos novos dispositivos por volta do mês de março de 2024.

Fonte: Weibo