Xiaomi está no topo da lista de smartphones que mais emitem radiação

Por Se Hyeon Oh | 27 de Agosto de 2019 às 21h20

Os smartphones se tornaram aparatos tão importantes que hoje em dia eles são partes das nossas vidas e até mesmo podem ser considerados extensões do nosso corpo. As pessoas carregam seus smartphones para tudo quanto é lado, e muitas não desgrudam da telinha mesmo quando estão andando na rua, ou usando o banheiro. Contudo, por mais que os smartphones sejam fundamentais na vida moderna, eles não deixam de ser aparelhos eletrônicos e continuam emitindo radiação em algum nível. Preocupado com essa questão, o Escritório Federal Alemão de Proteção Contra Radiação (Bundesamt für Strahlenschutz) mediu o nível de radiação emitida por smartphones do mercado atual, e divulgou os 16 maiores “vilões” — entre aspas mesmo, pois ainda não se tem a certeza científica de que a radiação desses aparelhos pode mesmo ser prejudicial à saúde.

Conforme as informações , o Xiaomi Mi A1 é o campeão em radioatividade, seguido logo depois pelo Mi Max 3, também da fabricante chinesa. As marcas chinesas, por sinal, dominaram essa lista de 2019, estando em 11 das 16 posições.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O ranking também conta com nomes como a Apple (iPhone 7 em 9º lugar e iPhone 8 em 14º lugar), Google (Pixel 3 XL em 7º lugar e Pixel 3 em 13º lugar) e Sony (Xperia XA2 Plus em 6º lugar e XZ1 Compact em 10º lugar). Para a pesquisa, o site Statista informa que foram avaliados os produtos da Apple, BlackBerry, Fairphone, Goog, Honor, HTC, Huawei, LG, Motorola, Nokia, OnePlus, Samsung, Sony, Xiaomi e ZTE.

Caption

Apesar de não existir um critério no mercado para determinar qual o nível seguro de radiação emitida por smartphones, um estudo publicado pelo periódico Environmental Health Perspectives no ano passado determinou que a radiação emitida pelos dispositivos móveis pode impactar na capacidade de memória das pessoas. Além disso, de acordo com o site Stadista, que organizou e reproduziu o levantamento, a certificação alemã de conformidade ambiental “Der Blaue Engel” só é entregue a smartphones com taxas de absorção inferior a 0,60 watts por quilograma (W/Kg), e todos os produtos presentes na lista do Escritório Federal Alemão de Proteção Contra Radiação apresentam mais que o dobro desse valor.

Como curiosidade, o órgão alemão realizou essa medição no ano passado também, e o Xiaomi Mi A1 conseguiu manter o seu título por dois anos seguidos. Caso esteja interessado em verificar a comparação ano-a-ano dessa lista, segue a tabela abaixo:

2019 2018
1 Xiaomi Mi A1 - 1,75 W/Kg Xiaomi Mi A1 - 1,75 W/Kg
2 Xiaomi Mi Max 3 - 1,58 W/Kg One Plus 5T - 1,68 W/Kg
3 OnePlus 6T - 1,55 W/Kg Huawei Mate 9 - 1,64 W/Kg
4 HTC U12 life - 1,48 Huawei P9 Plus - 1,48 W/Kg
5 Xiaomi Mi Mix 3 - 1,45 Huawei GX8 - 1,44 W/Kg
6 Xperia XA2 Plus - 1,41 Huawei P9 - 1,43 W/Kg
7 Google Pixel 3 XL - 1,39 Huawei Nova Plus - 1,41 W/Kg
8 Xiaomi Mi 9/9 SE - 1,39 OnePlus 5 - 1,39 W/Kg
9 Apple iPhone 7 - 1,38 Huawei P9 Lite - 1,38 W/Kg
10 Xperia XZ1 Compact - 1,36 Apple iPhone 7 - 1,38 W/Kg
11 HTC Desire 12/12+ - 1,34 Sony Xperia XZ1 Compact - 1,36 W/Kg
12 Xiaomi Mi 9T - 1,34 OnePlus 6 - 1,33 W/Kg 
13 Google Pixel 3 - 1,33 Apple iPhone 8 - 1,32 W/Kg
14 Apple iPhone 8 - 1,32 Xiaomi Redmi Note 5 -1,29 W/Kg
15 Xiaomi Redmi Note 5 - 1,29 ZTE AZON 7 mini - 1,29 W/Kg

Fonte: Statista

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.