Publicidade

Xiaomi 14 Ultra fica abaixo de rivais em teste de câmera do DXOMARK

Por| Editado por Wallace Moté | 04 de Junho de 2024 às 13h16

Link copiado!

Reprodução/Xiaomi
Reprodução/Xiaomi
Xiaomi 14 Ultra

Quase quatro meses depois de chegar ao mercado global, o Xiaomi 14 Ultra, celular mais premium da gigante com grande foco em fotografia, acaba de ter as câmeras avaliadas pelos especialistas do DXOMARK, apresentando resultados mistos. Com especificações bastante robustas, o aparelho entrega de fato ótima qualidade de fotos e vídeos, mas sofre com alguns problemas que acabam o afastando de forma significativa da maioria dos concorrentes.

A ficha técnica das câmeras do celular premium da Xiaomi impressionam, estando entre as mais avançadas atualmente. O aparelho possui quatro câmeras traseiras, compostas de um sensor principal de 50 MP da classe de uma polegada com abertura variável entre f/1.6 e f/4.0, estabilização óptica (OIS), Foco Automático por Detecção de Fase (PDAF) e por laser, além de ultrawide de 50 MP com abertura f/1.8, campo de visão de 122° e PDAF de pixel duplo.

Continua após a publicidade

Para zoom, o smartphone apresenta duas lentes telefoto: uma tradicional de 50 MP com abertura de f/1.8, zoom óptico de 3,2x, OIS e PDAF de pixel duplo; e uma periscópio de 50 MP com abertura de f/2.5, zoom óptico de 5x, OIS e PDAF de pixel duplo. Fecham o pacote um sensor 3D ToF para cálculo de profundidade e o processador Snapdragon 8 Gen 3, solução mais poderosa da Qualcomm para este ano.

Na prática, o conjunto mostra ser realmente poderoso, apesar de apresentar alguns problemas que reduzem o destaque do aparelho. De acordo com o DXOMARK, o Xiaomi 14 Ultra tem como pontos positivos a boa retenção de áreas muito iluminadas mesmo em cenas difíceis, as capturas quase sempre livres de ruído, o bom nível de detalhes com zoom e o foco automático preciso.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Também estão entre os elogios a boa exposição e o alcance dinâmico (HDR) relativamente amplo, o balanço de branco preciso com boas cores na maioria das condições de luz, e a estabilização efetiva tanto ao gravar em uma posição fixa, quanto ao filmar em movimento.

Já nos pontos negativos, o time de especialistas cita um atraso notável entre apertar o botão do obturador e a captura ser registrada, a profundidade de campo limitada, cores imprecisas em algumas situações, texturas levemente borradas em todas as condições, presença de ruído em algumas cenas internas e em baixa luz, eventuais lentidões no ajuste de foco durante as gravações, e diferenças de nitidez entre os quadros dos vídeos.

Xiaomi 14 Ultra tem câmera abaixo de rivais

Segundo o DXOMARK, com 149 pontos, o Xiaomi 14 Ultra entrega ótima qualidade geral das câmeras, mas passa longe de alguns dos modelos avançados mais recentes da concorrência, como o iPhone 15 Pro Max, o Honor Magic 6 Pro e o atual campeão do ranking do portal especializado, o Huawei Pura 70 Ultra — com 154, 158 e 163 pontos, respectivamente.

Continua após a publicidade

Melhor aparelho da Xiaomi a ter passado pelas mãos da equipe, o telefone chama atenção pelo alcance dinâmico amplo, baixa quantidade de ruído e cores agradáveis tanto em fotos quanto em vídeos, oferecendo ainda uma estabilização suave e estável. Com isso dito, há problemas que impedem o topo de linha de alcançar posições melhores na avaliação.

Entre os aspectos mais críticos estão a experiência de captura lenta, com obturador pouco responsivo, além de ultrawide abaixo da média e problemas na nitidez e na velocidade de transição do foco em alguns cenários, especialmente quando há pouca luz.

Em resumo, as capacidades de fotografias são sólidas e devem agradar mesmo uma parcela dos usuários mais exigentes, empatando com modelos elogiados como o Pixel 8 Pro e o Huawei Mate 50 Pro, mas não conseguem acompanhar os melhores aparelhos atuais.

Continua após a publicidade

Além das lentes poderosas e do chip Snapdragon 8 Gen 3, o Xiaomi 14 Ultra tem como pontos fortes a tela OLED Quad HD+ de 6,73 polegadas com taxa de atualização de 120 Hz, o conjunto de memórias com até 16 GB de RAM e 1 TB de armazenamento, a construção premium inspirada em câmeras profissionais e a bateria grande de 5.000 mAh com recarga de 90 W e carregamento sem fio de 80 W.

O flagship premium já está à venda no exterior, com preços sugeridos que partem de € 1.499 (~R$ 8.615). Infelizmente, não há disponibilidade no Brasil e, considerando o foco da marca em modelos mais acessíveis, não devemos ver o Xiaomi 14 Ultra estrear por aqui.

Xiaomi 14 Ultra: ficha técnica

  • Tela: 6,73 polegadas OLED, resolução Quad HD+ de 3200 x 1440 pixels, taxa de atualização de 1 Hz a 120 Hz, pico de brilho de 3.000 nits, HDR com HDR10+ e Dolby Vision
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 8 Gen 3
  • Memória RAM: 12 GB ou 16 GB LPDDR5X
  • Armazenamento: 256 GB, 512 GB e 1 TB UFS 4.0
  • Câmeras traseiras: 50 MP (Principal, f/1.6 - f/4.0, sensor de 1", OIS, PDAF e Laser AF) + 50 MP (Ultrawide, f/1.8, 122°, Dual Pixel PDAF) + 50 MP (Telefoto, f/1.8, zoom óptico de 3,2x, OIS, Dual Pixel AF) + 50 MP (Telefoto Periscópio, f/2.5, zoom óptico de 5x, OIS, Dual Pixel PDAF) + 3D ToF
  • Câmera frontal: 32 MP (f/2.0)
  • Dimensões: 161,4 x 75,3 x 9,2 mm
  • Peso: 230 g
  • Bateria: 5.000 mAh com recarga de até 90 W
  • Extras: USB-C 3.2 Gen 2 de 10 Gbps, Wi-Fi 7, Bluetooth 5.4, NFC, certificação IP68, som estéreo com Dolby Atmos, emissor infravermelho, carregamento sem fio de 80 W e reverso de 10 W
  • Cores disponíveis: preto, branco, azul e cinza titânio
  • Sistema operacional: Android 14, sob a HyperOS
Continua após a publicidade

Fonte: DXOMARK