Snapdragon 768G é anunciado com desempenho 15% superior ao do 765G

Por Rubens Eishima | 11 de Maio de 2020 às 08h35
Qualcomm
Tudo sobre

Qualcomm

Saiba tudo sobre Qualcomm

Ver mais

Anunciado com o novo Xiaomi Redmi K30 5G Racing Edition, o processador Snapdragon 768G foi oficialmente lançado pela Qualcomm. O componente é basicamente um “overclock” do Snapdragon 765/765G já existente, com cerca de 15% a mais de velocidade nos processadores central e gráfico.

De acordo com a Qualcomm, o novo modelo é compatível com aparelhos projetados para o chip lançado no ano passado. O Snapdragon 765 foi o primeiro processador para celular voltado para o segmento intermediário, mercado que ganhou alguns concorrentes neste ano, em especial da taiwanesa MediaTek.

O Snapdragon 768 mantém a arquitetura original do 765/765G, com dois núcleos de processamento ARM Cortex-A76 (de alto desempenho) e seis ARM Cortex-A55 (de alta eficiência); a parte gráfica fica a cargo do núcleo Adreno 620. Nos dois casos, a Qualcomm divulga um aumento de desempenho de aproximadamente 15% sobre o 765G, com um salto na frequência de processamento de 2,4 para 2,8 GHz na CPU.

As demais especificações do Snapdragon 768 seguem às do seu antecessor, com processador de sinal Hexagon 696, suporte a memória LPDDR4X-2133, processador de imagem Spectra 355, compatível com até 192 megapixels e gravação 4K, além do modem 5G integrado Snapdragon X52.

Snapdragon 768G

(SM7250-AC)

Snapdragon 765G

(SM7150-AB, SM7250-AB)

Processador central

1 ARM Cortex-A76 a 2,8 GHz

1 ARM Cortex-A76 a 2,4 GHz

6 ARM Cortex-A55 a 1,8 GHz

1 ARM Cortex-A76 a 2,4 GHz

1 ARM Cortex-A76 a 2,2 GHz

6 ARM Cortex-A55 a 1,8 GHz

Processador gráfico

Adreno 620

(com 15% a mais de desempenho)

Adreno 620
Processador de imagem

Spectra 355

Até 192 megapixels

Spectra 355

Até 192 megapixels

Modem

Snapdragon X52

4G até 1.200/210 mbps

5G até 3.700/1.600 mbps

Snapdragon X52

4G até 1.200/210 mbps

5G até 3.700/1.600 mbps

Processador de sinal/IA Hexagon 696 Hexagon 696

O lançamento deve atender a demanda por modelos 5G nos países desenvolvidos, principalmente na China, onde a Huawei e seus processadores Kirin têm uma forte presença. Além disso, o Snapdragon 768G prepara a Qualcomm para enfrentar os futuros processadores 5G intermediários da Samsung e MediaTek.

Segundo a fabricante, o 768G fará parte do programa de desenvolvimento e atualização de drivers para Android, assim como o modelo topo de linha Snapdragon 865. Diferentemente do chip 765G, o 768G terá atualizações periódicas de software disponibilizadas para os fabricantes de celulares, que poderão incluir as correções e melhorias em suas personalizações do sistema, recurso semelhante ao oferecido pela AMD e Nvidia nos PCs.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.