Huawei Mate 40 Pro+ suporta serviços Google mesmo após update para HarmonyOS

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 29 de Abril de 2021 às 17h10
Divulgação/Huawei

Como parte das medidas tomadas para contornar as sanções aplicadas pelos EUA, que a impediram de ter acesso ao Android com serviços Google, a Huawei está desenvolvendo um ecossistema de software próprio, composto pelo sistema HarmonyOS e os Huawei Mobile Services (HMS). O projeto é ambicioso e promete criar uma rede de dispositivos inteligentes, que engloba celulares, carros e outros.

Depois de um longo período de testes e disponibilização a desenvolvedores, a segunda versão do HarmonyOS está próxima do lançamento, sendo liberada a partir deste mês em estágio beta aos consumidores em alguns smartphones da marca. Entre eles está o Huawei Mate 40 Pro+, atual topo de linha da marca que acaba de protagonizar uma situação curiosa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Mate 40 Pro+ com HarmonyOS suporta serviços Google

Aparentemente, ainda há bastante resistência por parte dos consumidores, com poucos arriscando a instalação do novo sistema da Huawei, especialmente por conta das mudanças de serviços. Aqueles que optaram pelo update relatam notar maior fluidez e boa estabilidade no uso cotidiano, com alguns ainda encontrando surpresas.

Esse é o caso do usuário Xiao1u, que através da rede social chinesa Weibo revelou que a chegada do HarmonyOS não parece afetar a presença dos serviços Google. Em capturas de tela do Mate 40 Pro+, é possível ver que a Play Store segue funcional no aparelho, e que a página principal da conta Google, geralmente localizada no menu de configurações, também continua disponível.

A Huawei ainda não ofereceu razões que justifiquem essa aparente compatibilidade, mas antigos rumores podem ter uma possível explicação: especula-se que, apesar das alegações da Huawei, o HarmonyOS não é exatamente um sistema novo, sendo, na verdade, baseado na versão Open-Source do Android, o AOSP. A empresa, no entanto, nega.

HarmonyOS é "mais completo que Android e iOS"

Durante a feira 2020 Science and Technology List, realizada em janeiro deste ano na China, o presidente da divisão de software da Huawei, Wang Chenglu, garantiu que o HarmonyOS não é uma cópia do Android ou do iOS, e que o sistema é mais completo que seus rivais, tendo como objetivo "enfrentar a era da Internet das Coisas (IoT)".

Em desenvolvimento desde 2016, o HarmonyOS foi originalmente idealizado como solução para aparelhos de IoT (Imagem: Reprodução/Huawei)

Chenglu revelou ainda que as primeiras linhas de código do sistema operacional da Huawei foram escritas em maio de 2016, tendo assim cerca de cinco anos de desenvolvimento. O executivo afirma que a ideia original do HarmonyOS não era ser um substituto do Android, mas sim um esforço extra da fabricante para expandir a participação no mercado de IoT.

De acordo com vazamentos, os próximos smartphones e tablets da marca sairão de fábrica com o sistema próprio da empresa, mas ainda há dúvidas sobre qual deles será o primeiro. Esperava-se que a linha Huawei P50 estreasse a novidade, mas diversos adiamentos podem ter tirado o posto de pioneiro dos flagships. A expectativa agora fica entre o MatePad Pro 2, novo tablet premium da chinesa, e o Mate 40 Pro 4G, visto recentemente em certificações.

Fonte: TuttoAndroid, Gizchina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.