Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Honor Magic 6 teria sofrido downgrade para lente periscópio de 160 MP

Por| Editado por Wallace Moté | 28 de Novembro de 2023 às 14h07

Link copiado!

(Imagem: Reprodução/Honor)
(Imagem: Reprodução/Honor)
Tudo sobre Honor

Novos rumores sugerem que o Honor Magic 6, próximo smartphone premium da marca, teria sofrido um "downgrade" no conjunto de câmeras. A novidade deixaria a especulada lente periscópio de 200 MP de lado em favor de um sensor mais "modesto" de 160 MP, e teria simplificações na lente principal, abandonando o uso de um sensor da classe de uma polegada. Ainda assim, as informações sugerem que as simplificações não afetariam o desempenho de fotografia do aparelho, cujos resultados devem impressionar.

O leaker Digital Chat Station, que possui um histórico preciso de vazamentos no geral, sugeriu que a Honor teria decidido simplificar o conjunto de câmeras do Magic 6. Segundo os antigos rumores, o aparelho adotaria uma estratégia extrema ao utilizar um sensor de 200 MP na lente telefoto periscópio, algo inédito na indústria até o momento. No entanto, por motivos deconhecidos, a fabricante teria optado por seguir um caminho mais "modesto", apostando em um sensor de 160 MP.

Continua após a publicidade

Mesmo com a redução, a resolução ainda é bem acima da média — os smartphones com telefoto mais encorpadas costumam usar sensores de 64 MP no máximo — e poderia garantir maior qualidade de zoom híbrido, ponto que segue sendo uma fraqueza desse tipo de câmera. O informante também sugere que veríamos downgrades no sensor da lente principal, antes cotado para empregar uma solução de uma polegada.

Ao que parece, o sensor OV50K de 50 MP da OmniVision teria dimensões menores que as esperadas, chegando a "apenas" 1/1,3 polegada, o que o igualaria a soluções como a de 200 MP do Galaxy S23 Ultra. Mesmo que não tenha o efeito natural de borrão de fundo e a grande capacidade de entrada de luz que um modelo de uma polegada ofereceria, o OV50K ainda deve oferecer boa qualidade de imagem graças ao tamanho dos pixels, maiores que os do sensor usado pela Samsung, e à tecnologia LOFIC.

Apesar do nome bastante complicado, a Lateral Overflow Integration Capacitor-Based CMOS (LOFIC, ou integração de transbordamento lateral em CMOS baseado em capacitor, em tradução livre) é resumidamente uma tecnologia pela qual a luz captada pelo fotodiodo do sensor é armazenada à parte para garantir registros mais equilibrados, processo que faria a diferença em fotos com HDR ou fotos feitas em cenários mais desafiadores. Na prática, teríamos mais captação de luz, com melhor equilíbrio da exposição entre as áreas claras e escuras da cena.

Continua após a publicidade

Com essas melhorias, além de aprimoramentos gerais no hardware, Digital Chat Station destaca como podemos esperar por boa qualidade de imagem apesar dos "downgrades". Infelizmente, o rumor não indica um prazo de lançamento para o topo de linha, mas é provável que o vejamos chegar primeiro à China ainda em 2023, tendo então uma estreia global em 2024 — é possível que a chegada ao mercado internacional ocorra em março, caso o cronograma da geração passada seja mantido.

Com exceção do anúncio oficial do uso do recém-lançado Snapdragon 8 Gen 3, há poucas informações sobre outros aspectos do Honor Magic 6, mas tudo indica que o aparelho deve oferecer uma experiência bastante premium, e seguir a tendência de crescimento da IA generativa. Além do YOYO, assistente virtual aos moldes do ChatGPT e Google Bard, são esperados reconhecimento facial 3D, construção em metal, recurso similar ao Dynamic Island do iPhone 15 e possibilidade de abrir apps com o olhar.

Fonte: Digital Chat Station (em chinês)