Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Apple não deve trazer Touch ID de volta em futuros iPhones

Por| Editado por Wallace Moté | 24 de Novembro de 2023 às 09h19

Link copiado!

Ivo/Canaltech
Ivo/Canaltech
Tudo sobre Apple

Um novo rumor indica que a Apple deve abandonar de vez a tecnologia de Touch ID para iPhones, diante da suposta desativação dos equipamentos responsáveis pela produção dos componentes que integram a tecnologia. A gigante estaria agora focada em desenvolver o Face ID sob a tela, com estreia esperada para 2026, no iPhone 18. As informações chamam atenção por contrariar outros rumores que sugeriam que a Maçã pretendia lançar uma variante sob o display de seu leitor de digitais no mesmo período.

Os detalhes chegam através do informante Mobile Chip Expert (tradução do chinês via máquina), focado em vazamentos da Apple, e conhecido por ter sido um dos primeiros a indicar que o iPhone 14 básico manteria o processador A15 Bionic usado no iPhone 13. O leaker cita diretamente os rumores que sugerem que a gigante de Cupertino estaria trabalhando em um Touch ID sob a tela, explicando que esse tipo de tecnologia requer "um processo especial" de fabricação.

Continua após a publicidade

Com isso em mente, Mobile Chip Expert aponta que os equipamentos responsáveis por produzir os componentes dos leitores de digitais da Maçã para iPhone foram desativados e, assim sendo, a companhia não usaria a tecnologia em futuros smartphones, em especial o iPhone 16 citado nos rumores. Nada impede que a empresa volte atrás eventualmente e passe a apostar na funcionalidade, mas ao que parece, não devemos ver a volta do Touch ID, pelo menos em curto prazo.

O rumor acaba complementando os vazamentos relacionados ao iPhone SE 4, que abandonaria o botão físico e o visual inspirado no iPhone 8 para ser modernizado com construção baseada no iPhone 14, processo que levaria ao abandono do Touch ID em favor do Face ID. Com toda sua linha de celulares empregando a tecnologia de reconhecimento facial 3D, a Apple não teria motivos para manter as linhas de produção dos leitores de digitais ativas.

Também são reforçadas as especulações sobre o desenvolvimento de uma versão do Face ID com sensores de profundidade posicionados sob a tela, cuja estreia deve ocorrer entre 2025 e 2026 — justamente o ano em que o Touch ID faria seu suposto retorno. Abandoná-lo de vez permitiria à Apple concentrar os esforços na biometria facial sob a tela, não apenas agilizando o prazo de lançamento, como também assegurando mais qualidade, ponto que deve ser um desafio considerando os obstáculos impostos pelo posicionamento sob o display.

Continua após a publicidade

De toda forma, vai ser preciso aguardar por vazamentos mais contundentes, ou mesmo o lançamento oficial dos aparelhos, para entendermos melhor qual será a estratégia da Maçã daqui em diante. Até lá, encare as informações com certo nível de ceticismo.

Fonte: Mobile Chip Expert (em chinês)