Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

iPhone deve ganhar Face ID e câmera sob a tela nos próximos dois anos

Por| Editado por Wallace Moté | 01 de Março de 2023 às 09h00

Link copiado!

Apple
Apple
Tudo sobre Apple

Após reduzir o tamanho do entalhe em 2021 e adotar a Dynamic Island para maior interatividade com o iOS em 2022, a Apple deve lançar em 2024 o iPhone 16 com Face ID posicionado sob a tela e, no ano seguinte, a empresa adotaria enfim um display ininterrupto de ponta a ponta ao esconder a câmera frontal por baixo do painel.

Estes rumores já circulam há alguns meses e foram reforçados mais uma vez esta semana pelo site coreano The Elec, que afirma que embora exista dificuldade em produzir tela para esconder sensores por baixo do display, isso não deverá resultar em problemas de fabricação para o iPhone 16 Pro e 16 Pro Max (e possivelmente 16 Ultra).

Continua após a publicidade

Dessa forma, esperamos que a Apple leve a Dynamic Island a todos os modelos de iPhone 15 lançados este ano. Em 2024, os modelos mais caros e poderosos devem adotar o Face ID sob a tela, mantendo um furo centralizado para abrigar a câmera frontal. Finalmente, no ano seguinte, em 2025, a Apple implementaria todo o sistema de câmeras por baixo do display, oferecendo uma tela sem entalhes ou recortes.

Ainda segundo o The Elec, telas fornecidas pela BOE para o iPhone 15 estariam enfrentando problemas de vazamento de luz. Assim, a Apple deve reduzir os pedidos da fabricante e priorizar fornecimento da LG Display e Samsung Display.

Os desafios da câmera sob a tela

Embora empresas como Xiaomi, Samsung e ZTE tenham lançado smartphones com câmera sob o display, nenhum destes aparelhos oferecem soluções comparáveis às câmeras posicionadas dentro de entalhes e recortes de tela.

Isso acontece devido a presença do display sobre o sensor, resultando em imagens borradas, de pouca nitidez, com efeito esfumaçado, baixo contrate e cores lavadas, tudo o que consumidores não querem na hora de tirar uma selfie.

Estas são as principais razões da pouca adesão da câmera sob o display em smartphones, mas avanços continuam sendo feitos para oferecer tela com região mais cristalina acima da câmera frontal enquanto ainda mantém uma boa capacidade fotográfica — afinas, as pessoas gostam de tirar selfies.

Como sabemos que a Apple é exigente em seus dispositivos e não costuma lançar produtos inacabados, é provável que a chegada da câmera sob o display em seus smartphones só aconteça quando a empresa conseguir igualar o desempenho de fotos e vídeos aos sensores tradicionais.

Continua após a publicidade

Fonte: The Elec (em coreano)