Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Apple A17 e Snapdragon 8 Gen 3 podem não entregar performance desejada

Por| Editado por Wallace Moté | 20 de Março de 2023 às 14h16

Link copiado!

Apple
Apple
Tudo sobre TSMC

A TSMC parece estar com dificuldades para fabricar processadores de 3 nanômetros, avançada litografia que resultará em chips menores, mais velozes e de menor consumo energético quando comparados aos componentes com a atual litografia de 4 nanômetros. E sendo Apple e Qualcomm duas grandes clientes da TSMC, os próximos chips A17 Bionic para o iPhone 15, M3 para Macs e Snapdragon 8 Gen 3 para Android podem ter desempenho abaixo do esperado.

Segundo informante Revegnus em publicação no Twitter, os impressionantes números da ferramenta de teste de desempenho Geekbench 6 publicados há uma semana serão revisados e "surpreendentemente, a TSMC está lutando com os 3 nanômetros".

Os limites físicos do FinFET

Continua após a publicidade

Isso estaria acontecendo pelos limites da fabricação FinFET, uma estrutura mais eficiente de produção de um transistor não-plano, aumentando desempenho, diminuindo o consumo de energia e tornando o chip mais compacto ao projetá-lo em três dimensões (3D).

O FinFET é conhecido por ter limitações físicas próximas aos 4 nanômetros. O que a TSMC busca é continuar a aplicação da tecnologia em tamanhos extremos de 3 nanômetros, e este seria o principal problema por trás do desempenho inferior dos futuros chips da Apple, que ainda poderá afetar celulares Android.

Problema também para a Qualcomm

Continua após a publicidade

Além da Apple, a TSMC é fornecedora da Qualcomm para produção de vários chips Snapdragon, e a mesma queda de desempenho esperada para o A17 Bionic e para o M3 deve atingir o futuro Snapdragon 8 Gen 3.

Entretanto, alguns rumores apontam que a Qualcomm voltará a trabalhar com a Samsungem produção dividida com a TSMC para a fabricação do Snapdragon 8 Gen 3, o que poderia ajudar a contornar o problema.

Não muito tempo atrás a Samsung ficou a cargo de produzir exclusivamente o Snapdragon 8 Gen 1, que se provou decepcionante pelo desempenho abaixo do esperado, alto consumo energético e constante superaquecimento — acarretando no adiantamento da chegada do Snapdragon 8 Plus Gen 1 produzido pela TSMC, e no contrato exclusivo de fabricação do Snapdragon 8 Gen 2 com a taiwanesa.

A17 para iPhone 15 e M3 para Macs

Continua após a publicidade

A Apple deve implementar o chip A17 Bionic com exclusividade no iPhone 15 Pro e iPhone 15 Pro Max, repetindo o padrão do ano anterior onde o chip A16 Bionic foi utilizado apenas no iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max.

Assim, esperamos que este ano o A16 Bionic seja oferecido para a dupla mais acessível, composta mais uma vez pelo iPhone 15 e iPhone 15 Plus.

Dados vazados da ferramenta de desempenho Geekbench 6 apontavam que o A17 alcançaria 3.019 pontos em teste single-core e 7.860 pontos em teste multi-core, representando um aumento de desempenho de 21% e 24%, respectivamente. Com mudanças na expectativa de desempenho, o processador pode ter pontuação inferior no lançamento.

Continua após a publicidade

O mesmo pode acontecer com o processador Apple M3 dedicado para futuros Macs lançados a partir do segundo semestre deste ano, sendo o sucessor direto do chip M2, também adotando a litografia mais eficiente de 3 nanômetros.

Novos modelos de MacBook Air e iMac devem estrear o processador M3 já na metade deste ano, com anúncio durante a WWDC 2023 prevista para acontecer no mês de junho.

Detalhes mais precisos relacionados ao futuro da produção de 3 nanômetros da TSMC, e também da Samsung, devem surgir nos próximos meses conforme nos aproximamos da chegada da nova geração de processadores.

Continua após a publicidade

Fonte: Revegnus, via WCCFtech