1º celular da Huawei com sistema operacional próprio chega em 2020, diz analista

Por Diego Sousa | 21 de Agosto de 2020 às 14h49
tianya1223/Pixabay
Tudo sobre

Huawei

Saiba tudo sobre Huawei

Ver mais

Embora um suposto roteiro de desenvolvimento da alternativa caseira da Huawei ao Android tenha indicado que os celulares da empresa usariam sistema apenas nos próximos anos, há indícios de que a mudança pode ser adiantada.

De acordo com informações do analista Ma Jihua, conhecido no mercado asiático, a Huawei pretende lançar um smartphone com sistema HarmonyOS já no final deste ano, aproveitando a expansão da tecnologia 5G na China. Apesar de a marca ainda não ter confirmado a informação, sabemos que a empresa realizará o Huawei Developer Conferece (HDC) de 2020 entre os dias 10 e 12 de setembro, quando deve anunciar mais detalhes sobre o HarmonyOS 2.0 e a nova interface EMUI 11.

Na ocasião, espera-se que a nova versão do sistema operacional receba suporte para computadores, relógios inteligentes, carros elétricos e terminais domésticos automatizados. Novos rumores já sinalizaram que a companhia estaria preparando o lançamento do seu primeiro smartwatch com SO próprio.

No entanto, outros boatos indicavam que os celulares ainda não estariam no radar de suporte do sistema operacional — ao menos até o futuro HarmonyOS 4.0. Vale lembrar que, em comunicado à imprensa feito em 2019, a Huawei deixou claro que pretende continuar usando o Android em seus aparelhos ao menos pelos próximos três anos.

Novo cenário

De fato, muita coisa mudou em um ano para a Huawei após ter sido proibida pelo governo dos EUA de negociar com empresas do país norte-americano. Embora o presidente Donald Trump continue endurecendo as sanções econômicas contra a empresa, os bons números da marca continuaram crescendo até fechar o segundo trimestre deste ano como a maior fabricante de celulares do mundo — um feito inédito para ela.

Além disso, dados de março indicaram que o Huawei Mobile Services (HMS), conjunto de apps, serviços e ferramentas próprios da empresa, estava disponível em mais de 170 países e possuía mais de quatro milhões de usuários mensais ativos e 1,3 milhão de desenvolvedores parceiros.

Somada a tudo isso está a avaliação do analista citado pelo site Global Times: ele aposta que a gigante chinesa está totalmente preparada em termos de tecnologia de sistema operacional e que as potenciais aplicações do HarmonyOS na Internet das Coisas (IoT) são enormes.

Nova linha de celulares?

Ao que tudo indica, o suposto smartphone com Harmony OS não fará parte da linha Mate 40, também previsto para o final deste ano. Assim como seus principais lançamentos desde maio de 2019, o Mate 40 permanecerá com sistema Android, mas utilizará o HMS e a nova interface EMUI 11.

Questionamos a Huawei sobre o lançamento de um possível celular com sistema próprio da empresa, mas ainda não tivemos resposta. Atualizaremos a matéria assim que possível.

Fonte: Global Times  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.