Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Inexplicável | Como o celular fez de William Shatner um caçador de mistérios

Por| Editado por Durval Ramos | 14 de Março de 2024 às 10h00

Link copiado!

Divulgação/History Channel
Divulgação/History Channel

Para William Shatner (Star Trek), o celular é a maior invenção da história da humanidade. É nele que o intérprete de Capitão Kirk afirma estar seu principal portal para o mundo e era um aparelho desse tipo que, inclusive, tocava sem parar durante uma entrevista coletiva concedida à imprensa latino-americana, mostrando que a procura por um dos atores mais clássicos da ficção científica global continua grande.

Prestes a completar 93 anos de idade no próximo dia 22 de março, o intérprete de um dos personagens mais clássicos da TV também está próximo da estreia de mais uma temporada de Inexplicável com William Shatner. A série do History Channel, da qual ele também é produtor executivo, visa explicar mistérios não solucionados e grandes feitos da história humana, assim como tendências de comportamento que podem parecer estranhas, mas são plenamente racionais.

Continua após a publicidade

O sobrenatural é apenas uma palavra para algo que ainda não entendemos, mas que pode ser descoberto no futuro”, afirmou ele no encontro com a imprensa, com participação do Canaltech. Segundo ele, é justamente esse aspecto mutável da história e da ciência que o atraiu à produção do History, principalmente enquanto ele nota que, quanto mais explicações são dadas, mais mistérios permanecem existindo.

“A própria vida é inexplicável, pois temos pouco poder sobre ela. Estamos nas mãos da natureza, de Deus e do que mais você acreditar”, afirma. “Vivemos em mistério, por isso, meu objetivo é aprender o máximo possivel durante minha curta estada na Terra, enquanto passo tempo com minha família e faço o melhor possível para entreter as pessoas. É isso o que a série representa para mim.”

A fronteira final (?)

A passagem do tempo, aliás, é um conceito que parece permear toda a fala de Shatner e que também será um dos destaques da quarta temporada de Inexplicável. Um dos episódios do novo ano da série sobre a possibilidade ou não de viagens temporais, enquanto outro focará em tecnologias singulares que auxiliam a vida das pessoas e podem levar a um aumento no tempo de vida.

Continua após a publicidade

Ao longo de 10 episódios, ele também vai se debruçar sobre estruturas antigas, teorias da conspiração sobre presidentes dos Estados Unidos e histórias da Segunda Guerra Mundial. As ameaças à vida humana, seja na forma de criaturas colossais, doenças mortais ou aflições bizarras, também estão entre os temas a serem abordados.

“Os mistérios de antes eram coisas que a ciência da época não conseguia explicar. Os instrumentos de civilizações antigas, que para eles tinham vida, são analisados com a concepção de hoje, criando questionamentos por si só”, completa. “Esse ciclo me fascina e me faço perguntas sobre ele todos os dias.”

É aqui que Shatner traz à tona sua preferência pelo celular entre todas as invenções da humanidade. É por ele que o ator se comunica com a família e recebe o carinho dos fãs, não importa a distância entre eles, e é no seu smartphone que ele passa seu tempo lendo livros (alguns inteiros, outros rapidamente, admite) e conhecendo novos assuntos que podem muito bem virar episódios de Inexplicável.

Continua após a publicidade

As Grandes Navegações e as impressionantes histórias de exploradores que atravessaram o mundo usando métodos rudimentares são temas que ele sugeriu diretamente aos produtores e que viraram episódios. Outro exemplo aparece nessa temporada, com as grandes construções da antiguidade que, muitas vezes, são difíceis de se reproduzir mesmo com o que há de mais moderno em maquinário.

  • Assine Amazon Prime por R$ 19,90/mês e ganhe frete grátis, catálogo de filmes e séries que compete com a Netflix, livros, músicas e mais! Teste 30 dias grátis!

Apesar da variação de assuntos, o ator indica que todos eles têm um ponto em comum, além da própria gana da produção do History em separar o que é realidade do que tem explicação ou pode parecer um mito. Para Shatner, porém, todos são jeitos diferentes de se olhar a mesma coisa, com a ciência envolvida fazendo com que os temas sejam catalogados de um jeito ou outro.

Continua após a publicidade

Foi nesse sentido que, quase ao final da coletiva, o eterno Capitão Kirk disse que sua história de vida o ajudou a encontrar limites mais claros entre realidade e ficção. Importante lembrar, ela inclui dezenas de trabalhos e até uma visita ao espaço que, aponta ele, só o tornaram mais humilde. "O problema da 'fronteira final' é que ela continua avançando sempre que eu chego lá", completa em meio a risadas.

Aniversário terá programação especial

A quarta temporada de Inexplicável só estreia no History em junho, mas antes disso, o canal preparou uma comemoração para os 93 anos de William Shatner. No dia do aniversário, 22 de março, a emissora exibe três episódios da terceira temporada da série em sequência, com direito a um inédito, que prepara os espectadores para o novo ano da produção.

Continua após a publicidade

Os temas da maratona serão os ritos funerários de civilizações antigas, os casos em que videntes foram capazes de prever o futuro e, no que nunca foi exibido, as crenças e ritos que conectam a humanidade a um plano superior de existência. Todos, claro, com a apresentação de Shatner e totalmente dublados em português brasileiro.

A maratona de Inexplicável com William Shatner está marcada para sexta, 22 de março, a partir das 18h40. Depois, em junho, chega a quarta temporada do show, com episódios semanais que vão ao ar todos os sábados no History Channel.