Publicidade

Eco | Tudo o que você precisa saber sobre a nova série da Marvel

Por| Editado por Durval Ramos | 03 de Janeiro de 2024 às 16h20

Link copiado!

Marvel Studios
Marvel Studios
Tudo sobre Marvel

Eco, nova série do Marvel Studios que estreia em janeiro na Disney+ e Star+, marca uma nova era para as adaptações do estúdio que chegam aos streaming. Explorando personagens não tão conhecidos e que não precisam se prender muito aos grandes acontecimentos do Universo Cinematográfico da Marvel, suas histórias e o próprio tom das produções podem ser bem diferentes do que estamos acostumados.

Estrelada por Alaqua Cox, que retorna ao papel que interpretou na série do Gavião Arqueiro, a série deve explorar um lado mais violento do MCU, dando início às adaptações mais "sujas" e urbanas dentro da Disney+, dentro do selo Marvel Spotilight.

Qual é a história de Eco?

Continua após a publicidade

Eco mostra a origem de Maya Lopez, uma jovem que, depois de anos trabalhando como capanga principal do Rei do Crime em Nova York, se volta contra o vilão e retorna para a sua cidade natal, no Oklahoma. O problema é que, ao tentar se reconectar com sua família e raízes, as consequências de seus atos retornam para atormentá-la.

Parte dessa história é retirada dos próprios quadrinhos. Nas HQs, Maya também descobre estar sendo usada por Wilson Fisk e tenta matá-lo, seguindo em uma jornada de autodescoberta dentro da cultura nativo-americana. Isso é representado a partir de histórias com artes bastante experimentais de David Mack — e a expectativa é que o seriado trabalhe esse parte visual também de maneira bastante forte.

Em coletiva que Canaltech participou com o elenco e produtores da série, Alaqua Cox comentou sobre a história de Eco. "Maya tem uma família biológica e uma que ela foi adotada. Nesse retorno para casa, ela tenta redescobrir o próprio sentido de família, depois de seu tio adotivo ter traído ela", disse a atriz.

Continua após a publicidade

Parte da origem da personagem já havia sido abordada em Gavião Arqueiro, principalmente o relacionamento do seu pai com Wilson Fisk, o Rei do Crime, novamente interpretado por Vincent D'Onofrio.

O ator comentou sobre o seu trabalho na série, comparando o personagem nas diferentes adaptações. D'Onofrio disse que sempre pensou em servir à história que está sendo contada, então sua atuação seguia de uma forma em Demolidor, na Netflix, depois de um jeito para Gavião Arqueiro e agora Eco.

"O Fisk de Eco é mais próximo do personagem que interpretei na série da Netflix. Mais sombrio. Acredito que o tom da série ajuda", comentou o ator.

Continua após a publicidade

Outro elemento que se faz bastante presente em Eco é o respeito às raízes da personagem. De acordo com Sydney Freeland, diretora e produtora executiva da série, a ajuda da comunidade Choctaw foi indispensável para que costumes e diálogos fossem incorporados para trazer autenticidade à trama. Além disso, a própria atriz Alaqua Cox também tem origem nativa-americana, fazendo parte da tribo indígena Menominee — e foi essa sua vivência dentro da temática que ela levou para a série. 

Quem mais está no elenco de Eco?

Além de Alaqua Cox e Vincent D'Onofrio, a série ainda traz no elenco Devery Jacobs (What If?) Zahn McClarnon (Doutor Sono), Chaske Spencer (A Saga Crepúsculo: Eclipse), Graham Greene (À Espera de um Milagre) e Charlie Cox (Demolidor).

Continua após a publicidade

Sim, Matt Murdock aparece em Eco, ainda que possivelmente apenas como uma participação especial, conectando as séries e no período que Maya Lopez ainda trabalhava para o Rei do Crime.

O início de uma nova era

A série marca a estreia do selo Marvel Spotlight, uma linha de adaptações com histórias fechadas e focadas nos personagens que traz. Ao contrário da maioria das séries e filmes da Marvel até o momento, em que tudo acaba se conectando à grande saga do momento, as produções Spotlight deixam isso de lado, trabalhando melhor com as expectativas do público e também, podendo experimentar mais com diferentes formas de narrativa.

Continua após a publicidade

Eco é a primeira produção do Marvel Studios a ser voltada inteiramente para o público adulto, por conta de sua violência e do próprio tom da história, que se aproxima bem mais às séries produzidas pela Netflix, como Demolidor, Justiceiro e Jessica Jones.

Segundo Brad Winderbaum, produtor executivo de Eco e chefe da divisão de streaming e animação para TV do Marvel Studios, acredita que a estreia do selo e dessa série em particular marca um novo começo para o estúdio, permitindo que novas histórias, com variados estilos e tons, possam ser exploradas no futuro.

Eco estreia na Disney+ e Star+, com todos os episódios de uma vez só, na noite do dia 9 de janeiro.