Elon Musk faz declarações polêmicas sobre o novo coronavírus

Por Alberto Rocha | 15 de Março de 2020 às 15h00
Rich Pedroncelli / Associated Press
Tudo sobre

Elon Musk

Saiba tudo sobre Elon Musk

Enquanto líderes de importantes empresas - como a Alibaba, cujo CEO Jack Ma autorizou o envio de inúmeras doações de kits e máscaras pelo mundo - estão preocupadas com o combate e riscos da pandemia do coronavírus (SARS-CoV-2), para outras pessoas a precaução parece não ser tão relevante assim.

Em memorando enviado aos funcionários da SpaceX, na manhã da última sexta-feira (13), Elon Musk, CEO da empresa e da Tesla, minimizou os efeitos da COVID-19, que só no Brasil já infectou cerca de 121 pessoas, e até fez comparações:

Como base para comparação, o risco de morte por C19 é muito menor do que o risco de morte por dirigir seu carro para casa”, revela trecho da carta, no qual o BuzzFeed News teve acesso.

Corroborando com tal afirmação, no início do mês, Elon Musk já tinha publicado em sua conta no Twitter uma mensagem em que diz: “O pânico com o coronavírus é idiota”.

Bill Gates e Tim Cook adotam posicionamento diferente

Na contramão do pensamento de Elon Musk, outros importantes líderes como Bill Gates e Tim Cook se mostraram bastante preocupados com a pandemia da COVID-19. Agora sem compromissos formais com a Microsoft, Gates, através de sua fundação, fez doações milionários e distribui testes caseiros nos Estados Unidos, além de ter postado um artigo em que fala:

Espero que (o Coronavírus) não seja tão ruim assim, mas devemos presumir que será até sabermos o contrário”, escreveu na publicação.

Já o CEO da Apple, recentemente compartilhou um memorando, no qual informa e apresenta várias medidas tomadas na empresa para proteger a disseminação entre colaboradores e clientes.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.