Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

WhatsApp, Instagram e Facebook devem ganhar IA estilo ChatGPT e DALL-E

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 12 de Junho de 2023 às 12h58

Link copiado!

Brett Jordan/Pexels
Brett Jordan/Pexels

A Meta apresentou recentemente novas ferramentas de inteligência artificial generativa para WhatsApp, Instagram e Messenger. Numa reunião a portas fechadas, o CEO Mark Zuckerberg revelou que pretende ajudar pessoas a "criar conteúdo e expressar melhor as próprias ideias" usando IA em recursos acessíveis num estilo ChatGPT e DALL-E.

São várias as ferramentas planejadas para incorporar as plataformas da Meta, a maioria delas focadas em entretenimento e criação de conteúdo.

Novas IAs no WhatsApp e no Instagram

Continua após a publicidade

Uma das ferramentas apresentadas é a inteligência artificial que editaria fotos para do Instagram. Segundo a descrição de participantes da reunião ouvidos pelo site Axios, a ferramenta recebe prompts do usuário (como um gerador de imagem estilo DALL-E ou Midjourney) para modificar a imagem rapidamente.

Outra ferramenta seria uma espécie de IA conversacional estilo ChatGPT, mas com diferentes personalidades voltadas para ajudar ou entreter o usuário. Provavelmente, as novidades devem ser as mesmas que Zuckerberg antecipou em fevereiro deste ano.

Há também o gerador de stickers do Messenger, complemento de mensagens do Facebook e do Instagram. O recurso permitiria que o usuários criassem figurinhas na hora a partir de descrições em texto — talvez seja a mesma encontrada em desenvolvimento no Insta semanas atrás.

O CEO da Meta não mencionou previsão de lançamento de nenhuma das ferramentas.

IAs de uso interno

A Meta não quer aproveitar os próprios estudos de IA para ferramentas comerciais, mas também quer explorar o potencial delas em uso interno. Um dos recursos é o "Playground de agentes" alimentado pelo modelo LLaMA em que funcionários poderiam dialogar com IAs para incrementar a produtividade.

Além disso, há o MetaGen, uma ferramenta geradora de imagens usada exclusivamente por funcionários da empresa para prototipação, e o Metamate, um assistente de produtividade com acesso aos dados internos da companhia.

Continua após a publicidade

Meta quer democratizar IAs

"Democratizar o acesso [a ferramentas de IA] tem muito valor", teria dito Zuckerberg segundo revela o The New York Times. "Mas também está alinhado com a visão do produto em permitir muitas IAs diferentes, em vez de apenas tentar consolidar isso em uma única IA que vai governar tudo", complementou o executivo.

Ao integrar ferramentas com inteligência artificial em apps como WhatsApp e Messenger, a Meta coloca a tecnologia ao alcance de milhões de pessoas. A absurda popularidade das plataformas da empresa reduz o atrito dos usuários aos novos recursos, algo que pode impulsionar a empresa frente aos concorrentes como a OpenAI e a Microsoft.

Continua após a publicidade

Contudo, diferente das demais empresas, a Meta está atrasada na corrida das inteligências artificiais. Embora a companhia trabalhe com modelos avançados há anos, ela ainda não os transformou em produtos comerciais como as demais.

Fonte: Axios, The Guardian, TechCrunch