Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Twitter abre lista de espera para programa de verificação para empresas

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 17 de Janeiro de 2023 às 12h40

Link copiado!

Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter
Tudo sobre Twitter

O Twitter abriu inscrições para empresas interessadas em participar do programa de verificação para empresas e organizações. O Blue for Business, como era conhecido, passará a se chamar Verification for Organizations (Verificação para Organizações, em português) e vai oferecer uma série de vantagens para empreendimentos dispostos a pagar por novidades, como ícones quadrados e crachá de identificação para funcionários.

Os interessados devem preencher os dados da companhia, nome de usuário institucional na plataforma e sites oficiais que subsidiem as informações. Será necessário informar o tamanho da empresa, bem como a quantidade de contas associadas a ela.

Continua após a publicidade

Não está claro se a plataforma cobrará valores unitários ou se fará alguma espécie de pacote para as corporações, praticando preços diferenciados para cada empresa. A única certeza até o momento é a necessidade de aguardar em uma lista de espera, já que a equipe do Passarinho Azul analisará os dados antes de oferecer uma resposta.

Segundo o Twitter, essa avaliação será feita continuamente nas "próximas semanas", com a abertura de um grupo limitado inicial. As empresas selecionadas terão um selo diferencial de conta comercial e poderão fazer a gestão dos crachás de afiliação por meio de um portal administrativo de autoatendimento.

Selos e mais selos no Twitter

Esta é mais uma das inúmeras mudanças relacionadas a selos e marcas de verificação implementadas pelo Twitter nos últimos dois meses. O CEO da plataforma, Elon Musk, já havia prometido algo para diferenciar as companhias pagantes de perfis governamentais e de contas meramente empresariais.

Em alguns testes, o próprio Twitter mostrou como funcionaria o Blue for Business, exibindo a foto quadrada e o crachá de funcionários da plataforma. Hoje, a rede social possui o selo dourado para empresas, cinza para órgãos governamentais e azul para indivíduos, sejam eles celebridades, autoridades ou pagantes do serviço de assinatura para pessoas físicas.

O sistema de verificação de organizações deve ser mais uma tentativa de gerar fonte de renda para a plataforma. Elon Musk já anunciou várias estratégias para engordar o caixa, como o leilão de nomes de usuários inativos e uma moeda própria para monetização de tuítes — bem no estilo do TikTok e Kwai.

O bilionário aumentou o preço da assinatura do Twitter Blue, deixando os donos de iPhone à mercê de valores mais elevados. O magnata também fez um drástico corte de funcionários para tentar potencializar o lucro.