Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Meta traz ao Brasil função que bloqueia posts com nudes de menores

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 06 de Fevereiro de 2024 às 12h46

Link copiado!

Divulgação/Meta
Divulgação/Meta

A Meta lançou nesta terça-feira (6) a versão brasileira da plataforma Take It Down, que impede a divulgação de imagens e vídeos íntimos de jovens nas redes sociais da companhia. O recurso lançado em 2023 usa identificadores dos arquivos para rastrear as publicações, que são bloqueadas antes mesmo de entrarem no ar.

Desenvolvida em parceria com o Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas dos EUA (NCMEC, na sigla em inglês), o Take It Down agora fala português e não exige que as vítimas enviem as próprias imagens e vídeos para serem bloqueados. Em vez disso, o pedido é pelo hash, um código identificador usado para localizar outras versões dos mesmos arquivos a fim de que sejam bloqueados ou tenham a publicação impedida.

Além dos próprios jovens, principalmente abaixo dos 18 anos, a plataforma está aberta a usuários de qualquer idade. Pais e responsáveis podem realizar pedidos em nome dos pequenos, por exemplo, assim como também podem usar a iniciativa os adultos preocupados com a divulgação de imagens registradas e compartilhadas enquanto eram menores de idade.

Continua após a publicidade

As informações sobre como obter ou gerar o hash também estão disponíveis no site da iniciativa em takeitdown.ncmec.org.

O uso da ferramenta também é integrado a redes sociais como o Instagram ou Facebook. Aos moldes do que acontece com alertas de spam ou fraudes, tais plataformas também passarão a exibir links e informações sobre o Take It Down sempre que uma denúncia por divulgação de imagens íntimas for realizada, principalmente quando se tratar de cenas do próprio usuário.

Recursos ajudam a tratar temas sensíveis e lidar com extorsão

Continua após a publicidade

Ao lado da oferta da tecnologia, que atualmente funciona em 25 idiomas, a Meta também atualizou seus recursos online para ajudar as pessoas a lidarem com abuso sexual e cyberbullying. Novamente, as informações estão disponíveis tanto para os jovens, para que possam retomar controle da situação, quanto seus pais ou responsáveis.

As orientações são voltadas a tópicos como o vazamento de imagens íntimas, extorsão sexual ou ameaças, além de exploração e abuso. As atualizações na central de segurança da Meta também acompanham uma campanha global, em parceria com influenciadores, para divulgação de informações e do próprio Take It Down.

Ao divulgar as atualizações, a Meta também lembrou recentes mudanças de segurança voltadas às contas criadas por menores de idade. Ao se registrarem no Instagram, por exemplo, eles têm o perfil privado por padrão, enquanto veem alertas sobre conversas com pessoas estranhas ou com quem não estão conectadas no Facebook, por exemplo.

A chegada do Take It Down ao Brasil também marca mais um Dia da Internet Segura. A iniciativa foi criada na Europa para conscientizar as pessoas e divulgar informações sobre como elas podem se proteger e cuidar da própria privacidade, principalmente no ambiente digital.