Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Facebook e Instagram aumentam restrições de conteúdo para adolescentes

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 10 de Janeiro de 2024 às 09h36

Link copiado!

Brett Jordan/Pexels
Brett Jordan/Pexels

A Meta anunciou uma série de medidas para aumentar a restrição de conteúdos considerados nocivos para adolescentes no Facebook e no Instagram. Entre as novidades, a empresa aplicou uma configuração automática para limitar as sugestões de conteúdo a menores de 18 anos e incluiu novos filtros durante a pesquisa por temas sensíveis, como suicídio e transtornos alimentares.

A gigante das redes sociais informa que consulta especialistas nas áreas de psicologia, saúde mental e desenvolvimento de adolescentes para tomar as decisões que envolvem os menores de idade e quais materiais podem ser considerados inapropriados para usuários nessa faixa etária.

Configurações automáticas para adolescentes

Continua após a publicidade

Facebook e Instagram vão ajustar todos os perfis de adolescentes automaticamente para as configurações que aumentam a restrição de conteúdo nas redes — o recurso já era ativado por padrão para todas as novas contas, mas agora atinge perfis já existentes.

Ferramentas como o “Controle de Conteúdo Sensível” do Instagram e o “Reduzir” do Facebook limitam o acesso a publicações e contas potencialmente sensíveis nas áreas de pesquisa dos apps, mas ainda podem ser desativados manualmente por cada indivíduo.

Além disso, as redes  pretendem diminuir a exposição de assuntos considerados sensíveis para jovens. A empresa usa o exemplo de alguém que comenta a luta contra pensamentos de automutilação: publicações do tipo não serão exibidas para adolescentes no Feed e nos Stories, mesmo que a pessoa siga quem poste isso. É uma medida drástica, justificada pela Meta por ser “um tema complexo e não necessariamente adequado para todos os jovens”.

Resultados restritos da pesquisa

O Instagram também vai ocultar o acesso a temas como suicídio, automutilação, bulimia e outros transtornos alimentares na pesquisa. Adolescentes que buscam por qualquer palavra-chave relacionada podem receber um aviso na tela que informa opções para consultar ajuda sobre o tema enquanto não mostram nenhuma publicação.

Sugestões para privacidade

Continua após a publicidade

O Instagram também vai enviar avisos frequentes sobre ajustes nas configurações de privacidade para menores de 18 anos: a rede disponibiliza notificações que ajudam a transformar a experiência mais privada e diminuir a exposição do perfil para desconhecidos. Alguns ajustes incluem escolher quem pode marcar a conta em publicações, remixar Reels ou repostar conteúdo. 

Distribuição gradativa

As mudanças de restrição de conteúdo da Meta começaram a ser distribuídas nas redes sociais a partir deste mês, mas devem chegar a todos os usuários durante as próximas semanas.