Publicidade

Galaxy Z Flip 4 x Razr 40: qual é o melhor dobrável "barato"?

Por| Editado por Léo Müller | 11 de Agosto de 2023 às 15h07

Link copiado!

Victor Lenze/Canaltech
Victor Lenze/Canaltech

O Motorola Razr 40 e o Samsung Galaxy Z Flip 4 são os celulares dobráveis mais baratos do Brasil atualmente. O modelo a ser batido é o da Samsung porque já está há mais tempo no mercado, mas será que a novidade da Motorola consegue?

Eu coloquei os dois smartphones lado a lado para destacar os pontos positivos e negativos de cada um, além de ajudar você a decidir entre eles. Qual dos dois tem a melhor experiência dobrável acessível?

Continua após a publicidade

Construção e design

O Razr 40 e o Galaxy Z Flip 4 têm o mesmo formato que dobra ao meio, então a primeira diferença entre os dois está no mecanismo de dobra. O aparelho da Motorola se fecha completamente, enquanto o da Samsung tem um vão na região de dobra.

Esse detalhe não afeta na usabilidade, mas pode ser um ponto negativo para o Z Flip 4 por estar mais vulnerável à poeira. Porém, vale mencionar que somente o celular da Samsung tem resistência à água (IPX8), podendo ser um diferencial em relação ao Razr 40.

Continua após a publicidade

Um ponto negativo do Razr 40 é a dificuldade para abri-lo e fechá-lo com apenas uma mão, um dos processos que o usuário mais deve fazer com um celular desse. Nos meus testes, nem sempre consegui, e demorei para pegar o jeito. O Flip 4 é um pouco menos rígido e não deve trazer muita dificuldade.

O acabamento dos dois também muda: plástico no Razr 40 e vidro no Galaxy Z Flip 4. Ambos possuem molduras metálicas. Mesmo inferior ao vidro, no entanto, a construção plástica do dobrável da Motorola é agradável ao toque e passa sofisticação.

Com relação ao vinco na tela interna, o Razr 40 tem um detalhe menos proeminente do que o do rival. Quando você passa o dedo, ainda dá para sentir a depressão, mas é menos estranho do que no celular Samsung.

Continua após a publicidade

Tela interna

Quando desdobrada, a tela pOLED de 6,9 polegadas do Motorola Razr 40 é gigante, porém muito esticada, já que utiliza uma proporção 22:9, incomum em smartphones. Isso faz com que a utilização com apenas uma mão seja estranha, mas a qualidade é ótima.

A resolução Full HD da tela do dobrável da Motorola é boa, sem contar com a taxa de atualização de até 144 Hz e o suporte ao padrão HDR10+. Outro destaque do aparelho é o brilho de até 1.400 nits, mais brilhante que os 1.200 nits do Flip 4.

Continua após a publicidade

O Z Flip 4, por sua vez, tem uma tela Dynamic AMOLED 2X de 6,7 polegadas com 120 Hz de frequência e HDR10+. Apesar das diferenças nos nomes e números, a diferença entre os dois não é tão perceptível, com exceção do nível de brilho em ambientes externos.

Tela externa

Quanto à tela externa, o Z Flip 4 utiliza um display um pouco maior, de 1,9 polegada, contra 1,5 polegada do rival. Embora seja de tamanhos diferentes, os dois desempenham basicamente as mesmas funções, como exibir notificações, data e hora, chamadas e alguns widgets.

Continua após a publicidade

Além disso, as duas telinhas externas têm um recurso de servir como retorno para a câmera, ou seja, é possível utilizar as câmeras traseiras para fazer selfies.

Desempenho e usabilidade

O dobrável da Samsung é equipado com o processador Snapdragon 8 Plus Gen 1, enquanto o da Motorola utiliza o Snapdragon 7 Gen 1, um modelo intermediário. Além disso, os dois possuem 8 GB de memória RAM e versões com 256 GB de armazenamento interno.

Tanto em testes de benchmark como na prática, o aparelho da marca sul-coreana se sai melhor, abrindo tudo com mais rapidez e fluidez. Mas isso não quer dizer que o Razr 40 seja ruim, mas vale ressaltar que seu desempenho é inferior e o preço, mais alto.

Continua após a publicidade

Quanto à usabilidade de um celular dobrável, os dois têm basicamente os mesmos diferenciais. Ambos possuem o Flex Mode — Flex View no Razr 40 —, que explora o potencial de uso quando o celular está meio aberto.

Um uso comum dos dois é a possibilidade de ajustar o aplicativo de câmera para exibir os controles na metade de baixo e a pré-visualização na parte de cima, enquanto os aparelhos ficam meio abertos, servido como tripé. Além disso, no celular da Samsung, o suporte a apps de terceiros é muito maior, podendo utilizar até o Instagram dessa forma.

No dobrável da Motorola, infelizmente não há muitos aplicativos adequados para o esse "Flex View", então a Motorola precisa se juntar aos desenvolvedores para adaptar os principais apps ao recurso, como a Samsung fez.

Continua após a publicidade

Câmeras

As câmeras traseiras do Samsung Galaxy Z Flip4 também são superiores que as do Motorola Razr 40. Devido ao pós-processamento de imagem (ISP) mais eficaz do Snapdragon 8+ Gen 1, o dobrável da Samsung acerta mais no HDR e nas cores.

Mas o Razr 40 não fica muito atrás. Mesmo não sendo as câmeras do Motorola Razr 40 Ultra, senti que o dobrável mais acessível tem um ganho nas cores que me agrada, embora o pós-processamento continue exagerando em pouco na nitidez em alguns cenários.

Continua após a publicidade

Na câmera frontal, o Z Flip 4 também se sobressai em relação ao Razr 40, apresentando cores mais vivas e um HDR mais eficaz. Outro ponto positivo do dobrável da Samsung é a gravação em 4K/60 fps na selfie, enquanto o rival grava em 4K 30 fps e Full HD 60 fps.

Bateria e carregamento

Bateria de celular dobrável ainda não é tão boa quanto a dos modelos tradicionais, portanto não espere uma autonomia muito boa nesses modelos. Mas o Razr 40 e o Galaxy Z Flip 4 até que mandam relativamente bem para a categoria, com uma ligeira vantagem do dobrável da Motorola.

Continua após a publicidade

Em relação ao processo de recarga, na embalagem do aparelho, a Motorola já envia um carregador de 30 W, enquanto a Samsung fornece um de 25 W. Ou seja, a velocidade não deve mudar muito, com os dois precisando de mais de uma hora para sair de 0% a 100%.

Razr 40 x Galaxy Z Flip 4: qual é o melhor?

Tanto o Razr 40 quanto o Galaxy Z Flip 4 são bons celulares dobráveis, mas, por ter mais tempo nesse segmento, a Samsung consegue aproveitar melhor alguns dos diferenciais desse formato.

Continua após a publicidade

As possibilidades do Flex Mode do Z Flip 4 são mais amplas que as do Flex View, do Razr 40, e a construção do aparelho à prova d’água certamente deve influenciar na decisão do usuário. Além disso, as câmeras e o desempenho são superiores no modelo da sul-coreana.

O Razr 40, por outro lado, leva a melhor no mecanismo de dobra, que se fecha completamente, e na bateria, levemente superior. Para quem gosta de tela grande, as 6,9 polegadas do aparelho também podem agradar.

E aí, tem o fator custo-benefício, no qual o Galaxy Z Flip 4 é muito superior que o dobrável da Motorola. Por já estar no mercado há mais tempo, seu preço caiu bastante, já podendo ser encontrado por menos de R$ 4.000. Enquanto isso, o rival tem preço sugerido de R$ 5.000.

Resumindo, o Z Flip 4 é um celular mais maduro e completo que o Razr 40, sem falar que está acessível. O dobrável na Motorola só valerá a pena quando estiver mais barato que o concorrente.

🛒 Preços do Motorola Razr 40 no Mercado Livre

🛒 Veja o preço do Galaxy Z Flip 4 no Magalu

🛒 Veja o preço do Galaxy Z Flip 4 no Mercado Livre

🛒 Veja o preço do Galaxy Z Flip 4 na Amazon