Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review Honor X8b | O celular com tela resistente e câmera de 108 MP

Por| Editado por Léo Müller | 15 de Maio de 2024 às 08h20

Link copiado!

Review Honor X8b | O celular com tela resistente e câmera de 108 MP
Review Honor X8b | O celular com tela resistente e câmera de 108 MP

O Honor X8b é uma das primeiras apostas oficiais da chinesa no mercado brasileiro. O aparelho traz como destaque o seu corpo ultrafino, tela resistente — assista ao vídeo em que quebramos uma noz com ele —, câmera traseira de 108 MP e frontal de 50 MP. Mas, será que o modelo intermediário com tantos diferenciais tem espaço para competir com as alternativas já à venda no país? Testei o smartphone e te conto tudo nesta análise completa. 

Continua após a publicidade

Design e tela

O design do Honor X8b é bem interessante, porque o smartphone traz laterais mais finas e retas, entregando leveza e boa empunhadura para o uso contínuo. À direita, estão os botões de controle do volume e energia, que também tem o leitor de digitais funcionando dentro do esperado para esta forma de biometria. No verso, está o módulo de câmera quadrado, com três lentes fotográficas e o flash LED. 

Continua após a publicidade

A tela do X8b é AMOLED de 6,7 polegadas, em resolução Full HD+, e taxa de atualização de 90 Hz. O display é muito competente, com cores agradáveis, nitidez dentro do esperado e ótimo nível de iluminação para o uso em ambientes externos. 

É importante destacar que ele tem Always on Display, e o entalhe deste smartphone é a “cápsula mágica”, similar à Ilha Dinâmica adotada pela Apple no iPhone 14 Pro. Nele, é possível visualizar animações no carregamento do celular, alarme, timer, app de gravação e ligações, sendo mais útil do que as primeiras gerações vistas nos celulares Android.

Desempenho

Continua após a publicidade

Para o desempenho, a Honor adotou o Snapdragon 680 4G, que é um chipset muito competente, mas não entrega a conexão 5G. Por outro lado, isso não impacta na performance do produto, por ter fluidez para a navegabilidade, as animações da MagicOS 7.2, baseada no Android 13 são bem interessantes, e os jogos rodam sem dificuldade.

Ainda a respeito do sistema, lamento que a chinesa não tenha liberado o update para o Android 14 antes de eu analisar este produto. Grande parte dos modelos concorrentes do X8b já estão com a versão mais recente do sistema do Google, e a falta de informação sobre quando a atualização chegará ao celular. 

Em nosso teste padrão de benchmark, realizado no app AnTuTu, o intermediário alcançou 318.474 pontos, na versão com 8 GB de RAM e 256 GB de espaço interno. Com isso, ele se estabeleceu no ranking abaixo de diversos modelos 4G e 5G concorrentes, como o Galaxy A15 5G, sendo quase 19% mais rápido, com o MediaTek Dimensity 6100+. 

Continua após a publicidade

Recursos e conectividade

Na parte de conexões físicas, o Honor X8b tem apenas a entrada USB-C para o carregamento. Em sua lateral esquerda, está a gaveta de chips, e ela possui apenas a entrada para dois Nano SIM, sem adição de microSD para expandir o espaço interno, algo que não faz falta na alternativa de 256 GB vendida no Brasil. 

Conforme dito no tópico anterior, este celular tem apenas conexão 4G, além do Bluetooth 5.0. Seu alto-falante é de saída única, reproduzindo o som em formato mono e com qualidade mediana. 

Continua após a publicidade

Câmeras

A câmera principal de 108 MP é um grande destaque do Honor X8b. Apesar de o aparelho ter limitações de hardware, quando comparado com flagships que possuem um sensor com a mesma numeração, este celular é competente para fotos. A faixa dinâmica é muito boa, o nível de saturação nas imagens é equilibrado, e o HDR compensa os ajustes de iluminação. 

O sensor ultrawide de 5 MP poderia ser melhor em resolução, porque falta nitidez nas imagens, apesar de ter um pós-processamento parecido com o sensor maior. Assim como em muitos intermediários, a câmera macro de 2 MP poderia ser melhor, pois abertura da lente impacta negativamente na entrada de luz, algo essencial para boas fotos de elementos pequenos.

Continua após a publicidade

A câmera frontal de 50 é interessante na iluminação adequada, mas, em locais com sombra, puxa as cores para um tom mais amarelado. Para vídeos, tanto a câmera frontal quanto a traseira filmam em Full HD a 30 fps. Senti falta de mais estabilização em ambas, mas a frontal é inferior, pois há a ausência de foco e nitidez.

Continua após a publicidade

Bateria

A bateria do Honor X8b tem 4.500 mAh, uma capacidade inferior à maioria dos smartphones da mesma categoria, mas será que esse número impacta negativamente na autonomia? Para os curiosos, a resposta é não. O aparelho consegue ter uma boa duração da sua carga, garantindo mais de 22 horas de previsão de uso, conforme os testes padrão do Canaltech.

Considerando a média de uso da população brasileira, que é de 18 horas, o celular da chinesa tem carga suficiente para um dia inteiro de uso. Na caixa, a Honor disponibiliza um carregador de 35 W, que é a carga máxima suportada pelo celular, garantindo que ele complete o ciclo de 0% a 100% em menos de 1 hora e 20 minutos.

Continua após a publicidade

Concorrentes diretos

O Redmi Note 13 5G é o principal concorrente do celular da Honor no mercado nacional. O dispositivo tem performance equivalente, mas acaba se destacando por já entregar a conexão 5G, permitindo uma experiência mais atual no quesito experiência de rede de dados. No varejo, o Redmi Note 13 5G aparece rotineiramente pelo preço médio de R$ 1.520, tendo o preço R$ 300 inferior ao modelo ao concorrente chinês.  

Continua após a publicidade

O Honor X8b vale a pena?

O Honor X8b vale a pena, mas com ressalvas. Ele é um ótimo celular intermediário, seja para quem foca em fotografia ou desempenho em jogos e tarefas diárias. A fabricante chinesa conseguiu acertar em muitas características necessárias para o aparelho se destacar no nicho.

Continua após a publicidade

Entretanto, a Honor ainda não o vende oficialmente no Brasil. Com isso, as oscilações de preço no mercado varejista são altas. Rotineiramente, o smartphone aparece com variações de valor entre R$ 1.600 e R$ 2.300, fazendo com que o valor real seja uma incógnita. Porém, na minha opinião, se você o encontrar, na versão de 256 GB, por até R$ 1.700, é uma compra que faz todo sentido.