Qualcomm também desiste de estande presencial, e MWC21 começa a esvaziar

Qualcomm também desiste de estande presencial, e MWC21 começa a esvaziar

Por Felipe Junqueira | Editado por Wallace Moté | 13 de Maio de 2021 às 18h40
Divulgação/Qualcomm

Mais uma empresa desistiu de participar presencialmente da MWC21 nesta quinta-feira (13). Depois de Samsung e Lenovo, que anunciaram participação apenas virtual na feira a ser realizada no final de junho, a Qualcomm também disse que só fará apresentações online.

“Apesar de apreciarmos as medidas de segurança e saúde definidas pela GSMA para a MWC Barcelona, decidimos que é de interesse de nossos funcionários e consumidores a Qualcomm participar apenas virtualmente neste ano”, disse a empresa, em comunicado enviado ao site TechCrunch. A companhia se refere, claro, à pandemia de COVID-19, que ainda não se mostra realmente controlada, mesmo que sejam respeitados os protocolos em grandes eventos.

A medida é semelhante ao que foi anunciado também nesta semana por Samsung e, logo depois, Lenovo. Google, Nokia, Ericsson, Sony e Oracle também já desistiram da presença física no evento, mas apenas a Nokia entre elas afirmou que pretendia fazer apresentações virtuais.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Já a Qualcomm ainda confirmou que fará uma apresentação com o diretor-executivo, o brasileiro Cristiano Amon, no dia 28 de junho.

MWC21 começa a esvaziar

Adiada para junho, a MWC21 começa a ver cada vez mais empresas desistirem de participar presencialmente da feira, apesar dos esforços para garantir a segurança e a saúde do público e apresentadores. O andamento da imunização na maior parte do mundo também não é muito animador para se pensar em um evento com aglomeração, como é a maior feira de tecnologia móvel do mundo.

Por ora, no entanto, a GSMA mantém a MWC21 marcada para ter início no dia 28 de junho, em Barcelona. A edição 2020 foi cancelada por conta da pandemia de COVID-19 que começava a se espalhar pelo planeta em fevereiro, quando a feira seria realizada.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.