WhatsApp Pay está suspenso no Brasil por ordem do Banco Central

Por Claudio Yuge | 23 de Junho de 2020 às 22h00
Seu Crédito Digital
Tudo sobre

WhatsApp

Saiba tudo sobre WhatsApp

Ver mais

O WhatsApp Pay chegou na semana passada ao Brasil, com o objetivo de se tornar o primeiro recurso do sistema integrado de pagamentos do Facebook. Com ele, é possível realizar transações diretamente pela conversa do app. O Banco do Brasil já vinha participando da plataforma, contudo, outras instituições, a exemplo do Itaú, Bradesco e Santander, teriam desistido de parcerias. Nesta terça-feira (23), o Banco Central (BC) comunicou a suspensão do serviço.

"A motivação do BC para a decisão é preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente, aberto e barato", diz o BC, em nota. Com isso, as bandeiras Visa e MasterCard, que viabilizavam as operações financeiras, devem ser paralisadas, para que o BC possa avaliar riscos e garantir funcionamento adequado do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

Novidade chegou ao Brasil na semana passada, disponível para 1,5 milhão de pessoas (Divulgação/WhatsApp)

"O eventual início ou continuidade das operações sem a prévia análise do regulador poderia gerar danos irreparáveis ao SPB notadamente no que se refere à competição, eficiência e privacidade de dados, O descumprimento da determinação do BC sujeitará os interessados ao pagamento de multa cominatória e à apuração de responsabilidade em processo administrativo sancionador", completa a nota.

Portanto, pelo menos por enquanto, o WhatsApp Pay fica suspenso por tempo indeterminado, até que o BC chegue à conclusão. Vale destacar que a própria instituição federal disse recentemente que vinha “acompanhando de perto” o lançamento dessa ferramenta por aqui.

O que o WhatsApp diz?

Um porta-voz do mensageiro emitiu uma nota, mas não comentou diretamente a suspensão do serviço. “Ficamos muito animados com a avaliação positiva das pessoas no Brasil com o lançamento de pagamentos no WhatsApp na semana passada. Fornecer opções simples e seguras para que as pessoas realizem transações financeiras é muito importante durante esse período crítico de pandemia e ajudará na recuperação dos pequenos negócios”, afirma o texto.

Até então, o WhatsApp Pay estava disponível para cerca de 1,5 milhão de pessoas no Brasil, que precisavam ter um cartão Visa ou Mastercard para utilizá-lo. O Banco do Brasil, o Nubank e o Sicredi já tinham aderido ao sistema, com operações integradas. Vale lembrar que o próprio BC vem desenvolvendo sua solução para operações financeiras digitais, o PIX.

“Nosso objetivo é fornecer pagamentos digitais para todos os usuários do WhatsApp no Brasil, com um modelo aberto e trabalhando com parceiros locais e o Banco Central. Além disso, apoiamos o projeto PIX do Banco central, e junto com nosso parceiro estamos comprometidos em integrar o PIX aos nossos sistemas quando estiver disponível”, encerra o comunicado da empresa do Facebook.

Fonte: G1  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.