Veja quais produtos e serviços a Apple quer “matar” com seus lançamentos

Por Redação | 08 de Junho de 2017 às 08h33

Todos os anos a tradição se repete: ao anunciar novidades em sua conferência para desenvolvedores, a WWDC, a Apple também planeja “matar” a concorrência ao implementar novidades em atualizações de seus sistemas ou com novos produtos.

E, como esperado, a mesma coisa aconteceu no evento de 2017, em que a Maçã apresentou o novo macOS High Sierra, juntamente com o iOS 11 e o quentinho do forno HomePod. A Apple não lança nenhuma grande inovação há vários anos, e segue repetindo a estratégia de pegar novidades da concorrência e aprimorá-las para bater de frente com seus rivais.

Em 2017, a companhia pretende aniquilar a concorrência da seguinte maneira:

Superando os demais navegadores

O Safari do novo macOS vai “chegar chegando” com o intuito de fazer com que os usuários abandonem, de vez, o Chrome. Atualmente, o navegador da Google domina a preferência geral, mas o novo Safari chegará mais estável e consumindo muito menos memória e capacidade de processamento da máquina. Ou seja, será mais rápido acessar a web pelo navegador nativo da Maçã em seus dispositivos.

Além disso, o navegador da companhia de Cupertino esconderá anúncios invasivos graças ao novo sistema Intelligent Tracking Prevention, que eliminará cookies de rastreamento depois de um período de 24 horas. Ah, e o Safari também virá programado de fábrica para silenciar vídeos com reprodução automática.

Dominando pagamentos e transferências de dinheiro

Serviços como o Venmo e Square Cash podem ter sua popularidade ameaçada com a chegada do pagamento peer-to-peer Apple Pay. O iOS 11 permitirá enviar uma mensagem a seus contatos pelo iMessage com a cobrança de um pagamento pelo Apple Pay Cash, de maneira similar a como já funciona para realizar pagamentos para lojas, mas, a partir de agora, podendo realizar pagamentos também para pessoas físicas.

Apostando no novo iPad Pro

Com o lançamento do novo iPad Pro, a Apple pretende bater de frente com o Surface Pro, da Microsoft. O modelo de 10,5 polegadas trará um novo multitarefas de dar inveja, e fará com que o tablet se pareça, cada vez mais, com um computador portátil

Investindo pesado na realidade aumentada

No evento, a Maçã apresentou seu novo ARKit para que desenvolvedores tenham ferramentas mais estáveis e ainda mais imersivas no que diz respeito a apps de realidade aumentada. E a novidade ameaça os planos da Google com o Tango, que, até então, vinha sendo a melhor plataforma de AR do mercado.

Lançando seu próprio speaker inteligente

Com a chegada do HomePod, a Apple pretende seduzir quem pensa em adquirir um Google Home ou Amazon Echo como assistente pessoal e reprodutor de músicas dentro de casa. O speaker da Maçã é integrado com a assistente Siri, conta com um potente processador A8, seis microfones e compatibilidade com o HomeKit para controlar a iluminação ambiente, por exemplo.

Via: Gizmodo

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.